Condição feminina é tema do espetáculo Há Perigo, Maria


Por Bibiana Iop

 

Violência doméstica, machismo e feminicídio são os temas que motivaram a artista e aluna do curso de Artes Cênicas da UFSM, Bárbara Cembranel a idealizar o espetáculo Há Perigo, Maria. A peça teatral estreou em novembro de 2018 no Teatro Caixa Preta e, na próxima quinta-feira, 6 de junho, será apresentado no Theatro Treze de Maio, às 20h.

Com orientação da professora Mariane Magno, a peça discute o lugar da mulher numa sociedade que frequentemente a silencia. Os ingressos estão disponíveis na bilheteria do Theatro ou pelos números 55 99677-5996, com Mariana Giacomini  e  55 98412-0821, com Bárbara Cembranel. A meia-entrada, referente a estudante e idosos é de R$10,00, antecipada ou sócios do teatro é R$15,00 e, na hora, será R$20,00.

Divulgação

O espetáculo tem duração de 60 minutos e a classificação é 14 anos. A organização também sugere a confirmação da presença no evento do Facebook.

Confira a sinopse:

A mulher que tem opinião própria. Puta

A mulher que exige respeito. Puta.
A mulher que não aceita ser tratada de qualquer forma. Puta.
A mulher que decide sobre sua própria vida. Puta.
A mulher que é violentada por um homem. Puta.
A mulher que é morta por um homem. Puta.
Há perigo em casa.
Há perigo na rua.
Há perigo no trabalho.
Há perigo em todos os lugares.
Onde posso me sentir segura?

 

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *