Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Alimentação Supersaudável

 

O hábito de consumir vegetais e saladas é mais do que sabido quando se trata de alimentação saudável.  O que é novidade no prato de muitas pessoas atualmente é o crudivorismo, hábito de comer alimentos crus ou desidratados.

A Alimentação crudívora é conhecida também por Comida Viva ou Alimentação Viva, pois parte do pressuposto que os alimentos não são cozidos e por isso, estão vivos.  Além dos alimentos crus, os crudivoristas também consomem  frutos frescos e secos (hidratados), vegetais, sementes, grãos germinados e algas, ricos em enzimas e todos os nutrientes necessários para o corpo humano.

 No Congresso da Associação Européia Vegetariana, realizado em 2005, foi apresentada uma teoria que defende o consumo de alimentos que não passaram por cozimento. Segundo a teoria, os nutrientes crus irradiam fótons, que são pequenas partículas de luz e protegem o sistema imunológico além de destruir células cancerígenas. De acordo com os seguidores da dieta, os alimentos aquecidos são expostos a uma irradiação que se torna muito forte e depois cessa, o que faz com que os alimentos "morram".

 

Crudivoristas

 A estudante de psicologia da UFSC, Lívia Mello da Silveira é vegetariana há dois anos e há quatro meses aderiu à dieta crudivorista. Muitas pessoas rejeitam a dieta alegando que a comida não tem sabor. Sobre isso, Lívia comenta: “O problema é que o paladar das pessoas está intoxicado com tanta comida rápida, fritura e gordura animal. A partir do momento que seu organismo se desintoxica você passa a perceber sabores e aromas que não sentia antes”.

As opiniões são divididas, mas alguns nutricionistas apóiam a medida crudivorista. A nutricionista Vera Carvalho Gomes explica: “Na verdade, não existe a necessidade de alguém  ser só vegetariano ou só crudivorista. As pessoas tendem a segmentar demais. Você pode usar do que mais lhe agrada de cada tipo de dieta”. No entanto, a dieta crudivorista é mais do que saudável, visto que os alimentos estão totalmente naturais”.


Érica Barreto é estudante de arquitetura e crudivorista há um ano e conta que conheceu a dieta em um Encontro de Culturas Alternativas, que ocorre uma vez ao ano. “Lá conheci comunidades rurais, e fiquei longe da cultura de consumo, praticando a agricultura orgânica, a fitoterapia, a defesa do meio ambiente. Aprendi uma culinária especial”, comenta.

 

Crudivorismo Online
 Muitos grupos na internet se reúnem para discutir novas dietas e receitas.  O website centrovegetariano.org  explica de maneira bem simples como manter a alimentação sadia: “Se fosse necessário manter apenas três grandes princípios da alimentação sadia, seria a regra que respeita os três "V":
– V para vegetal, isto é, dar o lugar preponderante na nossa alimentação aos alimentos de origem vegetal, consumindo apenas pequenas quantidades dos alimentos de origem animal.
– V para variado, isto é, evitar qualquer monotonia e hábitos repetidos.
– V para vivo, ou seja, comer principalmente alimentos não desnaturados, como os grãos germinados, as frutas e os legumes crus, suprindo o organismo das enzimas, das vitaminas e das substâncias biológicas que ele necessita.

 O que tem chamado a atenção de muitos vegetarianos ou simplesmente pessoas que querem emagrecer um pouco, é o Programa em DVDs, chamado “Not The Cooking Show” (O Programa de não-Culinária), que ensina a fazer receitas crudivoristas, vegetarianas e vegans.

 

Para saber mais acesse: www.sitiovegetariano.com.br e http://www.alivefoods.com/detoxretreats.html

Fotos: divulgação.

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

 

O hábito de consumir vegetais e saladas é mais do que sabido quando se trata de alimentação saudável.  O que é novidade no prato de muitas pessoas atualmente é o crudivorismo, hábito de comer alimentos crus ou desidratados.

A Alimentação crudívora é conhecida também por Comida Viva ou Alimentação Viva, pois parte do pressuposto que os alimentos não são cozidos e por isso, estão vivos.  Além dos alimentos crus, os crudivoristas também consomem  frutos frescos e secos (hidratados), vegetais, sementes, grãos germinados e algas, ricos em enzimas e todos os nutrientes necessários para o corpo humano.

 No Congresso da Associação Européia Vegetariana, realizado em 2005, foi apresentada uma teoria que defende o consumo de alimentos que não passaram por cozimento. Segundo a teoria, os nutrientes crus irradiam fótons, que são pequenas partículas de luz e protegem o sistema imunológico além de destruir células cancerígenas. De acordo com os seguidores da dieta, os alimentos aquecidos são expostos a uma irradiação que se torna muito forte e depois cessa, o que faz com que os alimentos "morram".

 

Crudivoristas

 A estudante de psicologia da UFSC, Lívia Mello da Silveira é vegetariana há dois anos e há quatro meses aderiu à dieta crudivorista. Muitas pessoas rejeitam a dieta alegando que a comida não tem sabor. Sobre isso, Lívia comenta: “O problema é que o paladar das pessoas está intoxicado com tanta comida rápida, fritura e gordura animal. A partir do momento que seu organismo se desintoxica você passa a perceber sabores e aromas que não sentia antes”.

As opiniões são divididas, mas alguns nutricionistas apóiam a medida crudivorista. A nutricionista Vera Carvalho Gomes explica: “Na verdade, não existe a necessidade de alguém  ser só vegetariano ou só crudivorista. As pessoas tendem a segmentar demais. Você pode usar do que mais lhe agrada de cada tipo de dieta”. No entanto, a dieta crudivorista é mais do que saudável, visto que os alimentos estão totalmente naturais”.


Érica Barreto é estudante de arquitetura e crudivorista há um ano e conta que conheceu a dieta em um Encontro de Culturas Alternativas, que ocorre uma vez ao ano. “Lá conheci comunidades rurais, e fiquei longe da cultura de consumo, praticando a agricultura orgânica, a fitoterapia, a defesa do meio ambiente. Aprendi uma culinária especial”, comenta.

 

Crudivorismo Online
 Muitos grupos na internet se reúnem para discutir novas dietas e receitas.  O website centrovegetariano.org  explica de maneira bem simples como manter a alimentação sadia: “Se fosse necessário manter apenas três grandes princípios da alimentação sadia, seria a regra que respeita os três "V":
– V para vegetal, isto é, dar o lugar preponderante na nossa alimentação aos alimentos de origem vegetal, consumindo apenas pequenas quantidades dos alimentos de origem animal.
– V para variado, isto é, evitar qualquer monotonia e hábitos repetidos.
– V para vivo, ou seja, comer principalmente alimentos não desnaturados, como os grãos germinados, as frutas e os legumes crus, suprindo o organismo das enzimas, das vitaminas e das substâncias biológicas que ele necessita.

 O que tem chamado a atenção de muitos vegetarianos ou simplesmente pessoas que querem emagrecer um pouco, é o Programa em DVDs, chamado “Not The Cooking Show” (O Programa de não-Culinária), que ensina a fazer receitas crudivoristas, vegetarianas e vegans.

 

Para saber mais acesse: www.sitiovegetariano.com.br e http://www.alivefoods.com/detoxretreats.html

Fotos: divulgação.