Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Terrenos abandonados

Terrenos abandonados são motivos de denúncia dos vizinhos no centro de Santa Maria.

Não precisa estar em um bairro afastado. No centro da cidade existem lugares abandonados, com acúmulo de lixo e sem fiscalização. Os terrenos baldios em frente à Câmara de Vereadores, na avenida Rio Branco e na rua Dauth ficam a menos de uma quadra de distância um do outro. Todos eles servem de abrigo para moradores de rua durante o dia e de esconderijo para assaltantes à noite. Mais de cinco pessoas foram roubadas este ano só na rua Mariano da Rocha, em frente à Câmara.

O militar Gilberto Delgado, 62 anos, diz que já denunciou várias vezes o terreno que fica nos fundos da sua casa, na rua Tuiuti – outro terreno abandonado no centro da cidade. "À noite não agüentamos os mosquitos que vêm dali. Todos os anos eu procuro a fiscalização e o terreno é limpo, mas sempre tenho que voltar aqui para denunciar." A prefeitura possui 19 fiscais para atender as denúncias de terrenos, obstrução de via pública, obra irregular, passeio e casa abandonada.Mas para haver a fiscalização é preciso que alguém denuncie.

Desde janeiro, a fiscalização do patrimônio, localizada na Prefeitura Municipal de Santa Maria, recebeu 215 denúncias. O proprietário do terreno é notificado em até duas semanas e pode levar uma multa acima de 3 mil reais, quando não cumpridas as exigências especificadas no aviso de infração. O nome do denunciante é mantido em sigilo. A pessoa pode ligar para saber se já foi realizada a fiscalização do local, mas não pode denunciar por telefone. 

Fotos: Vinícius Freitas (Núcleo de Fotografia e Memória)

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Terrenos abandonados são motivos de denúncia dos vizinhos no centro de Santa Maria.

Não precisa estar em um bairro afastado. No centro da cidade existem lugares abandonados, com acúmulo de lixo e sem fiscalização. Os terrenos baldios em frente à Câmara de Vereadores, na avenida Rio Branco e na rua Dauth ficam a menos de uma quadra de distância um do outro. Todos eles servem de abrigo para moradores de rua durante o dia e de esconderijo para assaltantes à noite. Mais de cinco pessoas foram roubadas este ano só na rua Mariano da Rocha, em frente à Câmara.

O militar Gilberto Delgado, 62 anos, diz que já denunciou várias vezes o terreno que fica nos fundos da sua casa, na rua Tuiuti – outro terreno abandonado no centro da cidade. "À noite não agüentamos os mosquitos que vêm dali. Todos os anos eu procuro a fiscalização e o terreno é limpo, mas sempre tenho que voltar aqui para denunciar." A prefeitura possui 19 fiscais para atender as denúncias de terrenos, obstrução de via pública, obra irregular, passeio e casa abandonada.Mas para haver a fiscalização é preciso que alguém denuncie.

Desde janeiro, a fiscalização do patrimônio, localizada na Prefeitura Municipal de Santa Maria, recebeu 215 denúncias. O proprietário do terreno é notificado em até duas semanas e pode levar uma multa acima de 3 mil reais, quando não cumpridas as exigências especificadas no aviso de infração. O nome do denunciante é mantido em sigilo. A pessoa pode ligar para saber se já foi realizada a fiscalização do local, mas não pode denunciar por telefone. 

Fotos: Vinícius Freitas (Núcleo de Fotografia e Memória)