Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

audiovisual

9ª Mostra Integrada de Produções Audiovisuais ocorre amanhã

Ocorre amanhã, 14, a  9ª Mostra Integrada de Produções Audiovisuais (Mipa), produzida pelo Laboratório de Produção Audiovisual dos cursos de Jornalismo e de Publicidade e Propaganda da Universidade Franciscana (UFN). Durante o mês de dezembro está

TV OVO realiza colóquio sobre audiovisual e questões socioambientais

Acontece hoje, 17, o colóquio Audiovisual e Questões socioambientais promovido pela TV OVO como parte do projeto Narrativas em Movimento, e será transmitido a partir das 19h, via Facebook e Youtube. O encontro será totalmente online e contará

Fazendo cinema de casa

No último dia do Fórum da Comunicação realizado pela Universidade Franciscana, os alunos e professores contaram com a participação de Luiz Alberto Cassol, diretor cinematográfico e Cineclubista, que falou sobre a experiência de gravar de forma remota

Conheça os músicos selecionados para produção de videoclipe

Depois de lançar uma chamada para selecionar  músicos e/ou bandas para a produção de um videoclipe, a turma da disciplina de Produção Audiovisual II do curso de Publicidade e Propaganda da Universidade Franciscana (UFN) teve a

Curta metragem Blackout é produzido na UFN

Blackout é mais um curta metragem que está sendo produzido pelos alunos do curso de Publicidade e Propaganda da Universidade Franciscana. Com roteiro escrito pelas acadêmicas Thais Trindade, Júlia Medeiros e Gabrielle Simon, o curta faz parte de

Festival de Cinema universitário inicia na próxima segunda

Para quem gosta de audiovisual, a próxima semana traz duas atividades voltadas a área. O 7º Fórum Arte, Cinema e Audiovisual irá discutir a produção sul-americana, a partir das 16h na Sala 1203 do prédio 40 CAL/UFSM.

Ocorre amanhã, 14, a  9ª Mostra Integrada de Produções Audiovisuais (Mipa), produzida pelo Laboratório de Produção Audiovisual dos cursos de Jornalismo e de Publicidade e Propaganda da Universidade Franciscana (UFN). Durante o mês de dezembro está sendo realizada uma campanha de arrecadação de alimentos para doar ao Banco de Alimentos de Santa Maria. A ação dura até amanhã, dia da Mostra, no Hall do Prédio 14 do Conjunto III .

“Você tem fome de quê?” é nome da campanha deste ano. Imagem: Divulgação

O tema do evento deste ano é “Você tem fome de quê?”. O ‘lema’ deste ano que vem ao encontro da necessidade de alimentar a alma e o corpo. Conforme a Organização das Nações Unidas, o Brasil voltou ao Mapa da Fome em 2022. São cerca de 33,1 milhões de brasileiros que não têm a garantia da próxima refeição

Durante a noite será realizado o lançamento de duas obras produzidas pelos acadêmicos da UFN: o curta metragem “Sono R.E.M”, da disciplina de Cinema II do curso de Jornalismo, e o primeiro episódio da websérie de ficção ‘A Última Noite’, cujo roteiro foi produzido na disciplina de Redação para Áudio e Audiovisual, a produção realizada em Produção Audiovisual II, com campanha de divulgação executada na disciplina de Experiência de Marca, todas do curso de Publicidade e Propaganda.

A mostra contará com cinco categorias, sendo elas: Ficção, Documentário, Vídeo Experimental, Videoclipe e Animação. A 9ª Mipa será realizada às 20h, no pátio do prédio 14 do Conjunto III da UFN, com sessão aberta ao público em geral.

As inscrições para a 9ª Mostra Integrada de Produções Audiovisuais (Mipa) encerram hoje, 25. Para efetuar a inscrição basta acessar o formulário e inscrever as obras audiovisuais de forma gratuita.

Segundo a organização do evento, o mote da campanha da Mostra deste ano vem ao encontro da necessidade de alimentar a alma e o corpo. Conforme a Organização das Nações Unidas, o Brasil voltou ao Mapa da Fome em 2022. São cerca de 33,1 milhões de brasileiros que não têm a garantia da próxima refeição. Por isso, durante o mês de dezembro até o dia da Mostra ocorrerá uma campanha de arrecadação de alimentos para doar ao Banco de Alimentos de Santa Maria. 

A mostra contará com cinco categorias, sendo elas: Ficção, Documentário, Vídeo Experimental, Videoclipe e Animação. A 9ª Mipa será realizada no dia 14 de dezembro, às 20h, no pátio do prédio 14 do Conjunto III da UFN, com sessão aberta ao público em geral. A lista dos selecionados para a Mostra serão divulgados no dia 07/12 no instagram @lab_seis e no site www.labseis.ufn.edu.br.  Dúvidas podem ser enviadas para o e-mail labseis@ufn.edu.br.

A Mipa contará com três curadores avaliativos, sendo eles:

Luiza Chamis

Jornalista, com especialização em Cinema (UFN) e mestra em Cinema e Artes do Vídeo (UNESPAR). Seus interesses de pesquisa no audiovisual circundam as áreas de documentário, imagens de arquivo, ensaio fílmico e animação.

Julia Trombini

Jornalista (UFN), mestranda em Cinema e Artes do Vídeo (UNESPAR). Integra o Grupo de Pesquisa Eikos: imagem e experiência estética. Tem experiência nas temáticas de documentário, fotografia, representações, estudos culturais e diaspóricos. Participou do grupo de pesquisa sobre cinema Moviola, na UFSM.

Julio Cezar Neto

Publicitário (UFN), premiado em competições da área. entre eles o de melhor vídeo de apresentação do Madrugadão da Feevale (2019) e vencedor do Festival Assimetria na categoria Júri Popular (2020). Integrante do painel Visual do projeto B-Armys Acadêmicas como editor e produtor de conteúdo sobre music videos de K-Pop, é diretor de fotografia, editor e animador 2D na Toca Audiovisual.

Lucas Guillande

Publicitário (UFN). Atua como roteirista , produtor audiovisual e social media. Suas práticas audiovisuais e de pesquisa permeiam as artes cênicas, publicidade institucional, moda e música.

Arte: Graziela Frainer Knoll

Repleta de mistérios e suspense, a websérie “Última noite” está em fase de produção pelos acadêmicos de Publicidade e Propaganda da Universidade Franciscana (UFN). A narrativa acompanha quatro personagens, Alex, Alice, Carlos e Thais, que ficam presos na universidade durante a madrugada. Uma série de acontecimentos estranhos os levam a descobrir que isso já aconteceu antes e estão presos em um ciclo temporal que se repete a cada 20 anos.

O desenvolvimento da obra começou com a turma de Redação Publicitária para Áudio e Audiovisual e a produção foi colocada em prática na disciplina de Produção Audiovisual ll, do curso de de Publicidade e Propaganda. “Última Noite” é uma coprodução entre a disciplina de Produção Audiovisual ll e o Laboratório de Produção Audiovisual, o LabSeis. A websérie tem três episódios e cada episódio tem um diretor e assistente de direção distintos. O primeiro tem a direção de Hercules Hendges e Vitor Becker como assistente de direção, o segundo direção de João Ribas e Gabriel Valcanover na assistência e o último episódio conta com a direção de Rodrigo Bernardes e Alice Melo na assistência de direção.  

Equipe de produção da websérie na leitura do roteiro Foto: LabFem

“A ideia do projeto surgiu faz um tempo, pois eu queria analisar ou fazer uma websérie para o Trabalho Final de Graduação (TFG). Apresentei a ideia à professora Michele Trevisan e depois para a turma de Redação Publicitária para Áudio e Audiovisual que abraçou o projeto. Nós começamos a trabalhar no roteiro em cima da ideia que mostrei, agora em Produção Audiovisual ll estamos tirando esse roteiro do papel”, conta o acadêmico Rodrigo Bernardes. 

Os ensaios com o elenco começaram no mês passado e seguem até as gravações, que iniciam dia 10 deste mês. O elenco conta com a participação de Luiza Bortoluzzi, João Englert, Gabrielle Simon, Laura Balaban e Carlos Alberto Badke. O lançamento está previsto para o dia 1º de dezembro, durante o 15º Prêmio de Publicidade e Propaganda, da UFN. 

Atores da Última Noite” no primeiro ensaio Foto: Rodrigo Bernardes

A websérie é orientada pelas professoras Caroline Brum e Michele Trevisan e na técnica, Alexsandro Pedrollo e Jonathan de Souza. Também fazem parte da equipe os acadêmicos Alana Streck, Amanda Torves, Bárbara Ruviaro, Bernardo Nicoloso, Caroline Flores, Eduarda Ramos, Felipe Zatt, Fernanda Rocha, Fernanda Silveira, Gabriela de Oliveira, Isadora Ayres, João Teixeira, Laura Pantoja, Lauren Cavalheiro, Mallu Rodrigues, Mateus Venes, Nathália Cunha, Pedro Schroeder, Rodrigo Oliveira, Thaís Wollmann, Vanessa Guasque e Vitória Cornel.

Acontece hoje, 17, o colóquio Audiovisual e Questões socioambientais promovido pela TV OVO como parte do projeto Narrativas em Movimento, e será transmitido a partir das 19h, via Facebook e Youtube. O encontro será totalmente online e contará com a presença dos convidados Estêvão Ciavatta, Thais Lazzeri e Neli Mombelli, como mediadora.

Estêvão Ciavatta é diretor, roteirista, produtor e sócio-fundador da Pindorama Filmes, referência em questões sociais e ambientais. Ciavatta escreveu e dirigiu dezenas de programas de televisão, incluindo Brasil Legal, Central da Periferia e Programa Casé. Amazônia Sociedade Anônima é seu primeiro longa-metragem.

Já Thais Lazzeri é jornalista, documentarista, roteirista e diretora. Cobre direitos humanos e meio ambiente há mais de uma década. Ganhou 12 prêmios de jornalismo. Dirigiu o documentário “O Amanhã É Hoje”, lançado na COP24. Em 2020 fundou a FALA – histórias para não esquecer, produtora de conteúdo e de filmes.

Neli Mombelli é documentarista, produtora cultural e professora de audiovisual na Universidade Franciscana, com mestrado e doutorado em Comunicação pela Universidade Federal de Santa Maria. Integra o coletivo audiovisual TV OVO há 12 anos onde atua na elaboração de projetos, como oficineira de realização audiovisual e na direção, produção e montagem de filmes. Dentre as principais produções audiovisuais estão Quando Te Avisto (2020), Feminino Substantivo (2019), Depois Daquele Dia (2018), Frequências do Interior (2015), Poeira (2015) e A Semi-lua e a Estrela (2013).

Os interessados em participar e ter certificação, devem fazer sua inscrição através Sympla.

Fonte: TV OVO

No último dia do Fórum da Comunicação realizado pela Universidade Franciscana, os alunos e professores contaram com a participação de Luiz Alberto Cassol, diretor cinematográfico e Cineclubista, que falou sobre a experiência de gravar de forma remota e os desafios dessa nova proposta.

Cassol falou sobre a produção de seu trabalho, totalmente produzido de forma remota.

Cassol explicou como foi sua experiência ao gravar a obra “Deborah! O Ato da Casa” documentário baseado na vida da atriz e diretora Deborah Finocchiario, com participação da própria. Ele diz que a ideia era gravar um longa de uma forma totalmente isolada para ser lançado ainda na pandemia. Com poucos recursos e um número limitado de pessoas, Cassol assumiu o desafio de se tornar multifuncional, assumindo várias postos dentro do documentário, como direção, roteiro e produção. Ele explica que, como diretor, um dos principais aspectos a considerar em suas obras é a leitura nas expressões faciais de cada entrevistado e que, por vias remotas, isso é muito difícil identificar. No entanto, ele reconhece que sente mais liberdade para fazer perguntas do que de maneira convencional. O longa de Cassol foi selecionado para o 48º Festival de Cinema em Gramado.
Ao final da transmissão, Cassol abriu espaço para perguntas dos alunos e professores e também contou um pouco de sua história de vida e as etapas para chegar ao posto que ocupa hoje. Ele explicou que observa uma queda no ramo tradicional de cinema no Brasil, devido aos cortes no ramo artístico pelo Governo Federal. Todavia, ele afirma que esses acontecimentos servirão para fazer crescer e dar notoriedade ao cinema independente. Ele concluiu que esses acontecimentos são uma forma de “enxergar a arte no caos”.

Matéria de autoria de Rubens Francisco Miola Filho, produzida na disciplina de Produção da Notícia do curso de Jornalismo.

O documentário Quando te Avisto,  produzido pela TV OVO neste ano de 2020,  será lançado amanhã, quarta-feira, 30 de setembro,  às 19h, via canal da TV e na  sua página no facebook.

O doc integrou a Mostra de Curtas Gaúchos do Festival de Gramado deste ano e registra a presença indígena em Santa Maria, sua participação na formação histórica da cidade e a  resistência dos povos indígenas na busca pela manutenção da sua cultura.

O lançamento será acompanhado de uma live com a participação da cineasta indígena Patrícia Ferreira, do advogado indígena Rodrigo Kuaray e do fotógrafo indígena Yago Queiroz. O debate vai discutir o  lugar do audiovisual na representação dos povos indígenas.

A mediação é das diretoras do filme, Denise Copetti e Neli Mombelli, e a live poderá ser acompanhada pelo YouTube e Facebook da TV OVO.

Sinopse do filme[dropshadowbox align=”none” effect=”lifted-both” width=”auto” height=”” background_color=”#ffffff” border_width=”1″ border_color=”#dddddd” ]O que acontece quando dois olhares se cruzam? E se esses olhares compartilham de um mesmo espaço, mas se constituem em mundos próprios? O que afasta e aproxima indígenas e não indígenas? Entre colonizações e apagamentos históricos, disputas de territórios, presença e invisibilidade, o legado das comunidades indígenas é o da existência através da resistência ancorada na sua espiritualidade, no respeito às diferenças e no vínculo com a natureza. [/dropshadowbox]

Saiba mais aqui.

Fonte: TV OVO

 

Foram selecionadas 4 das 75 músicas inscritas. Foto: Imagem de Ryan McGuire por Pixabay

Depois de lançar uma chamada para selecionar  músicos e/ou bandas para a produção de um videoclipe, a turma da disciplina de Produção Audiovisual II do curso de Publicidade e Propaganda da Universidade Franciscana (UFN) teve a difícil tarefa de selecionar 4 das 75 músicas inscritas.

As inscrições contemplaram 16 gêneros e subgêneros musicais, sendo que os com maior número de inscritos foram o rap (12), o rock (9), trap (7) e pop (6). João Paulo Antunes, um dos alunos da turma, comenta que quando decidiram fazer o formulário, não havia muita expectativa de inscritos. O resultado impressionou!

“A seleção foi divertida por ver o quanto de diversidade e pluralidade existe em nossa cidade, mas, acima de tudo, enriquecedora. Ver novos estilos, gêneros e artistas é sempre bom e oxigena o que pensamos sobre onde moramos. No fim, escolher alguém é saber que estaremos dando uma grande ajuda para um artista local e que ambos vão ser recompensados de alguma forma”, cometa ele. Sabrina Bianchi Soares frisou que a maioria dos inscritos eram desconhecidos da turma: “é muito legal perceber que Santa Maria, sim, possui grandes músicos que na maioria não são conhecidos”.

Além do número de inscritos, a variedade de composições e de estilos dificultou a seleção. Para João, “vários artistas têm um conteúdo muito bacana e que merecia ter uma história contada e ilustrada em clipe ou então algo que pudesse mostrar a essência do som que fazem”. Contudo, como a disciplina possui 14 estudantes, foram selecionadas 4 músicas que são:

Sete Mares, da banda Arteja – gênero pop rock

Look Around , de Rafa Recchia – gênero hiphop/rap

Trip, de Juca – gênero trap/rap

Velhos discos, da banda Nevoero – gênero blues rock

Agora, os próximos passos são contatar os artistas e fazer os roteiros. “Espero que saia um trabalho que possa fazer diferença na estrada profissional do músico ou da banda e que possamos aprender juntos durante o processo”, empolga-se Sabrina.

A proposta audiovisual será inteiramente elaborada e executada pelos alunos durante o mês de outubro, sob orientação da professora Neli Mombelli e com suporte Alexsandro Pedrollo, diretor de fotografia da instituição.

Gravações do curta metragem. Foto: Denzel Valiente/LABFEM

Blackout é mais um curta metragem que está sendo produzido pelos alunos do curso de Publicidade e Propaganda da Universidade Franciscana. Com roteiro escrito pelas acadêmicas Thais Trindade, Júlia Medeiros e Gabrielle Simon, o curta faz parte de um projeto das disciplinas Redação Publicitária para audiovisual e Produção Audiovisual.

A história se passa em uma atmosfera de investigação e suspense que acontece em um mundo paralelo. Dois policiais, Martina e Daniel investigam a morte de Thalia. Durante o inquérito, Mateus, irmão de Thalia é morto. Eles, então, descobrem que estão investigando seus próprios assassinatos, e que Thalia e Mateus são suas representações no mundo paralelo e atemporal.

As tomadas estão sendo feitas nas dependências dos cursos de Comunicação da UFN e, após ser gravado, o curta metragem terá seu lançamento no Vaca Profana, em data ainda não definida.

 

Para quem gosta de audiovisual, a próxima semana traz duas atividades voltadas a área. O 7º Fórum Arte, Cinema e Audiovisual irá discutir a produção sul-americana, a partir das 16h na Sala 1203 do prédio 40 CAL/UFSM. Para discutir o tema, foram os convidados Fernando Codevilla,  professor da UFN que discute arte e tecnologia, Marcos Borba, integrante da TV OVO que estuda política e estética do documentário, e Marilice Daronco, integrante do Laboratório de Estudos e Pesquisas em Memória e Narrativas Audiovisuais (Moviola) e que pesquisa cinema e memória. Interessados deverão fazer as inscrições gratuitas em bit.ly/7forumACA.
Já a 2ª Mostra Arte, Cinema e Audiovisual que conta com trabalhos de jovens artistas na linguagem visual na curadoria de Nara Cristina Santos, será aberta no mesmo dia, às 17h, na sala Cláudio Carroconde, prédio 40 CAL/UFSM. Nela estarão presentes Calixto Bento, Camila Zappe, Carolina Berger, Evandro Bertuol, Fernanda Codinotti, Marcelo Birck, Raul Dotto Rosa e Ricardo Garlet. A mostra tem entrada gratuita e seguirá até sexta-feira, 31 de maio.
E a partir das 18h, inicia a segunda edição do Assimetria – Festival Universitário de Cinema e Audiovisual, no prédio 67. Naterça-feira, o curta-metragem de ficção Persona, produzido na disciplina de Cinema II do curso de Jornalismo da UFN estará na tela, concorrendo a um dos troféus. A entrada é franca e a programação seguirá até quarta-feira, 29 de maio, dia em que serão anunciados os vencedores da edição. O  público poderá votar nos melhores curtas escolhendo o curta do júri popular. A premiação será realizada em Florianópolis, cidade que sedia o evento neste ano. A capital catarinense e Santa Maria terão sessões concomitantes. Para mais informações, acesse a página do Festival no Facebook.
Acompanhe a programação santa-mariense .

Gravação das imagens do documentário. Foto: Francine Nunes

O documentário Passo do Verde – o 6º distrito produzido pela TV OVO em 2018, e parte do projeto Por onde Passa a Memória da Cidade, será apresentado no palco Livro Livre, no dia 29 de abril, às 19h. A produção trata da história, do cotidiano e das principais características desse distrito por meio da fala de moradores da localidade.

O filme foi dirigido por Alan Orlando e Helena Moura e, segundo a assessoria da TV OVO, teve suas primeiras cenas gravadas em fevereiro, durante a tradicional festa de Iemanjá. Por cerca de 10 dias, a produção fez o trabalho da pesquisa de personagens, da observação da vida cotidiana, além do registro das imagens.

O distrito se localiza ao sul da cidade de Santa Maria,  sua economia gira em torno da pecuária, da plantação de soja e arroz, e a exploração da areia, cujos carregamentos abastecem a região.

A iniciativa da TV OVO conta com o financiamento da Lei de Incentivo á Cultura de Santa Maria (LIC/SM), que também registrou o distrito de Pains, fechando ao todo nove distritos rurais santa-marienses registrados desde 2014.

Após a exibição haverá uma roda de conversa entre produtores e público interessado.