Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Feira do Livro supera público e vendas

A Feira do Livro 2014 bateu o recorde de vendas em relação ao ano passado, segundo as informações oficiais do evento. Foram 67.090 exemplares em 16 dias de abertura, 1970 livros a mais que em 2013. Entre os mais vendidos, três obras são de autores que têm ligação com a cidade e região: Elas por Elas, edição da Casa do Poeta, Maçonaria e História, de Milton Alves Malgarin e Províncias, de Marcelo Canellas.

A programação da Feira do Livro deste ano contou com espetáculos infantis musicais, teatrais e também debates no palco principal, chamado Livro Livre. A estrutura da Feira não mudou muito com relação aos últimos anos, o que podemos perceber é que a praça de alimentação se deslocou para a esquina da Venâncio Aires com a Acampamento e que a visibilidade da praça também mudou. Isso porque as lonas que foram instaladas no evento, não são do mesmo fornecedor do ano passado. Em 2014, a a estrutura foi montada mais alta e em algumas partes há lonas transparentes. Já a biblioteca móvel do SESI permanece mais um ano presente na feira do livro, disponibilizando revistas, jornais, livros em braile e audiolivro.

Para os que queria se conectar à internet, o evento oferecem computadores com rede Wifi grátis . Os livros de literatura, gramática e poesias eram disponíveis por meio de livre acesso para qualquer pessoa, e quem quiser levar os livros pra casa pode fazer um cadastro na biblioteca do SESI localizada na Av. Maestro Roberto Barbosa Ribas, 424, bairro Noal. O locutor oficial da feira Marcos Barcellos diz que é um espaço fundamental para estimular a literatura e a cultura para os leitores: “São crianças, jovens e adultos que entram naquele espaço, pessoas que desenvolvem a imaginação ao entrar em contato com os livros”.

Por Andréia Dias e Francine Antunes

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

A Feira do Livro 2014 bateu o recorde de vendas em relação ao ano passado, segundo as informações oficiais do evento. Foram 67.090 exemplares em 16 dias de abertura, 1970 livros a mais que em 2013. Entre os mais vendidos, três obras são de autores que têm ligação com a cidade e região: Elas por Elas, edição da Casa do Poeta, Maçonaria e História, de Milton Alves Malgarin e Províncias, de Marcelo Canellas.

A programação da Feira do Livro deste ano contou com espetáculos infantis musicais, teatrais e também debates no palco principal, chamado Livro Livre. A estrutura da Feira não mudou muito com relação aos últimos anos, o que podemos perceber é que a praça de alimentação se deslocou para a esquina da Venâncio Aires com a Acampamento e que a visibilidade da praça também mudou. Isso porque as lonas que foram instaladas no evento, não são do mesmo fornecedor do ano passado. Em 2014, a a estrutura foi montada mais alta e em algumas partes há lonas transparentes. Já a biblioteca móvel do SESI permanece mais um ano presente na feira do livro, disponibilizando revistas, jornais, livros em braile e audiolivro.

Para os que queria se conectar à internet, o evento oferecem computadores com rede Wifi grátis . Os livros de literatura, gramática e poesias eram disponíveis por meio de livre acesso para qualquer pessoa, e quem quiser levar os livros pra casa pode fazer um cadastro na biblioteca do SESI localizada na Av. Maestro Roberto Barbosa Ribas, 424, bairro Noal. O locutor oficial da feira Marcos Barcellos diz que é um espaço fundamental para estimular a literatura e a cultura para os leitores: “São crianças, jovens e adultos que entram naquele espaço, pessoas que desenvolvem a imaginação ao entrar em contato com os livros”.

Por Andréia Dias e Francine Antunes