Internacional Week: desafios da internacionalização é tema de debate


Por Bibiana Iop

 

Professora Lurdes Lomba e reitora Irmã Iraní Rupolo. Fotos: Mariana Olhaberriet/LABFEM

Na tarde desta quinta-feira(22), as convidadas para compartilhar suas experiências na Internacional Week no Centro Universitário Franciscano foram a professora Lurdes Lomba, da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra, Portugal, e  Margarita Poblete Troncoso, professora da Universidad Catolica del Maule, no Chile. A reitora do Centro Universitário Franciscano, Irmã Iraní Rupolo também participou da mesa redonda sobre as conquistas e desafios da internacionalização, que teve a mediação do professor Rodrigo Jappe.

Em sua apresentação, Lurdes conta sobre o Protocolo Erasmus, um programa de apoio interuniversitário de mobilidade de estudantes e docentes do Ensino Superior entre Estados-membros da União Europeia e Estados associados, permitindo que alunos estudem em outro país. A professora diz que 29% dos alunos da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra fazem parte do programa, e que ela acredita que a mobilidade é o primeiro passo na procura de novas ideias e experiências. Já a reitora Irani Rupolo menciona a importância da internacionalização no ensino superior do Brasil. “Cada lugar oferece uma vivencia e aprendizado diferente. O aluno voltar com esse conhecimento de fora, é algo de grande valor acadêmico”, afirmou a reitora.

Equipe de organização da Internacional Week.

Após a mesa redonda, os participantes foram convidados a descer ao pátio da instituição para a Internacional Cuisine, onde ocorreu uma integração gastronômica com comidas típicas de alguns países.

Amanhã(23), sexta-feira, será o último dia da 1ª Semana Internacional onde será ministrado o Workshop: Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem. O evento de manhã, às 8h30min, e a tarde, ás 14h, na Sala de Conferências, no 10º andar do prédio 17, no Conjunto III da Unifra.

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *