Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Cidade prepara-se para Fórum Mundial da Educação

 Refletir e dialogar sobre a educação. Com esse objetivo, instituições e movimentos sociais de países como Chile, Uruguai, Bolívia, Argentina, Estados Unidos, Espanha e França se encontram, entre os dias 28 e 31 de maio, para o Fórum Mundial de Educação (FME) em Santa Maria.

Sob a temática Educação: Economia Solidária e Ética Planetária, ganham espaço debates relacionados aos eixos: Educação e economia solidária; Educação, inclusão e cultura emancipatória; Educação e ética planetária. Durante o Fórum, será realizado o Acampamento da Juventude, o mini-fórum Gerações em Movimento e o Mercado de Troca Solidária, além dos debates e conferências, desenvolvidos em diferentes locais da cidade.

Na Escola Irmão José Otão, sede do Acampamento, haverá atividades culturais e temáticas da juventude. Os jovens inscritos terão livre acesso à programação do FME. Essa edição traz uma novidade: o mini-fórum. Nele, crianças, jovens e idosos participarão de oficinas e apresentações artísticas, no dia 30 de maio, no Centro Desportivo Municipal (CDM) e na Escola Marieta D’Ambrósio.

Paralela ao evento está a Mostra Mundial de Economia Solidária, realizada na Praça Saldanha Marinho, de 26 a 31 de maio. Organizada pela Fundação Universidade Federal de Rio Grande (Furg), fará trocas de livros e revistas científicas ou acadêmicas a partir da utilização da Moeda Social.

 De acordo com a Secretária Executiva do FME, Cleia Tonin (na foto ao lado), Santa Maria foi escolhida por ser Cidade Cultura, pela experiência em economia solidária e referência em educação no Brasil. As temáticas foram definidas em conjunto com o Comitê Internacional do Fórum. A estimativa é receber entre 15 e 20 mil participantes.

As inscrições são feitas pelo site até amanhã, dia 24, às 24 horas. As inscrições reabrem no dia 27 na Escola Cilon Rosa, onde será feito o credenciamento dos participantes.

 

Valores das inscrições:
Professores da rede pública e privada: R$ 30,00 (Individual)
Professores universitários: R$40,00 (Individual)
Estudantes universitários, educadores populares, trabalhadores em educação e integrantes da Rede de Economia Solidária: R$20,00 (Individual), R$ 15,00 (Grupo de 20 pessoas)
Participantes: R$50,00 (Individual)
Grupo de 20 pessoas: R$25,00

Foto: Francine Boijink (Núcleo de Fotografia e Memória)

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 Refletir e dialogar sobre a educação. Com esse objetivo, instituições e movimentos sociais de países como Chile, Uruguai, Bolívia, Argentina, Estados Unidos, Espanha e França se encontram, entre os dias 28 e 31 de maio, para o Fórum Mundial de Educação (FME) em Santa Maria.

Sob a temática Educação: Economia Solidária e Ética Planetária, ganham espaço debates relacionados aos eixos: Educação e economia solidária; Educação, inclusão e cultura emancipatória; Educação e ética planetária. Durante o Fórum, será realizado o Acampamento da Juventude, o mini-fórum Gerações em Movimento e o Mercado de Troca Solidária, além dos debates e conferências, desenvolvidos em diferentes locais da cidade.

Na Escola Irmão José Otão, sede do Acampamento, haverá atividades culturais e temáticas da juventude. Os jovens inscritos terão livre acesso à programação do FME. Essa edição traz uma novidade: o mini-fórum. Nele, crianças, jovens e idosos participarão de oficinas e apresentações artísticas, no dia 30 de maio, no Centro Desportivo Municipal (CDM) e na Escola Marieta D’Ambrósio.

Paralela ao evento está a Mostra Mundial de Economia Solidária, realizada na Praça Saldanha Marinho, de 26 a 31 de maio. Organizada pela Fundação Universidade Federal de Rio Grande (Furg), fará trocas de livros e revistas científicas ou acadêmicas a partir da utilização da Moeda Social.

 De acordo com a Secretária Executiva do FME, Cleia Tonin (na foto ao lado), Santa Maria foi escolhida por ser Cidade Cultura, pela experiência em economia solidária e referência em educação no Brasil. As temáticas foram definidas em conjunto com o Comitê Internacional do Fórum. A estimativa é receber entre 15 e 20 mil participantes.

As inscrições são feitas pelo site até amanhã, dia 24, às 24 horas. As inscrições reabrem no dia 27 na Escola Cilon Rosa, onde será feito o credenciamento dos participantes.

 

Valores das inscrições:
Professores da rede pública e privada: R$ 30,00 (Individual)
Professores universitários: R$40,00 (Individual)
Estudantes universitários, educadores populares, trabalhadores em educação e integrantes da Rede de Economia Solidária: R$20,00 (Individual), R$ 15,00 (Grupo de 20 pessoas)
Participantes: R$50,00 (Individual)
Grupo de 20 pessoas: R$25,00

Foto: Francine Boijink (Núcleo de Fotografia e Memória)