Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Suas meias velhas podem virar cobertores para quem precisa

logo_meias_do_bemQuem nunca perdeu um pé de meia e ficou com o outro guardado no fundo da gaveta ou tem guardadas meias que não servem mais, furadas de tanto usar e que só ocupam lugar? Se você é umas destas pessoas e não sabe o que fazer com essas meias velhas? Então, temos uma boa notícia.

Em 2013 foi criada pela empresa de confecções Puket, a Campanha Meias do Bem e desde então já foram mais de 10 mil cobertores e meias novas. Neste ano, o projeto entrou na sua quarta temporada, transformando materiais que seriam descartados e poluiriam o meio ambiente em cobertores e meias novas que aquecem pessoas carentes.

O processo é simples, todas as meias velhas doadas são entregues à empresa de confecção responsável, onde são processadas em uma máquina e através de 15 mil agulhas formam um grande feltro, que após é cortado em tamanho padrão de casal. A cada 40 meias doadas, é um cobertor e uma meia nova que poderá esquentar um morador de rua ou pessoas carentes em todo o país.

13585186_1167323119976837_1858122214247299382_o
.

Aqui no Rio Grande do Sul apenas três cidades (Caxias do Sul, Passo Fundo e Porto Alegre) participam da campanha, ajudando no recolhimento de doações. Por isso, baseados no artigo primeiro da Carta de Princípios do Movimento Tradicionalista Gaúcho – MTG que diz que os tradicionalistas devem “auxiliar o Estado na solução de seus problemas e na conquista do bem coletivo”, as Prendas e Peões do Rio Grande do Sul, gestão 2016/2017, resolveram auxiliar o projeto Meias do Bem.

De acordo com Carolina Ehlert, 3ª Prenda do RS, o objetivo é que os tradicionalistas dos quatro cantos Estado se mobilizem e levem doações de meias velhas para a 82ª Convenção Tradicionalista, que ocorre na cidade de Cruz Alta, no dia 30 de julho. “Após o recebimento enviaremos para a empresa Puket”, salienta

Já aqui na região central, a causa tem o apoio das Prendas e Peões da 13ª Região Tradicionalista, gestão 2016/2017. Os jovens irão colocar pontos de coleta em Santa Maria e Vila Nova do Sul, para que as comunidades destas cidades, também, participem da campanha. Os pontos estarão disponíveis até o dia 28 de julho em entidades tradicionalistas, instituições de ensino e na sede da 13ª RT, localizada no Parque Itaimbé, ao lado do SESC Santa Maria.

E se você estiver pensando: “mas hoje está quente e tem sol”, não se esqueça que nas últimas semanas o frio foi responsável por temperaturas negativas aqui no Rio Grande do Sul e o inverno ainda não terminou. Ou seja, ainda existem muitas pessoas que vão necessitar de suas meias velhas, esquecidas nas gavetas dos armários.

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

logo_meias_do_bemQuem nunca perdeu um pé de meia e ficou com o outro guardado no fundo da gaveta ou tem guardadas meias que não servem mais, furadas de tanto usar e que só ocupam lugar? Se você é umas destas pessoas e não sabe o que fazer com essas meias velhas? Então, temos uma boa notícia.

Em 2013 foi criada pela empresa de confecções Puket, a Campanha Meias do Bem e desde então já foram mais de 10 mil cobertores e meias novas. Neste ano, o projeto entrou na sua quarta temporada, transformando materiais que seriam descartados e poluiriam o meio ambiente em cobertores e meias novas que aquecem pessoas carentes.

O processo é simples, todas as meias velhas doadas são entregues à empresa de confecção responsável, onde são processadas em uma máquina e através de 15 mil agulhas formam um grande feltro, que após é cortado em tamanho padrão de casal. A cada 40 meias doadas, é um cobertor e uma meia nova que poderá esquentar um morador de rua ou pessoas carentes em todo o país.

13585186_1167323119976837_1858122214247299382_o
.

Aqui no Rio Grande do Sul apenas três cidades (Caxias do Sul, Passo Fundo e Porto Alegre) participam da campanha, ajudando no recolhimento de doações. Por isso, baseados no artigo primeiro da Carta de Princípios do Movimento Tradicionalista Gaúcho – MTG que diz que os tradicionalistas devem “auxiliar o Estado na solução de seus problemas e na conquista do bem coletivo”, as Prendas e Peões do Rio Grande do Sul, gestão 2016/2017, resolveram auxiliar o projeto Meias do Bem.

De acordo com Carolina Ehlert, 3ª Prenda do RS, o objetivo é que os tradicionalistas dos quatro cantos Estado se mobilizem e levem doações de meias velhas para a 82ª Convenção Tradicionalista, que ocorre na cidade de Cruz Alta, no dia 30 de julho. “Após o recebimento enviaremos para a empresa Puket”, salienta

Já aqui na região central, a causa tem o apoio das Prendas e Peões da 13ª Região Tradicionalista, gestão 2016/2017. Os jovens irão colocar pontos de coleta em Santa Maria e Vila Nova do Sul, para que as comunidades destas cidades, também, participem da campanha. Os pontos estarão disponíveis até o dia 28 de julho em entidades tradicionalistas, instituições de ensino e na sede da 13ª RT, localizada no Parque Itaimbé, ao lado do SESC Santa Maria.

E se você estiver pensando: “mas hoje está quente e tem sol”, não se esqueça que nas últimas semanas o frio foi responsável por temperaturas negativas aqui no Rio Grande do Sul e o inverno ainda não terminou. Ou seja, ainda existem muitas pessoas que vão necessitar de suas meias velhas, esquecidas nas gavetas dos armários.