Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Livros pelo chão despertam a curiosidade

 As pessoas que passam diariamente pelo Calçadão de Santa Maria se deparam com vários livros espalhados pelo chão. Muitos param para olhar e são atraídos pela grande quantidade de publicações.

 O vendedor de livros, José Roberto Escobar, 48 anos, antes de exercer essa atividade, trabalhava com estampas no Rio de Janeiro, em meio ao público em locais como praças e vias públicas. Por influência de um amigo quis viajar para a região sul. Em setembro do ano passado, em Porto Alegre, ficou durante um mês vendendo livro na rua. Em outubro do mesmo ano, veio a Santa Maria. “Escolhi vender livros porque não ia mais precisar carregar o material das estampas”, releva.

São disponibilizados livros de diversos assuntos, como literatura nacional e estrangeira, de filosofia, psicologia, medicina alternativa, auto-ajuda, poesia, entre outros. “Os livros são obtidos através da compra e também faço trocas”, completa Escobar. Os preços são acessíveis e variam de R$ 5,00 a R$40,00. Ele informa que o público é bem diversificado.

 O historiador Joel Lima, 43 anos, considera importante a interação do vendedor com o público, pois considera um sistema democrático e de liberdade. Já a estudante de psicologia, Flávia Leão, 25 anos, diz ser uma forma de venda diferente e que sempre chama a atenção. “Muitas vezes, você não encontra no mercado e aqui tem. Gosto sempre de dar uma olhada”, conclui.

As pessoas podem conferir os livros no Calçadão Salvador Isaia todos os dias, a partir das 19h. “No inverno, o tempo frio e chuvoso atrapalha um pouco as vendas” comenta o vendedor. Mas no verão, quando há mais movimento, ele chega a lucrar cerca de R$ 600,00.

Fotos: Douglas Menezes (Núcleo de Fotografia e Memória)

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 As pessoas que passam diariamente pelo Calçadão de Santa Maria se deparam com vários livros espalhados pelo chão. Muitos param para olhar e são atraídos pela grande quantidade de publicações.

 O vendedor de livros, José Roberto Escobar, 48 anos, antes de exercer essa atividade, trabalhava com estampas no Rio de Janeiro, em meio ao público em locais como praças e vias públicas. Por influência de um amigo quis viajar para a região sul. Em setembro do ano passado, em Porto Alegre, ficou durante um mês vendendo livro na rua. Em outubro do mesmo ano, veio a Santa Maria. “Escolhi vender livros porque não ia mais precisar carregar o material das estampas”, releva.

São disponibilizados livros de diversos assuntos, como literatura nacional e estrangeira, de filosofia, psicologia, medicina alternativa, auto-ajuda, poesia, entre outros. “Os livros são obtidos através da compra e também faço trocas”, completa Escobar. Os preços são acessíveis e variam de R$ 5,00 a R$40,00. Ele informa que o público é bem diversificado.

 O historiador Joel Lima, 43 anos, considera importante a interação do vendedor com o público, pois considera um sistema democrático e de liberdade. Já a estudante de psicologia, Flávia Leão, 25 anos, diz ser uma forma de venda diferente e que sempre chama a atenção. “Muitas vezes, você não encontra no mercado e aqui tem. Gosto sempre de dar uma olhada”, conclui.

As pessoas podem conferir os livros no Calçadão Salvador Isaia todos os dias, a partir das 19h. “No inverno, o tempo frio e chuvoso atrapalha um pouco as vendas” comenta o vendedor. Mas no verão, quando há mais movimento, ele chega a lucrar cerca de R$ 600,00.

Fotos: Douglas Menezes (Núcleo de Fotografia e Memória)