Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Evo y sus Bolivias

 Entender as formas de governo em outros países. Reconhecer a cultura local  e reavaliar contextos e dados históricos. Motivados por essas vontades, cinco jornalistas baianos arrumaram suas malas, reuniram suas moedinhas, conseguiram parcerias e empunharam equipamentos de produção audiviosual rumo à Bolívia.

 Lá, eles encontraram histórias e personagens que narram várias Bolívias: dos campesinos, dos artistas plásticos, dos intelectuais, dos separatistas, dos indígenas, dos brancos… A partir dessa pluralidade de vozes é que nasceu ‘Bolívia, para além de Evo Morales’, dos diretores Vitor Rocha e Ricardo Sangiovanni. A obra foi apresentada na UNIFRA, pela jornalista Tássia Novaes uma das integrantes do documentário e que ministra, na semana que vem, uma oficina de foto-reportagem aos alunos do curso de Comunicação. 

Depois de seis meses adormecido, o roteiro para o documentário saiu da gaveta. Produto do  projeto de conclusão de curso de Rocha e Sangiovanni, o roteiro levou algum tempo até entrar em  ação. Conforme Tássia, o principal foco do documentário é trazer uma visão mais ampla de como se constitui a imagem de Evo Morales pela mídia local. “Tentamos analisar melhor essa imagem que a mídia disponibiliza de Evo e sua forma de governo”, ressaltou.

Nos 50 minutos de duração, sociólogos, músicos e moradores contaram suas percepções sobre a política do país. Em análises cruas, os depoimentos trazem as diferenças econômicas, étnicas e sociais de um país essencialmente complexo. Além disso, pode-se perceber as sensibilidades derivadas da exploração sofrida em anos. Os sedentos por mais informações ou aquisição do documentário, podem entrar em contato com o grupo, através do Blog Projeto Bolivia.

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 Entender as formas de governo em outros países. Reconhecer a cultura local  e reavaliar contextos e dados históricos. Motivados por essas vontades, cinco jornalistas baianos arrumaram suas malas, reuniram suas moedinhas, conseguiram parcerias e empunharam equipamentos de produção audiviosual rumo à Bolívia.

 Lá, eles encontraram histórias e personagens que narram várias Bolívias: dos campesinos, dos artistas plásticos, dos intelectuais, dos separatistas, dos indígenas, dos brancos… A partir dessa pluralidade de vozes é que nasceu ‘Bolívia, para além de Evo Morales’, dos diretores Vitor Rocha e Ricardo Sangiovanni. A obra foi apresentada na UNIFRA, pela jornalista Tássia Novaes uma das integrantes do documentário e que ministra, na semana que vem, uma oficina de foto-reportagem aos alunos do curso de Comunicação. 

Depois de seis meses adormecido, o roteiro para o documentário saiu da gaveta. Produto do  projeto de conclusão de curso de Rocha e Sangiovanni, o roteiro levou algum tempo até entrar em  ação. Conforme Tássia, o principal foco do documentário é trazer uma visão mais ampla de como se constitui a imagem de Evo Morales pela mídia local. “Tentamos analisar melhor essa imagem que a mídia disponibiliza de Evo e sua forma de governo”, ressaltou.

Nos 50 minutos de duração, sociólogos, músicos e moradores contaram suas percepções sobre a política do país. Em análises cruas, os depoimentos trazem as diferenças econômicas, étnicas e sociais de um país essencialmente complexo. Além disso, pode-se perceber as sensibilidades derivadas da exploração sofrida em anos. Os sedentos por mais informações ou aquisição do documentário, podem entrar em contato com o grupo, através do Blog Projeto Bolivia.