Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Premiados do 6° SMVC

Ontem, no Thetro Treze de Maio, aconteceu o encerramento oficial do 6° Santa Maria Vídeo e Cinema. Muita gente esteve presente para conferir quem seriam os ganhadores do Troféu Vento Norte, que premiou os melhores audiovisuais da mostras Nacional e Regional Competitivas, além dos troféus Cineclube Lanterninha Aurélio e Macondo Bar, e os prêmios ATU de incentivo à produção e Teleimage que também foram entregues.  A cerimônia oficial terminou por volta das 23h30 e o público, que lotou o Theatro, ficou até o final. Confira aqui os premiados do Festival desse ano!

Premiados do 6° Santa Maria Vídeo e Cinema

 Troféu Cineclube Lanterninha Aurélio

Curta: “Herança”

Direção: Carolina Berguer

  Troféu Vento Norte

Mostra Competitiva Local:

 Menção Honrosa:

-“Pérola Negra“
Direção: Kelen Höehr, Ane Daniele Paulon, Fernanda Machado, Kerlin Zimmer e Vanessa Pires.

– “Eu sou”
Direção: Dariane Campos, Emília Maria, Carolina Weber, Marina Chiapinotto, Priscila Abrantes e Rodrigo Streb.

– “Malabarismos”
Direção: Nadine Escobar e Anelise Righi

Desenho de som:
– Cristiano Scherer – “Herança”

 Melhor ator:
– Getúlio Pahim – “A Farsa Seca”

 Melhor Atriz:
– Darcila Sheidt – “A Farsa Seca”

 Direção de Arte:
– Tiago Krening – “09:17”

Trilha sonora original:
– Pirisca Grecco – “Herança”

 Melhor edição/montagem:
– Vinicius Fonseca – “09:17”

 Direção de fotografia:
– Pablo Escajedo – “Herança”

 Melhor roteiro:
– Fabrício Koltermann – “A Farsa Seca”

 Melhor curta/Júri Popular:
“Oi, Tudo bom?”, direção de Rodrigo Oliveira e “A Farsa Seca”, direção de Fabrício Koltermann.

 Melhor direção
– Carolina Bergher – “Herança” e Fabrício Koltermann.- “A Farsa Seca”

 Melhor curta mostra local – Prêmio ATU
– “Herança” – Carolina Bergher

 Troféu Macondo Bar (melhor trilha sonora)
– Pirisca Grecco – “Herança”

Mostra Competitiva Nacional:

Prêmio Dom Quixote
– “Comprometendo a atuação”
Direção: Bruno Bini.

Troféu Vento Norte

Menção Honrosa:

“O jumento santo e a cidade que se acabou antes de começar”
Direção: Willian Paiva e Leonardo Domingues.

– “Na corda bamba”
Direção: Marcos Buccini

“O lobinho nunca mente”
Direção: Ian Sbf

Melhor curta:
“09:17” – Direção: Orlando Fonseca Jr, Thiago Krening e Renan Paz.

Desenho de som:
– Gabi Cunha – “Memórias Sentimentais de um editor de passos”

Melhor ator:
– André Antunes – “Alguma coisa assim”

Melhor atriz:
– Bete Coelho – “Lótus”

Melhor direção de arte:
– Eurico Rocha – “Vida Fuleira”

Melhor trilha sonora original:
– Gerson Rios Lemes – “A Farsa Seca”

Melhor edição/montagem:
– Leandro Ramos – “O Clube dos Suicidas”

Melhor fotografia:
– Roberto Henkin – “Lótus”

Melhor roteiro:
– Jair Giacomini e Tarcísio Puiati – “Leonel Pé-de-Vento”

Melhor direção:
– Fabrício Koltermann.- “A Farsa Seca”

Melhor animação:
– “O jumento santo e a cidade que se acabou antes de começar”
Direção: Willian Paiva e Leonardo Domingues

Melhor ficção:
– “Memórias Sentimentais de um editor de passos”
Direção: Daniel Turini

Melhor documentário:
– “Herança”
Direção: Carolina Bergher

Melhor curta:
– “O jumento santo e a cidade que se acabou antes de começar”
Direção: Willian Paiva e Leonardo Domingues

Prêmio Teleimage
– “O jumento santo e a cidade que se acabou antes de começar”
Direção: Willian Paiva e Leonardo Domingues

Camila Porto Nascimento (da Redação)

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ontem, no Thetro Treze de Maio, aconteceu o encerramento oficial do 6° Santa Maria Vídeo e Cinema. Muita gente esteve presente para conferir quem seriam os ganhadores do Troféu Vento Norte, que premiou os melhores audiovisuais da mostras Nacional e Regional Competitivas, além dos troféus Cineclube Lanterninha Aurélio e Macondo Bar, e os prêmios ATU de incentivo à produção e Teleimage que também foram entregues.  A cerimônia oficial terminou por volta das 23h30 e o público, que lotou o Theatro, ficou até o final. Confira aqui os premiados do Festival desse ano!

Premiados do 6° Santa Maria Vídeo e Cinema

 Troféu Cineclube Lanterninha Aurélio

Curta: “Herança”

Direção: Carolina Berguer

  Troféu Vento Norte

Mostra Competitiva Local:

 Menção Honrosa:

-“Pérola Negra“
Direção: Kelen Höehr, Ane Daniele Paulon, Fernanda Machado, Kerlin Zimmer e Vanessa Pires.

– “Eu sou”
Direção: Dariane Campos, Emília Maria, Carolina Weber, Marina Chiapinotto, Priscila Abrantes e Rodrigo Streb.

– “Malabarismos”
Direção: Nadine Escobar e Anelise Righi

Desenho de som:
– Cristiano Scherer – “Herança”

 Melhor ator:
– Getúlio Pahim – “A Farsa Seca”

 Melhor Atriz:
– Darcila Sheidt – “A Farsa Seca”

 Direção de Arte:
– Tiago Krening – “09:17”

Trilha sonora original:
– Pirisca Grecco – “Herança”

 Melhor edição/montagem:
– Vinicius Fonseca – “09:17”

 Direção de fotografia:
– Pablo Escajedo – “Herança”

 Melhor roteiro:
– Fabrício Koltermann – “A Farsa Seca”

 Melhor curta/Júri Popular:
“Oi, Tudo bom?”, direção de Rodrigo Oliveira e “A Farsa Seca”, direção de Fabrício Koltermann.

 Melhor direção
– Carolina Bergher – “Herança” e Fabrício Koltermann.- “A Farsa Seca”

 Melhor curta mostra local – Prêmio ATU
– “Herança” – Carolina Bergher

 Troféu Macondo Bar (melhor trilha sonora)
– Pirisca Grecco – “Herança”

Mostra Competitiva Nacional:

Prêmio Dom Quixote
– “Comprometendo a atuação”
Direção: Bruno Bini.

Troféu Vento Norte

Menção Honrosa:

“O jumento santo e a cidade que se acabou antes de começar”
Direção: Willian Paiva e Leonardo Domingues.

– “Na corda bamba”
Direção: Marcos Buccini

“O lobinho nunca mente”
Direção: Ian Sbf

Melhor curta:
“09:17” – Direção: Orlando Fonseca Jr, Thiago Krening e Renan Paz.

Desenho de som:
– Gabi Cunha – “Memórias Sentimentais de um editor de passos”

Melhor ator:
– André Antunes – “Alguma coisa assim”

Melhor atriz:
– Bete Coelho – “Lótus”

Melhor direção de arte:
– Eurico Rocha – “Vida Fuleira”

Melhor trilha sonora original:
– Gerson Rios Lemes – “A Farsa Seca”

Melhor edição/montagem:
– Leandro Ramos – “O Clube dos Suicidas”

Melhor fotografia:
– Roberto Henkin – “Lótus”

Melhor roteiro:
– Jair Giacomini e Tarcísio Puiati – “Leonel Pé-de-Vento”

Melhor direção:
– Fabrício Koltermann.- “A Farsa Seca”

Melhor animação:
– “O jumento santo e a cidade que se acabou antes de começar”
Direção: Willian Paiva e Leonardo Domingues

Melhor ficção:
– “Memórias Sentimentais de um editor de passos”
Direção: Daniel Turini

Melhor documentário:
– “Herança”
Direção: Carolina Bergher

Melhor curta:
– “O jumento santo e a cidade que se acabou antes de começar”
Direção: Willian Paiva e Leonardo Domingues

Prêmio Teleimage
– “O jumento santo e a cidade que se acabou antes de começar”
Direção: Willian Paiva e Leonardo Domingues

Camila Porto Nascimento (da Redação)