Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Acompanhantes aguardam vestibulandos

Ansiedade. Aflição. Expectativa. Essas palavras podem definir os sentimentos das pessoas que aguardam os vestibulandos que realizam a prova do Vestibular de Inverno 2016 do Centro Universitário Franciscano. Durante a manhã desta segunda-feira, 4, os acompanhantes esperam no pátio do conjunto 3 da instituição.

Mae esperando - Fotos Roger Haeffner
Mariane Haubert. Foto: Roger Haeffner/ Laboratório de Fotografia e Memória

Enquanto Lara Vitória Haubert, 19 anos, tenta, pela segunda vez, ingressar no curso de  Medicina, sua mãe, Mariane Haubert, 49 anos, aguarda com fé e pensamentos positivos. Vindas do município de Portão, mãe e e filha chegaram a Santa Maria na tarde de domingo, 3 de julho, e retornam ainda hoje. “Nós sabemos o caminho que ela está trilhando. Procuramos deixá-la tranquila”, relata Mariane. Após um ano e meio de estudo em um curso preparatório, a mãe conta que Lara realiza provas em inúmeras instituições do estado.

Inês Boff + Fabiane Estevam (Tratada)
Inês Boff e Fabiane Estevam. Foto: Maria Luísa Viana/ Laboratório de Fotografia e Memória

Um grupo de 25 estudantes viajou cerca de sete horas entre Tubarão, Santa Catarina, e Santa Maria, para responder as questões da prova hoje. Fabiane Estevam, auxiliar administrativa, acompanhou os vestibulandos que desembarcaram na tarde de ontem em Santa Maria. “Desde o ano passado o curso pré-vestibular  Dehon viaja junto com os estudantes na realização das provas”, explica Fabiane.

Inês Boff, 43 anos, espera a filha, Talia Boff, 17 anos, que tenta pela primeira vez cursar Medicina. ” Procuramos dar apoio e deixar ela tranquila”, conta Inês. A estudante também tentou seleção em outras  instituições, mas tem expectativa de passar em Santa Maria, pois “é um bom lugar para viver”, observa Inês.

Rosangela Oliveira + Bernadete Tonetto + Giovana Cora (Tratada) (1)
Rosângela Oliveira dos Santos, Bernadete Tonetto e Giovana Cora. Foto: Maria Luísa Viana/ Laboratório de Fotografia e Memória

Compartilhando o chimarrão e ansiedade, as mães Rosângela Oliveira dos Santos, Bernadete Tonetto e Giovana Cora buscam transmitir boas vibrações às filhas. Rosângela Oliveira é de Santa Maria aguarda Mariana Cristina Tabarelli que trancou a faculdade de Psicologia e tenta cursar Jornalismo. ” Ela não se adaptou e agora tenta algo novo”, conta a mãe. De Santo Ângelo, Bernadete Tonetto e Giovana Cora aguardam as filhas, que buscam  vaga nos cursos de Medicina e Odontologia. Giovana Cora aguarda as filhas Natália Cora, 20 anos, e  Rafaela Cora, 18 anos, que após passar por cursos preparatórios também tentam ingressar no ensino superior. De acordo com as mães, a pressão e o nível de exigência aumentam a disputa entre os estudantes, e o papel dos pais é tranquilizar os filhos. Acompanhe a cobertura do vestibular de Inverno 2016 do Centro Universitário Franciscano no site da Agência Central Sul e nas redes sociais.

 

 

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ansiedade. Aflição. Expectativa. Essas palavras podem definir os sentimentos das pessoas que aguardam os vestibulandos que realizam a prova do Vestibular de Inverno 2016 do Centro Universitário Franciscano. Durante a manhã desta segunda-feira, 4, os acompanhantes esperam no pátio do conjunto 3 da instituição.

Mae esperando - Fotos Roger Haeffner
Mariane Haubert. Foto: Roger Haeffner/ Laboratório de Fotografia e Memória

Enquanto Lara Vitória Haubert, 19 anos, tenta, pela segunda vez, ingressar no curso de  Medicina, sua mãe, Mariane Haubert, 49 anos, aguarda com fé e pensamentos positivos. Vindas do município de Portão, mãe e e filha chegaram a Santa Maria na tarde de domingo, 3 de julho, e retornam ainda hoje. “Nós sabemos o caminho que ela está trilhando. Procuramos deixá-la tranquila”, relata Mariane. Após um ano e meio de estudo em um curso preparatório, a mãe conta que Lara realiza provas em inúmeras instituições do estado.

Inês Boff + Fabiane Estevam (Tratada)
Inês Boff e Fabiane Estevam. Foto: Maria Luísa Viana/ Laboratório de Fotografia e Memória

Um grupo de 25 estudantes viajou cerca de sete horas entre Tubarão, Santa Catarina, e Santa Maria, para responder as questões da prova hoje. Fabiane Estevam, auxiliar administrativa, acompanhou os vestibulandos que desembarcaram na tarde de ontem em Santa Maria. “Desde o ano passado o curso pré-vestibular  Dehon viaja junto com os estudantes na realização das provas”, explica Fabiane.

Inês Boff, 43 anos, espera a filha, Talia Boff, 17 anos, que tenta pela primeira vez cursar Medicina. ” Procuramos dar apoio e deixar ela tranquila”, conta Inês. A estudante também tentou seleção em outras  instituições, mas tem expectativa de passar em Santa Maria, pois “é um bom lugar para viver”, observa Inês.

Rosangela Oliveira + Bernadete Tonetto + Giovana Cora (Tratada) (1)
Rosângela Oliveira dos Santos, Bernadete Tonetto e Giovana Cora. Foto: Maria Luísa Viana/ Laboratório de Fotografia e Memória

Compartilhando o chimarrão e ansiedade, as mães Rosângela Oliveira dos Santos, Bernadete Tonetto e Giovana Cora buscam transmitir boas vibrações às filhas. Rosângela Oliveira é de Santa Maria aguarda Mariana Cristina Tabarelli que trancou a faculdade de Psicologia e tenta cursar Jornalismo. ” Ela não se adaptou e agora tenta algo novo”, conta a mãe. De Santo Ângelo, Bernadete Tonetto e Giovana Cora aguardam as filhas, que buscam  vaga nos cursos de Medicina e Odontologia. Giovana Cora aguarda as filhas Natália Cora, 20 anos, e  Rafaela Cora, 18 anos, que após passar por cursos preparatórios também tentam ingressar no ensino superior. De acordo com as mães, a pressão e o nível de exigência aumentam a disputa entre os estudantes, e o papel dos pais é tranquilizar os filhos. Acompanhe a cobertura do vestibular de Inverno 2016 do Centro Universitário Franciscano no site da Agência Central Sul e nas redes sociais.