Diferentes gêneros de textos jornalísticos participam do Prêmio


Por Emanuely Guterres

 

Mais uma categoria que será avaliada no 6º Prêmio de Jornalismo da Universidade Franciscana envolve os diferentes tipos de textos jornalísticos existentes na área da comunicação. Para isso, foram escolhidos três jurados para avaliarem os trabalhos. Conheça-os:

Michelle Teixeira. Foto: Arquivo pessoal

Michelle Teixeira será jurada na modalidade “Reportagem”, no digital e no impresso. Michelle é ex-aluna e ex-professora da instituição, tendo formação em Ciências Sociais na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Jornalismo na UFN e pós-graduação em Jornalismo Digital pela PUCRS. Atualmente, é editora de distribuição da GaúchaZH, do Grupo RBS, mas já trabalhou como editora do Diário de Santa Maria, onde teve uma coluna de moda e foi responsável pelas redes sociais. No seu período de acadêmica, a jornalista teve passagem pela TV Unifra, pelo setor de comunicação da Cesma e também foi assessora de imprensa da Dois Agência de Conteúdo. Michelle relembra com nostalgia seus tempos de aluna e professora, “mesmo trabalhando em uma redação profissional de jornal desde 2011, fazer parte desta construção prática e gradual dos futuros jornalistas foi algo que realmente me moldou como educadora e, acima de tudo, como jornalista”.

Luisa Neves. Foto: Arquivo pessoal

Avaliando a modalidade “Perfil e Entrevista”, a jornalista Luisa Neves usará seus conhecimentos para julgar os trabalhos concorrentes. Formada em Jornalismo na UFN, hoje Luisa é editora no caderno de variedades da Diário de Santa Maria. Caminhando bastante pelos laboratórios do curso de Jornalismo durante sua graduação, Luisa achou seu espaço na escrita. A jornalista relata o quanto é fascinante entrevistar as pessoas e montar perfis baseando-se na vida e no cotidiano das pessoas. “Essa modalidade é essencial, devemos ouvir o que as pessoas tem a dizer e mostrar o que elas têm de melhor, como nos perfis”, conclui Luisa.

Antônio Cândido. Foto: Arquivo pessoal

Já a modalidade  “Resumo ou Comentário, Artigo de Opinião e Crônica” será avaliada por Antônio Cândido Ribeiro. Advogado, procurador da Fazenda Nacional e cronista de jornais de Santa Maria, atuou nos jornais A Razão e A Cidade e atualmente é colaborador do Diário de Santa Maria. Além disso atuou em rádio e televisão. Já publicou, em coautoria e individualmente, 18 livros, entre esses seis de crônicas. Foi presidente da Associação Santa-Mariense de Letras (ASL) e do Conselho Municipal de Cultura de Santa Maria. Recebeu, em 2005, a Medalha do Mérito Cultural “Prado Veppo”, outorgada pelo Legislativo Municipal da cidade e foi Patrono da Feira do Livro de Santa Maria de 2010. Candinho, como é conhecido, é integrante da Turma do Café – um grupo de escritores com forte participação na vida cultural e literária da cidade.

Deixe um comentário

Adicione o seu comentário abaixo, ou trackback de seu próprio site. Você também pode acompanhar estes comentários (assinar) via RSS.

Seu e-mail nunca será divulgado, nem compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com *