Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Vestibular: entre espera e escolhas

Enquanto a prova não começa. Foto: Guilherme Benaduce

 Guilherme Motta e Lorenzo Rodrigues, Jornalismo Unifra

Os familiares também estão presentes no Vestibular de Inverno da Unifra para dar apoio aos vestibulandos. Aline Xavier, acadêmica do curso de fisioterapia veio acompanhar o marido Junior Porto, que tenta uma vaga no curso de Direito Noturno, o segundo mais concorrido deste vestibular.  Para ela, “este apoio é muito importante e não só na hora da prova”. Ela conta ainda que teve o mesmo apoio quando fez a prova e que está retribuindo.

Este é um vestibular marcadamente jovem, afirma a reitora da Unifra, Irani Rupolo. A tendência de que cada vez mais jovens estejam prestando o concurso já vem se acentuando nos últimos vestibulares.

Bibiana tenta uma vaga no curso de Direito. Foto: Julia Machado

Bibiana Prevedello, 16 anos, presta concurso para direito noturno. Segundo a vestibulanda, sua opção seria arquitetura, mas como é o seu primeiro vestibular, aceitou a “pressão” familiar. A escolha pela Unifra se deu pela infraestrutura e pela qualidade do ensino. Ela diz que apesar do custo, ela e seus pais primam pela qualidade dos professores e pelas condições oferecidas pela instituição.

Vítor tenta vaga na Odontologia. Foto: Julia Machado

Já Vitor Hugo, 20 anos, presta vestibular para Odontologia. Segundo ele, a escolha pela Unifra se deu pelo nível dos professores e do curso, apontado pelos amigos que cursam na instituição.

 

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Enquanto a prova não começa. Foto: Guilherme Benaduce

 Guilherme Motta e Lorenzo Rodrigues, Jornalismo Unifra

Os familiares também estão presentes no Vestibular de Inverno da Unifra para dar apoio aos vestibulandos. Aline Xavier, acadêmica do curso de fisioterapia veio acompanhar o marido Junior Porto, que tenta uma vaga no curso de Direito Noturno, o segundo mais concorrido deste vestibular.  Para ela, “este apoio é muito importante e não só na hora da prova”. Ela conta ainda que teve o mesmo apoio quando fez a prova e que está retribuindo.

Este é um vestibular marcadamente jovem, afirma a reitora da Unifra, Irani Rupolo. A tendência de que cada vez mais jovens estejam prestando o concurso já vem se acentuando nos últimos vestibulares.

Bibiana tenta uma vaga no curso de Direito. Foto: Julia Machado

Bibiana Prevedello, 16 anos, presta concurso para direito noturno. Segundo a vestibulanda, sua opção seria arquitetura, mas como é o seu primeiro vestibular, aceitou a “pressão” familiar. A escolha pela Unifra se deu pela infraestrutura e pela qualidade do ensino. Ela diz que apesar do custo, ela e seus pais primam pela qualidade dos professores e pelas condições oferecidas pela instituição.

Vítor tenta vaga na Odontologia. Foto: Julia Machado

Já Vitor Hugo, 20 anos, presta vestibular para Odontologia. Segundo ele, a escolha pela Unifra se deu pelo nível dos professores e do curso, apontado pelos amigos que cursam na instituição.