Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Nas nuvens de Santa Maria – II

 
 Caça à raposa no céu? É isso mesmo! O dia amanheceu mais cedo para os jornalistas que foram caçar o “Raposa” no céu, na manhã desta quinta-feira. O 1º Festival Internacional de Balonismo de Santa Maria levou a imprensa para sobrevoar a cidade. A visão de cima é espetacular.
 
 
 
 

O Voo Fiesta, modalidade usada em passeios para o público, contou com 25 balões tripulados com a imprensa santa-mariense. A prova, proposta pela equipe técnica organizadora do evento, era seguir o balão intitulado de “Raposa”. O grupo que pousasse mais próximo dele venceria a prova.

 

 A Agência CentralSul de Noticias dividiu o espaço no céu com a equipe da TV Campus, sob o comando do balonista Antonio Carlos Giusti, o AC, da equipe Brasil Balonismo. A Base Aérea de Santa Maria foi o ponto de partida de quem participava da competição. Nosso balão chegou perto do alvo estabelecido, mas não o atingiu. Segundo AC, 55 anos, nós voamos cerca de 10 km durante 40 minutos. Ele destaca que o importante é escolher um lugar adequado a parar: “A gente sempre procura pousar perto de casas, onde tem poste, pois se tem poste é porque tem alguma rua ou pessoas”, revela o balonista que trabalha há 19 anos na categoria.

 

 Para garantir o sucesso da prova, a equipe do balão “Raposa” teve a ajuda inusitada do pequeno Danilo de Mello. Com apenas 11 anos, e cursando a 6ª série do ensino fundamental, o menino é um balonista de carteirinha. A paixão por colorir os céus vem de família, pois Danilo é filho do presidente da Confederação Brasileira de Balonismo, Eduardo Melo: “Eu vou nos campeonatos com meu pai e até voo com ele. Mas gosto mais de adrenalina, de ir no resgate, pegar e se meter em vala é bem legal”, se diverte o garoto que ajudou a levar o “Raposa” nas nuvens.

  

 

 

 

 

 

Confira as atrações do 1º Festival Internacional de Balonismo de Santa Maria para os próximos dias.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fotos: Flavia Alli (Agência CentralSul)

 

 

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

 
 Caça à raposa no céu? É isso mesmo! O dia amanheceu mais cedo para os jornalistas que foram caçar o “Raposa” no céu, na manhã desta quinta-feira. O 1º Festival Internacional de Balonismo de Santa Maria levou a imprensa para sobrevoar a cidade. A visão de cima é espetacular.
 
 
 
 

O Voo Fiesta, modalidade usada em passeios para o público, contou com 25 balões tripulados com a imprensa santa-mariense. A prova, proposta pela equipe técnica organizadora do evento, era seguir o balão intitulado de “Raposa”. O grupo que pousasse mais próximo dele venceria a prova.

 

 A Agência CentralSul de Noticias dividiu o espaço no céu com a equipe da TV Campus, sob o comando do balonista Antonio Carlos Giusti, o AC, da equipe Brasil Balonismo. A Base Aérea de Santa Maria foi o ponto de partida de quem participava da competição. Nosso balão chegou perto do alvo estabelecido, mas não o atingiu. Segundo AC, 55 anos, nós voamos cerca de 10 km durante 40 minutos. Ele destaca que o importante é escolher um lugar adequado a parar: “A gente sempre procura pousar perto de casas, onde tem poste, pois se tem poste é porque tem alguma rua ou pessoas”, revela o balonista que trabalha há 19 anos na categoria.

 

 Para garantir o sucesso da prova, a equipe do balão “Raposa” teve a ajuda inusitada do pequeno Danilo de Mello. Com apenas 11 anos, e cursando a 6ª série do ensino fundamental, o menino é um balonista de carteirinha. A paixão por colorir os céus vem de família, pois Danilo é filho do presidente da Confederação Brasileira de Balonismo, Eduardo Melo: “Eu vou nos campeonatos com meu pai e até voo com ele. Mas gosto mais de adrenalina, de ir no resgate, pegar e se meter em vala é bem legal”, se diverte o garoto que ajudou a levar o “Raposa” nas nuvens.

  

 

 

 

 

 

Confira as atrações do 1º Festival Internacional de Balonismo de Santa Maria para os próximos dias.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fotos: Flavia Alli (Agência CentralSul)