Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Projeto gaúcho estimula doação de cabelo para confecção de perucas

Foto: Helena Moura/ Lab. Fotografia e Memória UNIFRA
Ana Júlia doa seu cabelo para o projeto Cabelaço (Foto: Helena Moura/ Lab. Fotografia e Memória UNIFRA)

O Cabelaço é uma Organização Não-Governamental (ONG) fundada em abril de 2014 pela estudante de Farmácia na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Paula Luttjohann Rodrigues, 24 anos, pela advogada Caroline Conter, e pela produtora Estela Rocha, ambas de 26 anos. O projeto tem como objetivo arrecadar mechas de cabelo para a confecção de perucas para crianças e adolescentes de baixa renda, portadoras de câncer.

As perucas auxiliam na melhora da autoestima em pacientes que perderam o cabelo por conta do tratamento de quimioterapia. Qualquer tipo de cabelo pode ser doado, desde que as madeixas tenham a partir de 15 cm. A doação é recolhida e levada a uma empresa que produz, gratuitamente, as perucas. Há um processo de higienização e formatação, que reproduz tons semelhantes aos cabelos das pacientes.

Em Santa Maria, a iniciativa ganhou força no dia 28 de setembro, quando o projeto Força na Peruca, da ONG Cabelaço, realizou a primeira atividade na cidade. A iniciativa ocorreu no hall do Royal Plaza Shopping, onde cem pessoas fizeram o corte de cabelo.

‘’Eu sempre vi as pessoas postando fotos sobre suas doações, mas nunca sabia para quem doavam. Certo dia, vi na TV que haveria uma doação. Então fui procurar conhecer mais sobre o projeto’’, afirma a gerente administrativa Bianca Pegoraro, 24.  O que motivou Bianca, uma das cem pessoas a participar da doação, foi a possibilidade de ver o sorriso nos rostos das crianças, devido um gesto tão simples.

10743663_612350098876371_502615525_n
Bianca participa da iniciativa Força na Peruca, no Royal Plaza Shopping (Foto: Arquivo Pessoal)

Câncer infanto-juvenil
O câncer corresponde a um grupo de várias doenças de células anormais que podem ocorrer em qualquer local do organismo. Os tipos de câncer mais comuns na infância e adolescência são as leucemias (que afetam os glóbulos branco) e os linfomas, que se originam no sistema linfático, uma rede de órgãos que produzem e transportam o fluido linfático dos tecidos para o sistema circulatório. Também afetam os jovens, o tumor renal, também conhecido Wilms, e um tipo de tumor de células do sistema nervoso periférico, o neuroblastoma.

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), nas últimas quatro décadas, o progresso no tratamento de câncer infanto-juvenil foi significativo. A boa notícia é que 70% das crianças e adolescentes acometidos de câncer podem ser curados, se diagnosticados precocemente e tratados em centros especializados. A maioria deles terá boa qualidade de vida após o tratamento adequado.

Em Santa Maria, o Centro de Apoio a Criança com Câncer (Cacc) é um local de passagem, onde crianças e adolescentes de zero a 21 anos permanecem durante o tratamento de quimioterapia e radioterapia no Hospital Universitário de Santa Maria (Husm). O centro não possui nenhum tipo de ajuda governamental, apenas vive com doações feitas pela comunidade e por empresas da cidade. Somente pacientes de regiões próximas a Santa Maria são atendidas no Cacc.

A rotina das crianças varia desde atividades lúdicas até reforço escolar, já que muitas crianças deixam a escola devido ao tratamento. Também é oferecido um trabalho que auxilia no emocional das mães, como explica a assistente social Deise Leal.

O Cacc opera apenas como um intermediário para doação. Quem quiser, pode deixar as mechas no Centro de Apoio,  Rua Vereador Erli de Almeida Lima, 365, ou entrar em contato pelo número: (55) 3226-7703

 Para solicitar uma percuca é preciso enviar um para cabelaco.rs@gmail.com

 

Locais para doação de cabelos em Santa Maria:

– Salão D’Castro Beauty, 3º andar do Royal Plaza Shopping
– Lurdinha Amorim, Rua Tuiuti, 1.247
– Cabelaço, Caixa Postal 58, Canoas/RS, CEP 92010-300

Foto: Helena Moura/ Lab. Fotografia e Memória UNIFRA
Foto: Helena Moura/ Lab. Fotografia e Memória UNIFRA
DSC_0006
Doações para confecção de perucas para jovens portadores de câncer (Foto: Ticiana Leal/ Lab. Fotogragia e Memória UNIFRA)

 

 Por Viviane Campos, para a disciplina de Jornalismo Online

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Foto: Helena Moura/ Lab. Fotografia e Memória UNIFRA
Ana Júlia doa seu cabelo para o projeto Cabelaço (Foto: Helena Moura/ Lab. Fotografia e Memória UNIFRA)

O Cabelaço é uma Organização Não-Governamental (ONG) fundada em abril de 2014 pela estudante de Farmácia na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Paula Luttjohann Rodrigues, 24 anos, pela advogada Caroline Conter, e pela produtora Estela Rocha, ambas de 26 anos. O projeto tem como objetivo arrecadar mechas de cabelo para a confecção de perucas para crianças e adolescentes de baixa renda, portadoras de câncer.

As perucas auxiliam na melhora da autoestima em pacientes que perderam o cabelo por conta do tratamento de quimioterapia. Qualquer tipo de cabelo pode ser doado, desde que as madeixas tenham a partir de 15 cm. A doação é recolhida e levada a uma empresa que produz, gratuitamente, as perucas. Há um processo de higienização e formatação, que reproduz tons semelhantes aos cabelos das pacientes.

Em Santa Maria, a iniciativa ganhou força no dia 28 de setembro, quando o projeto Força na Peruca, da ONG Cabelaço, realizou a primeira atividade na cidade. A iniciativa ocorreu no hall do Royal Plaza Shopping, onde cem pessoas fizeram o corte de cabelo.

‘’Eu sempre vi as pessoas postando fotos sobre suas doações, mas nunca sabia para quem doavam. Certo dia, vi na TV que haveria uma doação. Então fui procurar conhecer mais sobre o projeto’’, afirma a gerente administrativa Bianca Pegoraro, 24.  O que motivou Bianca, uma das cem pessoas a participar da doação, foi a possibilidade de ver o sorriso nos rostos das crianças, devido um gesto tão simples.

10743663_612350098876371_502615525_n
Bianca participa da iniciativa Força na Peruca, no Royal Plaza Shopping (Foto: Arquivo Pessoal)

Câncer infanto-juvenil
O câncer corresponde a um grupo de várias doenças de células anormais que podem ocorrer em qualquer local do organismo. Os tipos de câncer mais comuns na infância e adolescência são as leucemias (que afetam os glóbulos branco) e os linfomas, que se originam no sistema linfático, uma rede de órgãos que produzem e transportam o fluido linfático dos tecidos para o sistema circulatório. Também afetam os jovens, o tumor renal, também conhecido Wilms, e um tipo de tumor de células do sistema nervoso periférico, o neuroblastoma.

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), nas últimas quatro décadas, o progresso no tratamento de câncer infanto-juvenil foi significativo. A boa notícia é que 70% das crianças e adolescentes acometidos de câncer podem ser curados, se diagnosticados precocemente e tratados em centros especializados. A maioria deles terá boa qualidade de vida após o tratamento adequado.

Em Santa Maria, o Centro de Apoio a Criança com Câncer (Cacc) é um local de passagem, onde crianças e adolescentes de zero a 21 anos permanecem durante o tratamento de quimioterapia e radioterapia no Hospital Universitário de Santa Maria (Husm). O centro não possui nenhum tipo de ajuda governamental, apenas vive com doações feitas pela comunidade e por empresas da cidade. Somente pacientes de regiões próximas a Santa Maria são atendidas no Cacc.

A rotina das crianças varia desde atividades lúdicas até reforço escolar, já que muitas crianças deixam a escola devido ao tratamento. Também é oferecido um trabalho que auxilia no emocional das mães, como explica a assistente social Deise Leal.

O Cacc opera apenas como um intermediário para doação. Quem quiser, pode deixar as mechas no Centro de Apoio,  Rua Vereador Erli de Almeida Lima, 365, ou entrar em contato pelo número: (55) 3226-7703

 Para solicitar uma percuca é preciso enviar um para cabelaco.rs@gmail.com

 

Locais para doação de cabelos em Santa Maria:

– Salão D’Castro Beauty, 3º andar do Royal Plaza Shopping
– Lurdinha Amorim, Rua Tuiuti, 1.247
– Cabelaço, Caixa Postal 58, Canoas/RS, CEP 92010-300

Foto: Helena Moura/ Lab. Fotografia e Memória UNIFRA
Foto: Helena Moura/ Lab. Fotografia e Memória UNIFRA
DSC_0006
Doações para confecção de perucas para jovens portadores de câncer (Foto: Ticiana Leal/ Lab. Fotogragia e Memória UNIFRA)

 

 Por Viviane Campos, para a disciplina de Jornalismo Online