Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

“Criatividade acima de tudo”

 

     “O jornalista multimídia deve ser um grande leitor, espectador, ouvinte e internauta”. Essa foi uma das questões que o jornalista Marlon Herath salientou no Workshop de hoje à tarde, no V Fórum de Comunicação da Unifra.

     Tendo como tema do minicurso Jornalista Multimídia, Herath, que é coordenador da Rádio Justiça, em Brasília, sugeriu aos alunos, inicialmente, a discussão de uma pauta e, posteriormente, a cobertura para os diferentes meios de comunicação.

     Munidos de filmadoras, microfones, câmeras, gravadores e  blocos de anotações, os participantes saíram pelo pátio da Unifra e arredores coletando entrevistas sobre a expectativa da comunidade em relação à vinda do Papa Bento XVI ao Brasil. As informações obtidas foram as mais variadas possíveis, a partir de contato com católicos, não praticantes, além de pessoas de outras religiões e ateus.

     O desafio seguinte foi transformar esses dados em textos multimídias, isto é, “criatividade acima de tudo para fazer diferentes versões para meios específicos”, alertou o jornalista. O resultado do trabalho foi surpreendente: ângulos distintos, textos variados e convergentes.

Fotos: Núcleo de Fotografia 

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

     “O jornalista multimídia deve ser um grande leitor, espectador, ouvinte e internauta”. Essa foi uma das questões que o jornalista Marlon Herath salientou no Workshop de hoje à tarde, no V Fórum de Comunicação da Unifra.

     Tendo como tema do minicurso Jornalista Multimídia, Herath, que é coordenador da Rádio Justiça, em Brasília, sugeriu aos alunos, inicialmente, a discussão de uma pauta e, posteriormente, a cobertura para os diferentes meios de comunicação.

     Munidos de filmadoras, microfones, câmeras, gravadores e  blocos de anotações, os participantes saíram pelo pátio da Unifra e arredores coletando entrevistas sobre a expectativa da comunidade em relação à vinda do Papa Bento XVI ao Brasil. As informações obtidas foram as mais variadas possíveis, a partir de contato com católicos, não praticantes, além de pessoas de outras religiões e ateus.

     O desafio seguinte foi transformar esses dados em textos multimídias, isto é, “criatividade acima de tudo para fazer diferentes versões para meios específicos”, alertou o jornalista. O resultado do trabalho foi surpreendente: ângulos distintos, textos variados e convergentes.

Fotos: Núcleo de Fotografia