Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Café Filosófico marca o Dia Mundial da Filosofia

"O
dia da Filosofia é, acima de tudo, um exercício coletivo do pensamento,
livre, racional e informado sobre os grandes problemas do nosso tempo".
A frase do diretor geral da UNESCO, Koichiro Mastuura, estampou o
banner que chamou os acadêmicos para o Café Filosófico, que ocorreu nessa quinta, dia 19, na Unifra. 


Inspirado em uma atividade que iniciou com filósofos franceses, o Café  tem como objetivo reunir pessoas interessadas no tema da Filosofia e mostrar sua importância no meio social. Antigamente, filósofos como Sócrates e, depois, Sartre, reuniam-se para discutir filosofia. "Baseado nisso, o Café Filosófico virou atividade de muitas instituições”, explica a professora Rita de Athayde Gonçalves, coordenadora do curso de Filosofia da Unifra.

O Café Filosófico teve a presença de professores da Filosofia, entre eles Valdemar Munaro, Vera Lúcia e Bethover Santos, que explanaram suas opiniões acerca do tema.

“É muito importante a realização do Café Filosófico dentro de um espaço universitário, um espaço de construção de conhecimento”,  comenta Bethover Santos, professor de cursinho pré-vestibular. Para ele, a importância de estudar a Filosofia vai muito além do “passar para o vestibular”. “A Filosofia tem muito mais a contribuir como descoberta. Muito mais do que leitura e decoreba, ela é um olhar crítico para a realidade”, expressa.

Comemorado sempre na 3ª quinta-feira do mês de novembro, o Dia Mundial da Filosofia foi criado pela UNESCO, em 2002, porém passou a ser comemorado a partir de 2005. Santa Maria entrou nas comemorações apenas no ano passado, e a Unifra foi a única instituição da cidade que promoveu o evento para lembrar a data.


O Café Filosófico reuniu professores e acadêmicos e lotou o saguão do prédio 16 do Conjunto II. A conversa durou mais de uma hora.
 

 

Fotos: Diego Fontanella (Laboratório de Fotografia e Memória)

 

 
 
 
 

 

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

"O
dia da Filosofia é, acima de tudo, um exercício coletivo do pensamento,
livre, racional e informado sobre os grandes problemas do nosso tempo".
A frase do diretor geral da UNESCO, Koichiro Mastuura, estampou o
banner que chamou os acadêmicos para o Café Filosófico, que ocorreu nessa quinta, dia 19, na Unifra. 


Inspirado em uma atividade que iniciou com filósofos franceses, o Café  tem como objetivo reunir pessoas interessadas no tema da Filosofia e mostrar sua importância no meio social. Antigamente, filósofos como Sócrates e, depois, Sartre, reuniam-se para discutir filosofia. "Baseado nisso, o Café Filosófico virou atividade de muitas instituições”, explica a professora Rita de Athayde Gonçalves, coordenadora do curso de Filosofia da Unifra.

O Café Filosófico teve a presença de professores da Filosofia, entre eles Valdemar Munaro, Vera Lúcia e Bethover Santos, que explanaram suas opiniões acerca do tema.

“É muito importante a realização do Café Filosófico dentro de um espaço universitário, um espaço de construção de conhecimento”,  comenta Bethover Santos, professor de cursinho pré-vestibular. Para ele, a importância de estudar a Filosofia vai muito além do “passar para o vestibular”. “A Filosofia tem muito mais a contribuir como descoberta. Muito mais do que leitura e decoreba, ela é um olhar crítico para a realidade”, expressa.

Comemorado sempre na 3ª quinta-feira do mês de novembro, o Dia Mundial da Filosofia foi criado pela UNESCO, em 2002, porém passou a ser comemorado a partir de 2005. Santa Maria entrou nas comemorações apenas no ano passado, e a Unifra foi a única instituição da cidade que promoveu o evento para lembrar a data.


O Café Filosófico reuniu professores e acadêmicos e lotou o saguão do prédio 16 do Conjunto II. A conversa durou mais de uma hora.
 

 

Fotos: Diego Fontanella (Laboratório de Fotografia e Memória)