Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Quebra-cabeça reciclável

 Há dois anos, a advogada Lia Sartori iniciou a criação de sua primeira tela: a árvore de pregos. Um domingo de chuva e um pote de pregos inspiraram a composição do quadro. A preocupação com o meio ambiente motivou Lia a continuar com as produções que exploravam materiais recicláveis. O resultado deste trabalho pode ser conferido na Câmara de Vereadores de Santa Maria, até o próximo dia 15 de abril, na exposição Arte Ambiental –  Querendo ou Não, o Lixo Sai do Chão.

 
 
A advogada conta que o gosto pela atividade veio com um curso de pintura. Depois da elaboração da primeira tela, começou a experimentar novas maneiras de explorar a criatividade. Preocupada com o destino da natureza, Lia encontrou na arte uma maneira de alertar as pessoas sobre como objetos que iriam para o lixo, podem ser reaproveitados. “Meu trabalho é algo novo e bem pessoal. Acredito que utilizar coisas que levam muito tempo para se deteriorar na natureza, dá um efeito bonito na pintura”, aponta a artista.
 
 
O material usado na produção das 22 telas compreende Cd´s, placas-mãe de computador, molduras, espelhos quebrados, lacres de refrigerante, chaves e escovas de dente. Lia comenta que alguns objetos são doados, outros guardados ou ainda achados na rua. “Minha arte é um quebra-cabeça mesmo”, comenta Lia. A artista declara que no cotidiano tenta aplicar práticas que colaborem com a salvação do meio ambiente: “É muita gente produzindo muito lixo. Enquanto não realizo o sonho de construir uma casa ecológica, tenho o cuidado em sempre reaproveitar a água e os papéis que acumulo. Meu carro também já troquei para álcool, que polui menos”.
 
Lia conta que deseja produzir grandes telas mas, para isso, precisa de mais convite e divulgação: “Tenho interesse de fazer uma mostra itinerante. Espero que a exposição tenha vindo para se multiplicar, afinal, é para ajudar a natureza”.
Para saber mais sobre o meio ambiente:  Ambiente Brasil e UNILIVRE

 

 Exposição Arte Ambiental – Querendo ou Não o Lixo Sai do Chão
Onde: Câmara de Vereadores de Santa Maria, Rua Vale Machado, 1415 Sala Eduardo Trevisan.
Horário: De segunda a sexta-feira, das 8 às 12h e das 13h30min às 17h30min. Entrada franca.
Quando: Até dia 15 de abril.
Informações e agendamento de Escolas: Assessoria de Relações Públicas da Câmara

fone: 3220-7229
Contato Lia Sartori: (55) 3212-8679 ou (55) 91175789
 
Fotos: Rodrigo Guerra (Núcleo de Fotografia e Memória)

 

 

 

 

 
  
 

 

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

 Há dois anos, a advogada Lia Sartori iniciou a criação de sua primeira tela: a árvore de pregos. Um domingo de chuva e um pote de pregos inspiraram a composição do quadro. A preocupação com o meio ambiente motivou Lia a continuar com as produções que exploravam materiais recicláveis. O resultado deste trabalho pode ser conferido na Câmara de Vereadores de Santa Maria, até o próximo dia 15 de abril, na exposição Arte Ambiental –  Querendo ou Não, o Lixo Sai do Chão.

 
 
A advogada conta que o gosto pela atividade veio com um curso de pintura. Depois da elaboração da primeira tela, começou a experimentar novas maneiras de explorar a criatividade. Preocupada com o destino da natureza, Lia encontrou na arte uma maneira de alertar as pessoas sobre como objetos que iriam para o lixo, podem ser reaproveitados. “Meu trabalho é algo novo e bem pessoal. Acredito que utilizar coisas que levam muito tempo para se deteriorar na natureza, dá um efeito bonito na pintura”, aponta a artista.
 
 
O material usado na produção das 22 telas compreende Cd´s, placas-mãe de computador, molduras, espelhos quebrados, lacres de refrigerante, chaves e escovas de dente. Lia comenta que alguns objetos são doados, outros guardados ou ainda achados na rua. “Minha arte é um quebra-cabeça mesmo”, comenta Lia. A artista declara que no cotidiano tenta aplicar práticas que colaborem com a salvação do meio ambiente: “É muita gente produzindo muito lixo. Enquanto não realizo o sonho de construir uma casa ecológica, tenho o cuidado em sempre reaproveitar a água e os papéis que acumulo. Meu carro também já troquei para álcool, que polui menos”.
 
Lia conta que deseja produzir grandes telas mas, para isso, precisa de mais convite e divulgação: “Tenho interesse de fazer uma mostra itinerante. Espero que a exposição tenha vindo para se multiplicar, afinal, é para ajudar a natureza”.
Para saber mais sobre o meio ambiente:  Ambiente Brasil e UNILIVRE

 

 Exposição Arte Ambiental – Querendo ou Não o Lixo Sai do Chão
Onde: Câmara de Vereadores de Santa Maria, Rua Vale Machado, 1415 Sala Eduardo Trevisan.
Horário: De segunda a sexta-feira, das 8 às 12h e das 13h30min às 17h30min. Entrada franca.
Quando: Até dia 15 de abril.
Informações e agendamento de Escolas: Assessoria de Relações Públicas da Câmara

fone: 3220-7229
Contato Lia Sartori: (55) 3212-8679 ou (55) 91175789
 
Fotos: Rodrigo Guerra (Núcleo de Fotografia e Memória)