Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Santa Maria bem perto de receber uma fábrica de biocombustível

Como tranformar 12 mil quilos de pneus em biocombustíveis? Ecotires, esse é nome da empresa que vem contruibuir para que Santa Maria, o coração do Rio Grande do Sul, bata de forma mais saudável, ou melhor, mais sustentável. No dia 5 de junho a prefeitura e os diretores da indústria assinaram o protocolo de intenção para a instalação da Ecotires no Distrito Industrial da cidade.

Santa Maria terá indústria de produção de biocombustível.

 

Um problema

            O descarte incorreto de pneus, assim como de garrafas plásticas, são assuntos de grande preocupações para ambientalistas. Eles estão dentro da lista de materiais que demoram mais tempo para se decompor, o pneu, por exemplo, em média 600 anos ou superior a isso. Acredita-se que a produção anual de pneus seja de mais ou menos um bilhão de unidades em todo mundo. O pneu        é de difícil decomposição pois os elementos químicos dos materias que contituem o produto são pesados e não biodegradáveis, como a borracha, o arame e a malha de aço, telão e tecido de nylon. O pneu é considerado um dos descartes  mais agressivo ao meio ambiente. Eles podem obstruir cursos d’agua interrompeendo o curso natural da mesma, o que pode ocasionar enchentes. Se queimados, o problema é ainda mais grave, liberam uma quantidade expressiva de gases nocivos, como o gás carbônico e monóxido de carbono, oxido de enxofre e nitrogênio, metais pesados, dioxinas e furanos. Além de prejudiciais ao meio ambiente, esses gases podem causar a morte se inalados em grande quantidade. Outra grande preocupação está ligada ao acúmulo de água em suas dobras. Eles podem se transformar em verdadeiros criadouros de insetos, o mais preocupante deles é o mosquito da dengue, doença que mata milhares de pessoas todos os anos.

Uma nova realidade para a cidade

            A paranaense Ecotires está vindo contribuir para Santa Maria e região. Segundo o secretário de Município de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Projetos Estratégicos, Luiz Alberto Flores, a intensão é transformar Santa Maria em uma cidade ambientalmente sustentável. A empresa terá na cidade sua primeira usina, que depois também deve ser instalada em outras dez cidades brasileiras, porém, a sede principal continuará sendo Santa Maria. A Ecotires é em sua maioria automatizada, mesmo assim, irá criar 10 vagas diretas de trabalho, porém, indiretamente esse número deve ser ainda maior.

Além do cenário local, a usina que Santa Maria vai receber, terá grande importância nacionalmente. No país são descartados 130 milhões de pneus por ano e cada unidade da Ecotires pode processar 850 mil, ou seja, mais de 1%. Os pneus chegarão até a fábrica a partir do recolhimento em lojas de materias automotivos, borracharias e postos de combustíveis. Ótimo para o meio ambiente e excelente para o comerciante. Essa parceria poderá render aos estabelecimentos o ‘Selo Verde’. O professor do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária da Unifra, Alexandre Swarowsky, explica que  esse reconhecimento é importante para os estabelecimentos. “A empresa faz uma parte ambiental e acaba ganhando esse certificado de uma empresa verde, uma empresa ambientalmente correta, sustentável. Em alguns casos não é totalmente sustentável, mas acaba tendo o selo e uma procura melhor no mercado”, acrescenta o professor. Alexandre Swarowsky, ainda diz que o consumidor passa a ver com outros olhos empresas preocupadas com causas ambientais. De acordo com o professor, empresas ligadas à essa causa são oportunidades de trabalho para engenheiros ambientais e sanitaristas.

Do pneu que chegar até a Ecotires serão retirados três materiais: o carvão, o aço e o óleo (black oil).  Do processo de refino do black oil, que se dá através da colocação do pneu em altas temperaturas e pressões, se obterá biocombustíveis como a gasolina e o disel. Esse produto final pode gerar energia de baixo custo e limpa, podendo abastecer até outras empresas do próprio distrito industrial. Depois de processado, o carvão se transforma em “negro de fumo”, essa substância é usada para a pigmentação de cor preta. Por fim o aço é recuperado e devidamente ecaminhado e vendido à empresas especializadas que fazem a destinação final do material. As obras da nova usina já começaram e a previsão é que no final de 2012 Santa Maria já conte com essa aliada ao meio ambiente.

Por Rômulo D’Avila.

Reportagem produzida na disciplina de Jornalismo Especializado II.

Foto:Yuri Weber. Laboratório de Fotografia e Memória.

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Como tranformar 12 mil quilos de pneus em biocombustíveis? Ecotires, esse é nome da empresa que vem contruibuir para que Santa Maria, o coração do Rio Grande do Sul, bata de forma mais saudável, ou melhor, mais sustentável. No dia 5 de junho a prefeitura e os diretores da indústria assinaram o protocolo de intenção para a instalação da Ecotires no Distrito Industrial da cidade.

Santa Maria terá indústria de produção de biocombustível.

 

Um problema

            O descarte incorreto de pneus, assim como de garrafas plásticas, são assuntos de grande preocupações para ambientalistas. Eles estão dentro da lista de materiais que demoram mais tempo para se decompor, o pneu, por exemplo, em média 600 anos ou superior a isso. Acredita-se que a produção anual de pneus seja de mais ou menos um bilhão de unidades em todo mundo. O pneu        é de difícil decomposição pois os elementos químicos dos materias que contituem o produto são pesados e não biodegradáveis, como a borracha, o arame e a malha de aço, telão e tecido de nylon. O pneu é considerado um dos descartes  mais agressivo ao meio ambiente. Eles podem obstruir cursos d’agua interrompeendo o curso natural da mesma, o que pode ocasionar enchentes. Se queimados, o problema é ainda mais grave, liberam uma quantidade expressiva de gases nocivos, como o gás carbônico e monóxido de carbono, oxido de enxofre e nitrogênio, metais pesados, dioxinas e furanos. Além de prejudiciais ao meio ambiente, esses gases podem causar a morte se inalados em grande quantidade. Outra grande preocupação está ligada ao acúmulo de água em suas dobras. Eles podem se transformar em verdadeiros criadouros de insetos, o mais preocupante deles é o mosquito da dengue, doença que mata milhares de pessoas todos os anos.

Uma nova realidade para a cidade

            A paranaense Ecotires está vindo contribuir para Santa Maria e região. Segundo o secretário de Município de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Projetos Estratégicos, Luiz Alberto Flores, a intensão é transformar Santa Maria em uma cidade ambientalmente sustentável. A empresa terá na cidade sua primeira usina, que depois também deve ser instalada em outras dez cidades brasileiras, porém, a sede principal continuará sendo Santa Maria. A Ecotires é em sua maioria automatizada, mesmo assim, irá criar 10 vagas diretas de trabalho, porém, indiretamente esse número deve ser ainda maior.

Além do cenário local, a usina que Santa Maria vai receber, terá grande importância nacionalmente. No país são descartados 130 milhões de pneus por ano e cada unidade da Ecotires pode processar 850 mil, ou seja, mais de 1%. Os pneus chegarão até a fábrica a partir do recolhimento em lojas de materias automotivos, borracharias e postos de combustíveis. Ótimo para o meio ambiente e excelente para o comerciante. Essa parceria poderá render aos estabelecimentos o ‘Selo Verde’. O professor do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária da Unifra, Alexandre Swarowsky, explica que  esse reconhecimento é importante para os estabelecimentos. “A empresa faz uma parte ambiental e acaba ganhando esse certificado de uma empresa verde, uma empresa ambientalmente correta, sustentável. Em alguns casos não é totalmente sustentável, mas acaba tendo o selo e uma procura melhor no mercado”, acrescenta o professor. Alexandre Swarowsky, ainda diz que o consumidor passa a ver com outros olhos empresas preocupadas com causas ambientais. De acordo com o professor, empresas ligadas à essa causa são oportunidades de trabalho para engenheiros ambientais e sanitaristas.

Do pneu que chegar até a Ecotires serão retirados três materiais: o carvão, o aço e o óleo (black oil).  Do processo de refino do black oil, que se dá através da colocação do pneu em altas temperaturas e pressões, se obterá biocombustíveis como a gasolina e o disel. Esse produto final pode gerar energia de baixo custo e limpa, podendo abastecer até outras empresas do próprio distrito industrial. Depois de processado, o carvão se transforma em “negro de fumo”, essa substância é usada para a pigmentação de cor preta. Por fim o aço é recuperado e devidamente ecaminhado e vendido à empresas especializadas que fazem a destinação final do material. As obras da nova usina já começaram e a previsão é que no final de 2012 Santa Maria já conte com essa aliada ao meio ambiente.

Por Rômulo D’Avila.

Reportagem produzida na disciplina de Jornalismo Especializado II.

Foto:Yuri Weber. Laboratório de Fotografia e Memória.