Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Oficina de “Improvisação de Cenas”

Marcos Barreto dirige oficina de Improvisação de Cenas na próxima segunda-feira. As inscrições são gratuitas para 20 vagas.

A oficina de teatro Improvisação de Cenas, ministrada pelo ator e diretor gaúcho Marcos Barreto, foi transferida para a próxima segunda-feira, 27 de abril. O curso seria nesta segunda-feira, dia 20.

A oficina será na Casa de Cultura (praça Saldanha Marinho) e tem 20 vagas para jovens acima de 16 anos. As inscrições devem ser feitas no local, até sexta-feira, 24 de abril, das 8h às 12h e das 14h às 16h.

A atividade acontece após a apresentação de duas peças do Projeto Dois Olhares, nos dias 23 e 24 de abril, Diálogos de um Louqo, às 19h, e As Afinidades Eletivas, às 21h, no Theatro 13 de Maio.

Marcos Barreto, ator e diretor santa-mariense, iniciou sua carreira em 1976. Em 1985 começou a atuar na Cia. de Ópera Seca com direção de Gerald Thomas, onde trabalhou até 1990.  Em Porto Alegre,  dirigiu e atuou em peças que rodaram por todo o Rio Grande do Sul.

 

O Projeto

O Projeto Dois Olhares possibilita ao público o contato com a produção teatral realizada no centro do país, através da construção de pontes de intercâmbio cultural e da troca de olhares. É uma realização da Meio do Mato Produções Artísticas, com produção de Marcos Barreto.  

Diálogos de um Louqo trata da vida e obra do dramaturgo gaúcho José Joaquim Campos Leão, o Qorpo-Santo. São fragmentos de textos de espetáculos de sua autoria sob a ótica criativa do dramaturgo Paulo Bauler, com direção e atuação de Marcos Barreto. O ator Tarcísio Filho faz a supervisão de ator na peça. “O espetáculo mostra um pouco desse louco, desse Quixote, desse ser que em alguns momentos se faz chapliniano, que encontra ternura e humanidade na tragédia”, ressalta Barreto. Afinado com a pós-modernidade, Qorpo Santo não defendia ideologias e em toda a sua obra não se registra nenhum ranço regionalista ou partidarismo político. Os estudiosos o apontam como o precursor do teatro do absurdo, do movimento futurista, do dadaísmo e do surrealismo. Seus contemporâneos o internaram como louco e interditaram-lhe os bens, num atestado de sua atemporalidade cênica.

As Afinidades Eletivas é uma livre adaptação, baseada na obra de Goethe, com direção de Marcos Barreto e, no elenco, Eduardo Dascar, Adriana Rabelo e Manuela do Monte, atriz santa-mariense.

 

Divulgação: Pauta Assessoria – www.pautaassessoria.com.br

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marcos Barreto dirige oficina de Improvisação de Cenas na próxima segunda-feira. As inscrições são gratuitas para 20 vagas.

A oficina de teatro Improvisação de Cenas, ministrada pelo ator e diretor gaúcho Marcos Barreto, foi transferida para a próxima segunda-feira, 27 de abril. O curso seria nesta segunda-feira, dia 20.

A oficina será na Casa de Cultura (praça Saldanha Marinho) e tem 20 vagas para jovens acima de 16 anos. As inscrições devem ser feitas no local, até sexta-feira, 24 de abril, das 8h às 12h e das 14h às 16h.

A atividade acontece após a apresentação de duas peças do Projeto Dois Olhares, nos dias 23 e 24 de abril, Diálogos de um Louqo, às 19h, e As Afinidades Eletivas, às 21h, no Theatro 13 de Maio.

Marcos Barreto, ator e diretor santa-mariense, iniciou sua carreira em 1976. Em 1985 começou a atuar na Cia. de Ópera Seca com direção de Gerald Thomas, onde trabalhou até 1990.  Em Porto Alegre,  dirigiu e atuou em peças que rodaram por todo o Rio Grande do Sul.

 

O Projeto

O Projeto Dois Olhares possibilita ao público o contato com a produção teatral realizada no centro do país, através da construção de pontes de intercâmbio cultural e da troca de olhares. É uma realização da Meio do Mato Produções Artísticas, com produção de Marcos Barreto.  

Diálogos de um Louqo trata da vida e obra do dramaturgo gaúcho José Joaquim Campos Leão, o Qorpo-Santo. São fragmentos de textos de espetáculos de sua autoria sob a ótica criativa do dramaturgo Paulo Bauler, com direção e atuação de Marcos Barreto. O ator Tarcísio Filho faz a supervisão de ator na peça. “O espetáculo mostra um pouco desse louco, desse Quixote, desse ser que em alguns momentos se faz chapliniano, que encontra ternura e humanidade na tragédia”, ressalta Barreto. Afinado com a pós-modernidade, Qorpo Santo não defendia ideologias e em toda a sua obra não se registra nenhum ranço regionalista ou partidarismo político. Os estudiosos o apontam como o precursor do teatro do absurdo, do movimento futurista, do dadaísmo e do surrealismo. Seus contemporâneos o internaram como louco e interditaram-lhe os bens, num atestado de sua atemporalidade cênica.

As Afinidades Eletivas é uma livre adaptação, baseada na obra de Goethe, com direção de Marcos Barreto e, no elenco, Eduardo Dascar, Adriana Rabelo e Manuela do Monte, atriz santa-mariense.

 

Divulgação: Pauta Assessoria – www.pautaassessoria.com.br