Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Santa Maria no Festival de Gramado

 

        As vidas de Zé, um morador de rua e de Camila, jovem que é obrigada a casar-se com um estancieiro, no século XIX, se entrelaçam amanhã no Festival de Cinema de Gramado. As histórias se referem às duas produções audiovisuais santa-marienses que serão mostradas na 36ª edição do evento. O primeiro longa-metragem filmado na cidade, Manhã Transfigurada, de Sérgio de Assis Brasil, foi convidado a participar do festival dentro da categoria Hours Concours e terá sua avant-première (primeira exibição), às 14 horas, no Palácio dos Festivais. Paralelo à exibição, ocorre a Mostra Competitiva de Curtas Gaúchos. O diretor Luiz Alberto Cassol entra na disputa com o curta-metragem Fome de Quê?.

Durante treze minutos, Cassol conta a história do protagonista Zé, um morador de rua. O curta faz uma reflexão sobre as razões que levam os moradores de rua a viver sob as calçadas. Fome de Quê? conta com Joel Cambraia e Igor Oliveira Machado no elenco.

Os 104 minutos de Manhã Transfigurada são baseados na obra homônima de Luiz Antônio de Assis Brasil. O drama de época se passa no Rio Grande do Sul do século XIX. A personagem central, Camila, é levada a casar-se com um rico estancieiro para resgatar a posição social de sua família. Aprisionada na época em que a igreja é a representação de autoridade moral, ela recebe apenas as visitas do padre e do sacristão. Em meio a este cenário, Camila se envolve em um triângulo amoroso marcado por paixões que desafiam a fé e a razão.
A obra, acabada em maio de 2008, foi produzida por Álvaro Carvalho Neto e dirigida por Sérgio de Assis Brasil, que morreu de câncer, aos 61 anos, em 26 de dezembro de 2007, em meio à finalização do filme. A participação do longa como Hours Concours é uma forma adotada pelos festivais de cinema para honrar filmes que não foram selecionados para a competição oficial, mas que têm importância no cenário nacional.
Segundo a secretária executiva de Manhã Transfigurada, Melina Guterres, a première do filme em Santa Maria poderá acontecer em novembro, durante o 7° Santa Maria Vídeo e Cinema (SMVC). Tratativas com a organização do Festival estão sendo estabelecidas para determinar a logística necessária à exibição do filme durante o evento.
O Festival de Cinema de Gramado segue até o dia 16 de agosto. No sábado, acontece a solenidade de premiação e entrega dos Kikitos aos vencedores.

 

Mais informações:
http://www.festivaldegramado.net/
Produtora de Manhã Transfigurada:  http://www.milimmetros.com/

 


Foto: Divulgação

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

        As vidas de Zé, um morador de rua e de Camila, jovem que é obrigada a casar-se com um estancieiro, no século XIX, se entrelaçam amanhã no Festival de Cinema de Gramado. As histórias se referem às duas produções audiovisuais santa-marienses que serão mostradas na 36ª edição do evento. O primeiro longa-metragem filmado na cidade, Manhã Transfigurada, de Sérgio de Assis Brasil, foi convidado a participar do festival dentro da categoria Hours Concours e terá sua avant-première (primeira exibição), às 14 horas, no Palácio dos Festivais. Paralelo à exibição, ocorre a Mostra Competitiva de Curtas Gaúchos. O diretor Luiz Alberto Cassol entra na disputa com o curta-metragem Fome de Quê?.

Durante treze minutos, Cassol conta a história do protagonista Zé, um morador de rua. O curta faz uma reflexão sobre as razões que levam os moradores de rua a viver sob as calçadas. Fome de Quê? conta com Joel Cambraia e Igor Oliveira Machado no elenco.

Os 104 minutos de Manhã Transfigurada são baseados na obra homônima de Luiz Antônio de Assis Brasil. O drama de época se passa no Rio Grande do Sul do século XIX. A personagem central, Camila, é levada a casar-se com um rico estancieiro para resgatar a posição social de sua família. Aprisionada na época em que a igreja é a representação de autoridade moral, ela recebe apenas as visitas do padre e do sacristão. Em meio a este cenário, Camila se envolve em um triângulo amoroso marcado por paixões que desafiam a fé e a razão.
A obra, acabada em maio de 2008, foi produzida por Álvaro Carvalho Neto e dirigida por Sérgio de Assis Brasil, que morreu de câncer, aos 61 anos, em 26 de dezembro de 2007, em meio à finalização do filme. A participação do longa como Hours Concours é uma forma adotada pelos festivais de cinema para honrar filmes que não foram selecionados para a competição oficial, mas que têm importância no cenário nacional.
Segundo a secretária executiva de Manhã Transfigurada, Melina Guterres, a première do filme em Santa Maria poderá acontecer em novembro, durante o 7° Santa Maria Vídeo e Cinema (SMVC). Tratativas com a organização do Festival estão sendo estabelecidas para determinar a logística necessária à exibição do filme durante o evento.
O Festival de Cinema de Gramado segue até o dia 16 de agosto. No sábado, acontece a solenidade de premiação e entrega dos Kikitos aos vencedores.

 

Mais informações:
http://www.festivaldegramado.net/
Produtora de Manhã Transfigurada:  http://www.milimmetros.com/

 


Foto: Divulgação