Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Lançada hoje a Feira do Livro 2006

Coordenadores, autoridades e representantes das escolas se reuniram para apresentar as novidades do evento para este ano.

Na manhã desta terça-feira, 14 de março, dia da poesia, foi lançada a Feira do Livro 2006, no Hotel Morotin. A divulgação das atrações já confirmadas aconteceu na presença da patrona Aristilda Rechia e do patrono da feira infantil, Antônio Auri Sudati. Os homenageados são João Cezimbra Jacques e Mário Quintana.

A coordenadora da feira, Cristina Jobim, apresentou a programação e confirmou alguns nomes para o evento. A Feira do Livro acontecerá de 3 a 17 de maio, na Praça Saldanha Marinho. Algumas das presenças confirmadas são Larry Wizuiewsky, Dilan Camargo, Carlos Gerbase e Marcelo Canellas, que participarão de sessões de autógrafos e de um bate-papo.

   – Vagas para oficinas e lançamentos de livros ainda estão em aberto

Cristina lembrou que as participações nas oficinas da feira devem ser confirmadas com antecedência, pelo telefone (55) 3223-3770. Professores podem se candidatar como oficineiros, ou participar com alunos de 1a a 4a séries. Inscrições para lançamentos de livros e sessões de autógrafos serão aceitas até o dia 31 de março, na Biblioteca Pública Municipal, na avenida Presidente Vargas.

  – Autoridades se manifestaram no lançamento da Feira

Em seu discurso, o secretário de cultura Humberto Gabbi Zanatta destacou um dos objetivos da feira: motivar novos leitores. "Acredito que tenhamos bom público na feira, mas duvido que a maioria leia ou compre livros", acrescentou. Zanatta lembrou as adversidades encontradas na área da cultura mas ressaltou os esforços da secretaria, com o apoio de instituições, para reverter a situação.

O prefeito Valdeci Oliveira lembrou a quarta colocação de Santa Maria no ranking nacional do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio): "Somos a primeira cidade do Estado em termos de educação. Isso nos dá auto-estima para buscar o título de Capital da Cultura". Sobre a importância da leitura, o prefeito afirmou:

– Se cada pessoa lesse uma página de livro por dia, o país sería diferente.

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Coordenadores, autoridades e representantes das escolas se reuniram para apresentar as novidades do evento para este ano.

Na manhã desta terça-feira, 14 de março, dia da poesia, foi lançada a Feira do Livro 2006, no Hotel Morotin. A divulgação das atrações já confirmadas aconteceu na presença da patrona Aristilda Rechia e do patrono da feira infantil, Antônio Auri Sudati. Os homenageados são João Cezimbra Jacques e Mário Quintana.

A coordenadora da feira, Cristina Jobim, apresentou a programação e confirmou alguns nomes para o evento. A Feira do Livro acontecerá de 3 a 17 de maio, na Praça Saldanha Marinho. Algumas das presenças confirmadas são Larry Wizuiewsky, Dilan Camargo, Carlos Gerbase e Marcelo Canellas, que participarão de sessões de autógrafos e de um bate-papo.

   – Vagas para oficinas e lançamentos de livros ainda estão em aberto

Cristina lembrou que as participações nas oficinas da feira devem ser confirmadas com antecedência, pelo telefone (55) 3223-3770. Professores podem se candidatar como oficineiros, ou participar com alunos de 1a a 4a séries. Inscrições para lançamentos de livros e sessões de autógrafos serão aceitas até o dia 31 de março, na Biblioteca Pública Municipal, na avenida Presidente Vargas.

  – Autoridades se manifestaram no lançamento da Feira

Em seu discurso, o secretário de cultura Humberto Gabbi Zanatta destacou um dos objetivos da feira: motivar novos leitores. "Acredito que tenhamos bom público na feira, mas duvido que a maioria leia ou compre livros", acrescentou. Zanatta lembrou as adversidades encontradas na área da cultura mas ressaltou os esforços da secretaria, com o apoio de instituições, para reverter a situação.

O prefeito Valdeci Oliveira lembrou a quarta colocação de Santa Maria no ranking nacional do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio): "Somos a primeira cidade do Estado em termos de educação. Isso nos dá auto-estima para buscar o título de Capital da Cultura". Sobre a importância da leitura, o prefeito afirmou:

– Se cada pessoa lesse uma página de livro por dia, o país sería diferente.