Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Noite de festa intelectual no curso de Letras

 Na noite desta quarta-feira, 13 de maio, o curso de Letras da Unifra realizou o 6º Sarau Literário do Centro Universitário Franciscano. O sarau, que é realizado uma vez a cada dois anos, tem a finalidade de integrar alunos e professores da comunidade acadêmica da Unifra, revelar talentos locais relacionados às mais diferentes expressões artísticas, tendo como fio condutor a arte literária, além de oferecer um momento de descontração através do contato mais direto com a arte.

Os trabalhos começaram às 18h30min com a participação do poeta, cronista, jornalista e professor Fabrício Carpinejar. Natural de Caxias do Sul, Carpinejar é mestre em Literatura Brasileira e vem sendo aclamado por escritores do porte de Carlos Heitor Cony e Millôr Fernandes como um dos principais nomes da poesia contemporânea.

 

 Durante a primeira hora do sarau, o poeta apresentou a performance A estrada no meu quintal e interagiu com o público. “Gosto da ideia de ler uma crônica, uma poesia em voz alta. À medida que a gente vai lendo um texto em voz alta, só fica o fundamental. Acho importante essa valorização do relâmpago, da rajada, da interpretação, de deixar um texto amadurecer no rosto”, explicou o escritor.

 

SarauLogo após a palestra, o público foi convidado a participar de apresentações artísticas no saguão do Conjunto III. Alunos do curso de Letras cantaram, tocaram, declamaram e exibiram vídeos. A acadêmica Luana Bianchin, 17, recitou um poema de Olavo Bilac e contou o que mais lhe agradou no sarau: “Estou no 1º semestre do curso de Letras/Inglês. Gostei muito dessa interação com os outros cursos, com os professores”, comentou a aluna.

 

SarauO acadêmico Vinicius Rodrigues, 28, encenou um trecho do Auto do Inferno, do dramaturgo português Gil Vicente. “Nesse clima de festividade, o objetivo é propiciar momentos de lazer e entretenimento à nossa comunidade acadêmica, a partir de manifestações criativas. Estamos todos compartilhando conhecimentos e isso é o que mais importa”, concluiu o estudante.

O 6º Sarau Literário foi coordenado pelas professoras Adriana Macedo Nadal Maciel e Vera Elizabeth Prola Farias. A próxima edição será no primeiro semestre de 2011.

 

 Sarau Sarau

Fotos: Carol Pagliarini

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

 Na noite desta quarta-feira, 13 de maio, o curso de Letras da Unifra realizou o 6º Sarau Literário do Centro Universitário Franciscano. O sarau, que é realizado uma vez a cada dois anos, tem a finalidade de integrar alunos e professores da comunidade acadêmica da Unifra, revelar talentos locais relacionados às mais diferentes expressões artísticas, tendo como fio condutor a arte literária, além de oferecer um momento de descontração através do contato mais direto com a arte.

Os trabalhos começaram às 18h30min com a participação do poeta, cronista, jornalista e professor Fabrício Carpinejar. Natural de Caxias do Sul, Carpinejar é mestre em Literatura Brasileira e vem sendo aclamado por escritores do porte de Carlos Heitor Cony e Millôr Fernandes como um dos principais nomes da poesia contemporânea.

 

 Durante a primeira hora do sarau, o poeta apresentou a performance A estrada no meu quintal e interagiu com o público. “Gosto da ideia de ler uma crônica, uma poesia em voz alta. À medida que a gente vai lendo um texto em voz alta, só fica o fundamental. Acho importante essa valorização do relâmpago, da rajada, da interpretação, de deixar um texto amadurecer no rosto”, explicou o escritor.

 

SarauLogo após a palestra, o público foi convidado a participar de apresentações artísticas no saguão do Conjunto III. Alunos do curso de Letras cantaram, tocaram, declamaram e exibiram vídeos. A acadêmica Luana Bianchin, 17, recitou um poema de Olavo Bilac e contou o que mais lhe agradou no sarau: “Estou no 1º semestre do curso de Letras/Inglês. Gostei muito dessa interação com os outros cursos, com os professores”, comentou a aluna.

 

SarauO acadêmico Vinicius Rodrigues, 28, encenou um trecho do Auto do Inferno, do dramaturgo português Gil Vicente. “Nesse clima de festividade, o objetivo é propiciar momentos de lazer e entretenimento à nossa comunidade acadêmica, a partir de manifestações criativas. Estamos todos compartilhando conhecimentos e isso é o que mais importa”, concluiu o estudante.

O 6º Sarau Literário foi coordenado pelas professoras Adriana Macedo Nadal Maciel e Vera Elizabeth Prola Farias. A próxima edição será no primeiro semestre de 2011.

 

 Sarau Sarau

Fotos: Carol Pagliarini