Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Reitora considera a entrada de novos estudantes revitalizadora

Reitora Irani comenta também o projeto de Lei do hospital, que está em trâmite (Foto: Viviane Campos/Laboratório de Fotografia e Memória)
Reitora Iraní comenta o projeto de lei do hospital-escola, que está em trâmite (Foto: Viviane Campos/Laboratório de Fotografia e Memória)

A reitora do Centro Universitário Franciscano, Iraní Rupolo, conta que está sendo uma manhã muito intensa e alegre do Vestibular de Inverno do Centro. Está muito bem organizado e sendo bem correspondido pelos veículos de comunicação, pelos cursinhos pré-vestibulares, alunos e pais. “Uma integração colaborativa entre todos”, aponta a irmã.

No momento em que os vestibulandos realizam a prova, pais e familiares os aguardam ansiosamente. A reitora pensa que a entrada de novos estudantes é uma revitalização, uma nova geração. “Nós aprendemos com os novos alunos, uma nova linguagem, novos relacionamentos. Com a chegada de novos, pensamos no que podemos fazer de melhor, trabalhar melhor o que estamos fazendo”, comenta.

A reitora avalia as questões da educação da sociedade como algo em mutação. “Temos diversas formas de seleção, entre elas o Enem, que adotamos durante as vagas remanescentes, mas não pretendemos adotar como meio integral de ingresso”, afirma.
Na graduação, a reitora fala que a instituição está trabalhando na estrutura dos cursos, pretende-se ampliar a área de engenharia e tecnológica, para depois de 2016. O curso criado é bem instalado para depois ampliado, segundo a reitora, os projetos de pesquisa e pós-graduação são bem trabalhados e articulados para sua evolução.
O projeto de lei para criação do hospital-escola está sendo encaminhado e avaliado na Câmara, para alteração ou não do uso do solo do projeto de lei, então a consequência disso seria uma construção mais vertical, segundo a reitora.

Por Amanda Souza

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Reitora Irani comenta também o projeto de Lei do hospital, que está em trâmite (Foto: Viviane Campos/Laboratório de Fotografia e Memória)
Reitora Iraní comenta o projeto de lei do hospital-escola, que está em trâmite (Foto: Viviane Campos/Laboratório de Fotografia e Memória)

A reitora do Centro Universitário Franciscano, Iraní Rupolo, conta que está sendo uma manhã muito intensa e alegre do Vestibular de Inverno do Centro. Está muito bem organizado e sendo bem correspondido pelos veículos de comunicação, pelos cursinhos pré-vestibulares, alunos e pais. “Uma integração colaborativa entre todos”, aponta a irmã.

No momento em que os vestibulandos realizam a prova, pais e familiares os aguardam ansiosamente. A reitora pensa que a entrada de novos estudantes é uma revitalização, uma nova geração. “Nós aprendemos com os novos alunos, uma nova linguagem, novos relacionamentos. Com a chegada de novos, pensamos no que podemos fazer de melhor, trabalhar melhor o que estamos fazendo”, comenta.

A reitora avalia as questões da educação da sociedade como algo em mutação. “Temos diversas formas de seleção, entre elas o Enem, que adotamos durante as vagas remanescentes, mas não pretendemos adotar como meio integral de ingresso”, afirma.
Na graduação, a reitora fala que a instituição está trabalhando na estrutura dos cursos, pretende-se ampliar a área de engenharia e tecnológica, para depois de 2016. O curso criado é bem instalado para depois ampliado, segundo a reitora, os projetos de pesquisa e pós-graduação são bem trabalhados e articulados para sua evolução.
O projeto de lei para criação do hospital-escola está sendo encaminhado e avaliado na Câmara, para alteração ou não do uso do solo do projeto de lei, então a consequência disso seria uma construção mais vertical, segundo a reitora.

Por Amanda Souza