Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Com escala no Canadá, destino é Pequim

O objetivo é claro. Conseguir vaga nas Olimpíadas de Pequim, na China. E é por esse propósito que os atletas santa-marienses Gilvan, Givago e Naiane disputam em Montreal, no Canadá, os Jogos Pré-olímpicos. Aqui na cidade, a torcida é grande para que os canoístas participem do maior campeonato esportivo do mundo.

Há 11 anos, nascia em Santa Maria um projeto de inclusão social. Idéia que leva o esporte para diversas crianças e adolescentes. O projeto Canoagem na Escola iniciou com apenas uma escola no município, somente 8 crianças e com atividades duas vezes na semana, na antiga sede no Parque Náutico. Parte dos materiais foi adquirida por meio de doações e por patrocínio.

Hoje, o Canoagem na Escola tem a participação de oito escolas públicas e a inclusão de 80 famílias, com crianças dos 8 aos 17 anos. O projeto ainda recebe pouco apoio da sociedade e enfrenta diariamente diversas dificuldades no que se refere, sobretudo, ao transporte e à participação voluntária de educadores físicos. Porém com humildade, a ação pôde revelar o trio destaque da canoagem no Brasil. Há cerca de oito anos, esses talentos foram descobertos na cidade, e se tornaram evidência e modelo para as várias crianças que praticam o esporte na barragem do rio Vacacaí-Mirim.

Destaque, a canoísta Naiane Fragoso foi considerada ultimamente a número 1 do Brasil na categoria velocidade. Foi encontrada no projeto, junto dos irmãos Gilvan e Givago Ribeiro, que juntos conquistaram em 2002 o Campeonato Gaúcho de Canoagem. Tiveram participação no Pan-americano no Rio de Janeiro, mas não alcançaram os primeiros lugares. Fazem parte da Seleção Brasileira e há alguns dias estão em Montreal para a disputa do Pré-olímpico.

O campeonato tem duração de três dias, inicia nesta sexta-feira, 16 de maio. A pedagoga Margareth Fontoura, que coordena o projeto com Fernando Miranda Lemos, explica que a classificatória acontece na sexta-feira e as finais começam no sábado: “O curioso é que no momento em que eles estiverem realizando as provas, nós estaremos mostrando o projeto no desfile do aniversário da cidade no sábado pela manhã”. Margareth conta que o projeto de canoagem foi escolhido um dos 150 orgulhos de Santa Maria.

Junto dos santa-marienses, ainda estão mais três meninas da equipe feminina e mais dois meninos da masculina, sendo que um deles, Sebastian Quattrin, considerado o melhor do país, teve a marca superada pelos garotos gaúchos. É o que conta Margareth, orgulhosa das revelações que ajudou a fazer. Ela afirma que, como muitos na cidade, estará torcendo pela conquista das vagas nas Olimpíadas e pede mais apoio ao projeto para poder descobrir outros talentos. “É imprescindível a ajuda da comunidade, seja ela qual for. A ida dos nossos atletas para o Canadá é uma demonstração de força de vontade e determinação que nos faz cada dia buscar mais apoio para o Canoagem Escola”.

 

O que é canoagem de velocidade?

Velocidade é uma modalidade essencialmente de competição. É praticada em rios ou lagos de águas calmas com 9 raias demarcadas nas distâncias de 1.000, 500 e 200 metros. Iniciam-se com eliminatórias que classificam os barcos semifinalistas e finalistas. Para entender mais sobre as modalidades acesse o site:

http://www.cbca.org.br/velocidade.htm

Fotos: Francine (Núcleo de Fotografia e Memória)

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

O objetivo é claro. Conseguir vaga nas Olimpíadas de Pequim, na China. E é por esse propósito que os atletas santa-marienses Gilvan, Givago e Naiane disputam em Montreal, no Canadá, os Jogos Pré-olímpicos. Aqui na cidade, a torcida é grande para que os canoístas participem do maior campeonato esportivo do mundo.

Há 11 anos, nascia em Santa Maria um projeto de inclusão social. Idéia que leva o esporte para diversas crianças e adolescentes. O projeto Canoagem na Escola iniciou com apenas uma escola no município, somente 8 crianças e com atividades duas vezes na semana, na antiga sede no Parque Náutico. Parte dos materiais foi adquirida por meio de doações e por patrocínio.

Hoje, o Canoagem na Escola tem a participação de oito escolas públicas e a inclusão de 80 famílias, com crianças dos 8 aos 17 anos. O projeto ainda recebe pouco apoio da sociedade e enfrenta diariamente diversas dificuldades no que se refere, sobretudo, ao transporte e à participação voluntária de educadores físicos. Porém com humildade, a ação pôde revelar o trio destaque da canoagem no Brasil. Há cerca de oito anos, esses talentos foram descobertos na cidade, e se tornaram evidência e modelo para as várias crianças que praticam o esporte na barragem do rio Vacacaí-Mirim.

Destaque, a canoísta Naiane Fragoso foi considerada ultimamente a número 1 do Brasil na categoria velocidade. Foi encontrada no projeto, junto dos irmãos Gilvan e Givago Ribeiro, que juntos conquistaram em 2002 o Campeonato Gaúcho de Canoagem. Tiveram participação no Pan-americano no Rio de Janeiro, mas não alcançaram os primeiros lugares. Fazem parte da Seleção Brasileira e há alguns dias estão em Montreal para a disputa do Pré-olímpico.

O campeonato tem duração de três dias, inicia nesta sexta-feira, 16 de maio. A pedagoga Margareth Fontoura, que coordena o projeto com Fernando Miranda Lemos, explica que a classificatória acontece na sexta-feira e as finais começam no sábado: “O curioso é que no momento em que eles estiverem realizando as provas, nós estaremos mostrando o projeto no desfile do aniversário da cidade no sábado pela manhã”. Margareth conta que o projeto de canoagem foi escolhido um dos 150 orgulhos de Santa Maria.

Junto dos santa-marienses, ainda estão mais três meninas da equipe feminina e mais dois meninos da masculina, sendo que um deles, Sebastian Quattrin, considerado o melhor do país, teve a marca superada pelos garotos gaúchos. É o que conta Margareth, orgulhosa das revelações que ajudou a fazer. Ela afirma que, como muitos na cidade, estará torcendo pela conquista das vagas nas Olimpíadas e pede mais apoio ao projeto para poder descobrir outros talentos. “É imprescindível a ajuda da comunidade, seja ela qual for. A ida dos nossos atletas para o Canadá é uma demonstração de força de vontade e determinação que nos faz cada dia buscar mais apoio para o Canoagem Escola”.

 

O que é canoagem de velocidade?

Velocidade é uma modalidade essencialmente de competição. É praticada em rios ou lagos de águas calmas com 9 raias demarcadas nas distâncias de 1.000, 500 e 200 metros. Iniciam-se com eliminatórias que classificam os barcos semifinalistas e finalistas. Para entender mais sobre as modalidades acesse o site:

http://www.cbca.org.br/velocidade.htm

Fotos: Francine (Núcleo de Fotografia e Memória)