Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Jornada Integrada do Meio Ambiente lança Carta “Santa Maria vista do Monte”

Uma carta com contribuições à busca de qualidade socioambiental para Santa Maria foi lida na abertura da III Jornada Integrada do Meio Ambiente, a JIMA, que reúne onze cursos do Centro Universitário Franciscano. O documento foi imediatamente entregue aos representantes da Prefeitura e da Câmara de Vereadores presentes à abertura da Jornada, o secretário de Proteção Ambiental, Luiz Alberto Carvalho Júnior, e a vereadora Maria de Lourdes Castro.
O tema da Jornada deste ano – a Sustentabilidade – foi ampliado com a palestra Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, proferida pelo professor Ricardo Simão Diniz Dalmolin, do Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo da UFSM. O professor, que já viajou por muitos países em decorrência de suas pesquisas e constatou contrastes e desigualdades entre países vizinhos motivados pelo mau uso do solo e dos recursos naturais, garante que só há uma maneira de reverter o quadro socioambiental degradado que se verifica hoje: a mudança de atitudes consumistas para atitudes sustentáveis.

A programação da Jornada do Meio Ambiente prossegue nesta quarta-feira, 6 de junho, e pode ser conferida no anexo CARTA SANTA MARIA[1]

 

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Uma carta com contribuições à busca de qualidade socioambiental para Santa Maria foi lida na abertura da III Jornada Integrada do Meio Ambiente, a JIMA, que reúne onze cursos do Centro Universitário Franciscano. O documento foi imediatamente entregue aos representantes da Prefeitura e da Câmara de Vereadores presentes à abertura da Jornada, o secretário de Proteção Ambiental, Luiz Alberto Carvalho Júnior, e a vereadora Maria de Lourdes Castro.
O tema da Jornada deste ano – a Sustentabilidade – foi ampliado com a palestra Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, proferida pelo professor Ricardo Simão Diniz Dalmolin, do Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo da UFSM. O professor, que já viajou por muitos países em decorrência de suas pesquisas e constatou contrastes e desigualdades entre países vizinhos motivados pelo mau uso do solo e dos recursos naturais, garante que só há uma maneira de reverter o quadro socioambiental degradado que se verifica hoje: a mudança de atitudes consumistas para atitudes sustentáveis.

A programação da Jornada do Meio Ambiente prossegue nesta quarta-feira, 6 de junho, e pode ser conferida no anexo CARTA SANTA MARIA[1]