Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Motos, música e confraternização

Em São Pedro do Sul, nos dias 20, 21 e 22 de outubro, aconteceu, na Associação dos Amigos do Banco do Brasil (AABB), o 5º Mate Moto, encontro que reúne motociclistas do RS e de fora do estado.

O evento é realizado pelos Garras Negras, moto grupo da cidade, que possue 38 componentes, os quais não são só de São Pedro, como também de Santa Maria, Rio Grande, Porto Alegre e Paraná. Os visitantes puderam prestigiar as mais variadas atrações, entre elas show de bandas convidadas e das que participaram do 2ºFest Bandas, festival promovido pela rádio Atlântida, welling (acrobacias feita com motos) e exposição de estandes.

De acordo com Alexandre Nunes, presidente honorário do Garras Negras, tudo começou com um encontro de amigos. “Há cinco anos, convidamos nossos amigos que viajavam conosco para se reunir com suas motos na praça da cidade e tomar um mate, por isso o nome Mate Moto. No segundo ano, o pessoal pediu para fazer apresentações com suas motos. A partir daí, o encontro começou a crescer. E no terceiro ano, passou a ser realizado na AABB e as pessoas passaram a visitar, conferir e pedir apresentações”, explica.

Para Nunes, o principal objetivo do encontro é reunir os amigos e confraternizar. “Dentro dos moto grupos participantes existem pessoas de várias profissões como médicos, dentistas e militares. Entretanto, aqui não existe classe sociais, são todos amigos”, ressalta.

O festival de bandas foi um dos pontos altos do evento. Dele puderam participar bandas locais e de outras cidades. Os integrantes da banda Ellite Rock Band, Aniele Freire (vocal), Carlos Leopoldo (baixo), Leonardo Pancieira (bateria) e Márcio Borba (guitarra) participaram do festival e gostaram muito do evento. “Estou achando bem legal, pois esse encontro de motociclistas tem relações com Rock, que é o nosso estilo musical”, diz Leopoldo.

“O evento está muito bom, está tendo bastante confraternização entre os participantes”, complementa Leonardo. Para Aniele, o festival é uma ótima oportunidade para as bandas novas mostrarem seu trabalho. “Aqui no festival foi dada grande oportunidade para as bandas, pois quem quisesse participar, era só chegar e falar com os organizadores e poderiam tocar. Isso é muito bom para as bandas desconhecidas”, destaca a vocalista. A respeito das expectativas da banda, o guitarrista Márcio afirma que ganhar não é o objetivo principal. “O impotante é participar, ganhar é conseqüência”, diz.

As irmãs e integrantes da banda Dark Way, Rachel e Renata Adelaide de Castro Ferré, eram pura expectativa antes da apresentação. “É a primeira vez que vamos participar de um festival e tocar em público, os outros integrantes do grupo já possuem mais experiência. A nossa intenção é participar, mas se ganharmos melhor”, afirma Renata.

Para Felipe Santana (Fefo), vocalista da banda Velharia LP de Santa Maria, foi satisfatório participar do festival.  “Já tocamos em vários festivais e neste é a primeira vez. A receptividade foi muito boa e o festival foi muito bem planejado, teve alguns problemas como qualquer outro, mas, no geral, foi muito bom tocar aqui”, afirma.

No Mate Moto, a paixão por motos e pela estrada não tem idade. Exemplo disso é o moto grupo Cawboys Arretados do Asfalto de Santa Maria, que possue entre seus integrantes pessoas como Élder Silva, 60anos, presidente do grupo, e Leda Aparecida Correia Pedroso, 59 anos, que participam de diversos encontros e pela primeira vez foram ao mate moto. “Praticamente todos os eventos que tiverem no estado, procuramos participar, cada encontro que vamos, arrumamos mais amizade e neste não foi diferente”, diz. Leda Aparecida afirma que adora andar de moto. “Ando de moto em todas as partes, onde for preciso”, finaliza.

       

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Em São Pedro do Sul, nos dias 20, 21 e 22 de outubro, aconteceu, na Associação dos Amigos do Banco do Brasil (AABB), o 5º Mate Moto, encontro que reúne motociclistas do RS e de fora do estado.

O evento é realizado pelos Garras Negras, moto grupo da cidade, que possue 38 componentes, os quais não são só de São Pedro, como também de Santa Maria, Rio Grande, Porto Alegre e Paraná. Os visitantes puderam prestigiar as mais variadas atrações, entre elas show de bandas convidadas e das que participaram do 2ºFest Bandas, festival promovido pela rádio Atlântida, welling (acrobacias feita com motos) e exposição de estandes.

De acordo com Alexandre Nunes, presidente honorário do Garras Negras, tudo começou com um encontro de amigos. “Há cinco anos, convidamos nossos amigos que viajavam conosco para se reunir com suas motos na praça da cidade e tomar um mate, por isso o nome Mate Moto. No segundo ano, o pessoal pediu para fazer apresentações com suas motos. A partir daí, o encontro começou a crescer. E no terceiro ano, passou a ser realizado na AABB e as pessoas passaram a visitar, conferir e pedir apresentações”, explica.

Para Nunes, o principal objetivo do encontro é reunir os amigos e confraternizar. “Dentro dos moto grupos participantes existem pessoas de várias profissões como médicos, dentistas e militares. Entretanto, aqui não existe classe sociais, são todos amigos”, ressalta.

O festival de bandas foi um dos pontos altos do evento. Dele puderam participar bandas locais e de outras cidades. Os integrantes da banda Ellite Rock Band, Aniele Freire (vocal), Carlos Leopoldo (baixo), Leonardo Pancieira (bateria) e Márcio Borba (guitarra) participaram do festival e gostaram muito do evento. “Estou achando bem legal, pois esse encontro de motociclistas tem relações com Rock, que é o nosso estilo musical”, diz Leopoldo.

“O evento está muito bom, está tendo bastante confraternização entre os participantes”, complementa Leonardo. Para Aniele, o festival é uma ótima oportunidade para as bandas novas mostrarem seu trabalho. “Aqui no festival foi dada grande oportunidade para as bandas, pois quem quisesse participar, era só chegar e falar com os organizadores e poderiam tocar. Isso é muito bom para as bandas desconhecidas”, destaca a vocalista. A respeito das expectativas da banda, o guitarrista Márcio afirma que ganhar não é o objetivo principal. “O impotante é participar, ganhar é conseqüência”, diz.

As irmãs e integrantes da banda Dark Way, Rachel e Renata Adelaide de Castro Ferré, eram pura expectativa antes da apresentação. “É a primeira vez que vamos participar de um festival e tocar em público, os outros integrantes do grupo já possuem mais experiência. A nossa intenção é participar, mas se ganharmos melhor”, afirma Renata.

Para Felipe Santana (Fefo), vocalista da banda Velharia LP de Santa Maria, foi satisfatório participar do festival.  “Já tocamos em vários festivais e neste é a primeira vez. A receptividade foi muito boa e o festival foi muito bem planejado, teve alguns problemas como qualquer outro, mas, no geral, foi muito bom tocar aqui”, afirma.

No Mate Moto, a paixão por motos e pela estrada não tem idade. Exemplo disso é o moto grupo Cawboys Arretados do Asfalto de Santa Maria, que possue entre seus integrantes pessoas como Élder Silva, 60anos, presidente do grupo, e Leda Aparecida Correia Pedroso, 59 anos, que participam de diversos encontros e pela primeira vez foram ao mate moto. “Praticamente todos os eventos que tiverem no estado, procuramos participar, cada encontro que vamos, arrumamos mais amizade e neste não foi diferente”, diz. Leda Aparecida afirma que adora andar de moto. “Ando de moto em todas as partes, onde for preciso”, finaliza.