Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Segunda edição do Garimpo da Moda acontece na Unifra

Garimpo da moda acontece no hall do Prédio 15 da Unifra. Fotos: Mariana
Garimpo da moda acontece no hall do Prédio 15 da Unifra. Fotos: Mariana Olhaberriet. Lab. Fotografia e Memória

A ideia é simples: uma mesa e vários desapegos disponíveis durante doze horas. Diante de uma grande crise econômica, evitar gastos exacerbados pode depender diretamente do consumo consciente. Daí surgiu o Garimpo da Moda, atividade institucional do curso de Tecnologia em Design de Moda do Centro Universitário Franciscano que foi idealizada a partir da necessidade financeira de uma acadêmica.

Com a ideia inicial já engatilhada, o projeto tomou forma e foi testado na primeira edição, que ocorreu no primeiro semestre de 2016. A segunda edição, que acontece hoje, 08, até às 20h30, se mantém nos mesmos moldes e mostra que o teste inicial veio bem a calhar. “Temos mais bancas e estamos vendendo mais”, comemora a acadêmica de Design de Moda Maíli Walter Carneiro, de 20 anos, que também participa da organização.

brechó
Multiplicidade de objetos fizem parte do Garimpo da Moda.

O Garimpo da Moda é aberto ao público para visitação e compra. Para vender e trocar, é necessário ter algum vínculo com a instituição. Nesta segunda edição, foram abertas inscrições para interessados em desapegar, e vale todo tipo de desapego: roupas, acessórios, livros, revistas, CDs e DVDs. Como os itens colocados à venda não passam por triagem da organização, bom senso por parte do vendedor também é necessário, tudo junto e misturado pelo bem do desapego consciente.

brechó1
Livros fizem parte dessa segunda edição do evento.

A comissão organizadora do Garimpo já está planejando a terceira edição, que deve ocorrer no primeiro semestre de 2017. A ideia para a próxima edição é dispor de varais feitos de corda de nylon para dispor as peças que precisam ser penduradas, bem como cabides.

Quem quiser contribuir, as doações poderão ser entregues na TECITECA, que fica no térreo do Prédio 16 (Silva Jardim, 1175).

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Garimpo da moda acontece no hall do Prédio 15 da Unifra. Fotos: Mariana
Garimpo da moda acontece no hall do Prédio 15 da Unifra. Fotos: Mariana Olhaberriet. Lab. Fotografia e Memória

A ideia é simples: uma mesa e vários desapegos disponíveis durante doze horas. Diante de uma grande crise econômica, evitar gastos exacerbados pode depender diretamente do consumo consciente. Daí surgiu o Garimpo da Moda, atividade institucional do curso de Tecnologia em Design de Moda do Centro Universitário Franciscano que foi idealizada a partir da necessidade financeira de uma acadêmica.

Com a ideia inicial já engatilhada, o projeto tomou forma e foi testado na primeira edição, que ocorreu no primeiro semestre de 2016. A segunda edição, que acontece hoje, 08, até às 20h30, se mantém nos mesmos moldes e mostra que o teste inicial veio bem a calhar. “Temos mais bancas e estamos vendendo mais”, comemora a acadêmica de Design de Moda Maíli Walter Carneiro, de 20 anos, que também participa da organização.

brechó
Multiplicidade de objetos fizem parte do Garimpo da Moda.

O Garimpo da Moda é aberto ao público para visitação e compra. Para vender e trocar, é necessário ter algum vínculo com a instituição. Nesta segunda edição, foram abertas inscrições para interessados em desapegar, e vale todo tipo de desapego: roupas, acessórios, livros, revistas, CDs e DVDs. Como os itens colocados à venda não passam por triagem da organização, bom senso por parte do vendedor também é necessário, tudo junto e misturado pelo bem do desapego consciente.

brechó1
Livros fizem parte dessa segunda edição do evento.

A comissão organizadora do Garimpo já está planejando a terceira edição, que deve ocorrer no primeiro semestre de 2017. A ideia para a próxima edição é dispor de varais feitos de corda de nylon para dispor as peças que precisam ser penduradas, bem como cabides.

Quem quiser contribuir, as doações poderão ser entregues na TECITECA, que fica no térreo do Prédio 16 (Silva Jardim, 1175).