Área de Tecnologias na Mostra das Profissões 2018


Por Francis Barrozo

 

Cursos das áreas de tecnologia apresentaram projetos desenvolvidos em laboratórios. Fotos: Mariana Olhaberriet/LABFM

A área de tecnologia é um dos campos de atuação que a UFN propicia para quem entra na instituição, é composto pelos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Ciência da Computação, Design, Design de Moda, Engenharia Biomédica, Engenharia Ambiental e Sanitária, Engenharia de Materiais, Engenharia Química, Física Médica, Jogos Digitais, Radiologia e Sistema de Informação. Nos estandes da Mostra das Profissões de 2018, os cursos das tecnológicas dividiram o mesmo espaço, numa proposta de integração das suas várias modalidades.

A aluna Fernanda Foliatti, de 18 anos, do curso de Engenharia Biomédica, afirma que o curso é muito abrangente. Segundo a universitária, há vários laboratórios na UFN em que se podem vivenciar a prática. Ela diz que a mostra é importante para entender as diferenças entre as engenharias, que a Biomédica integra a área da engenharia e a saúde.

A professora do curso de Design e coordenadora adjunta do curso de Design de Moda, Helen Vanessa Kerkhoff, diz “aqui estamos com os dois cursos juntos no mesmo estande, mas na verdade eles são dois cursos separados. O curso de Design de Moda trabalha a área de vestuário, acessórios, desenho de joias e parte de design trabalha desenho gráfico, comunicação visual, identidade de empresas, até a parte de produto, nesse caso trabalhamos com equipamentos, mobiliário, design de interiores. É uma área bastante vasta e depois de inseridos no curso, os alunos escolhem um ateliê específico ou algum laboratório específico. ” Segundo a professora, apesar de ser um curso novo na cidade, ele tem muitas oportunidades no mercado de trabalho.

Luiza Sangoi, bancária, visitou a mostra com os filhos e considera que a feira é uma oportunidade deles estarem em contato com o que o irão escolher como profissão.

Na Física Médica, o aluno Leonardo Brum, de 22 anos, afirma que o curso integra as áreas de radioterapia, radiodiagnóstico e nanotecnologia. É um curso que exige conhecimento vasto de exatas, de quem gosta de física.

Gabriel Lovato, 23 anos, do curso de Sistema de Informação, acredita que a mostra é importante para expor ao público o que é o curso, pois a tecnologia é essencial. Para quem quer fazer o curso, ele diz que é o futuro.

Para Germano Rossani, coordenador do curso de Engenharia a mostra é importante porque os professores, muitas vezes, percebem que os alunos têm um perfil típico das exatas. Eles chegam nos cursos sem saberem o que é de fato uma engenharia, não sabem o que o engenheiro faz, o campo de trabalho e as áreas que eles podem atuar. Quem chega no estande pode entender melhor esse campo vasto de atuação, conclui o professor.

Confira as novidades do curso de Engenharia Biomédica

Engenharia Biomédica na Mostra das Profissões UFN

O coordenador de Engenharia Biomédica, Luis Fernando, apresentou as especificações do curso. Laproa na cobertura da 7ª Mostra das Profissões.Repórter: Luana OliveiraImagens: Allysson Marafiga

Posted by Laproa – Laboratório de Produção Audiovisual on Saturday, September 1, 2018

 

 

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *