Segunda sessão do espetáculo Say Hello para o Futuro ocorreu nesse sábado


Por Amanda Souza

 

Foto: divulgação

Foto: divulgação

No último sábado, 28 de março, a segunda sessão do espetáculo ‘Say Hello para o Futuro’, do Teatro Por Que Não?, lotou a sala do Espaço Cultural Victorio Faccin, a qual tem capacidade para 90 pessoas. A peça, que conta com quatro atores, atraiu público de todas as idades e teve duração de, aproximadamente, duas horas. As cenas abordaram o tema Redes Sociais e Tecnologias, além das expressões mais usadas na internet, como selfie, hashtags, ‘curtidas’, ‘cutucadas’, entre outros.

O diretor do espetáculo, Felipe Martinez, 26, formado em Artes Cênicas pela (UFSM) Universidade Federal de Santa Maria, mencionou que a ideia do espetáculo surgiu a partir de relatos e vivências dos próprios atores e dele mesmo. “Queríamos fazer algo independente já que todas as peças anteriores tinham parceria com a UFSM. Esse foi o primeiro espetáculo feito totalmente fora da Universidade, no qual todos os atores já estão formados”, conta.

A partir de brincadeiras e conversas sobre as relações nas redes sociais surgiu o tema do espetáculo. Antes dos ensaios, os atores pesquisaram sobre o assunto e começaram a juntar materiais e perfis de pessoas que se destacavam na internet, além dos próprios perfis deles.  Além disso, queriam algo mais dinâmico, sem início, meio e fim – por isso as inúmeras cenas isoladas. Martinez relata que o grupo pretende atualizar as cenas ao longo do ano, para mais apresentações, já que a internet evolui rapidamente. “O tema Redes Sociais e Tecnologia proporciona liberdade para inserir novos assuntos e excluir alguns, caso fiquem ultrapassados”, destaca.

Segundo o diretor, conforme o espetáculo é apresentado, ele tem a ideia de como o público o recebe e o quanto atrai a atenção. Nesta edição, eles ficaram impressionados com o grande número de expectadores e como se identificaram com as cenas. Prova disso, foi a reapresentação, a qual foi realizada devido a grande procura. “Muita gente não conseguiu entrar na primeira sessão. Isso nos levou a programar uma nova data a fim de atender o público”, relata.

A atriz Juliet Castadello, 24, destaca que o roteiro foi criado e escrito durante os ensaios. Muitas cenas eram improvisados e inspiradas tanto na vivência dos atores, quanto nos perfis das redes sociais. Ela conta que a estreia foi no dia 1º de março, na comemoração de 5 anos da companhia. “Em janeiro os ensaios foram intensificados. Criamos a estrutura do espetáculo e a ordem das cenas, todas ligadas pela temática da internet e com diversos personagens”, explica.

Na companhia, os atores compartilham aulas de encenação. A direção enfatiza que o objetivo das aulas é compartilhar experiência com quem pretende começar a atuar ou tem curiosidade. Logo, o curso não é profissionalizante.

A Companhia’Por que Não?’ vai se apresentar no Teatro 13 de Maio, sem data definida. Para saber mais sobre as próximas sessões acesse: na página do grupo e no site.

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *