Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Surpresa e emoção abrem o 8º SMVC

Surpresas marcaram a abertura do 8º Santa Maria Vídeo e Cinema (SMVC)
na noite dessa segunda-feira, 23. Um projeto de lei, que institui o dia
5 de dezembro como Dia Municipal do Cinema foi anunciado pelo prefeito Cesar Shirmer e entregue ao representante da Câmara de Vereadores, Werner Rempel.
A
escolha da data faz homenagem ao centenário do mais antigo registro
cinematográfico do RS, pertencente à cidade de Santa Maria. Capturadas
pelo alemão Eduardo Hirtz e descobertas pelo pesquisador e professor
de cinema Glênio Póvoas, as imagens em movimento mais antigas do estado
retratavam festas da igreja matriz, em 5 de dezembro de 1909.

O tema do festival deste ano, “da película ao pixel”,
recebeu elogios do homenageado nacional, Silvio Tendler: “Com isso não
se é mais escravo da produção. Hoje em dia se é escravo das ideias”.

Tendler,
renomado documentarista, produtor de filmes que resgatam a mémoria
social brasileira como “Jango” e “Anos JK”, refere-se ao tema aludindo às
expansões que hoje o cinema ganhou: “O cinema é uma arma importante na
contagem e reprodução das histórias. Na época, fazer cinema era muito
difícil. Hoje você faz cinema com o telefone celular”.

Após
receber o trófeu Vento Norte das mãos do prefeito municipal, o cineasta
parabenizou o SMCV, seus organizadores e se despediu
emocionado: “Porque sozinho ninguém produz.. O cineclubismo é a colmeia
dos cineastas do futuro”.

 

 

Fotos: Evandro Sturm e Maiara Bersch (laboratório de Fotografia e Memória)

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Surpresas marcaram a abertura do 8º Santa Maria Vídeo e Cinema (SMVC)
na noite dessa segunda-feira, 23. Um projeto de lei, que institui o dia
5 de dezembro como Dia Municipal do Cinema foi anunciado pelo prefeito Cesar Shirmer e entregue ao representante da Câmara de Vereadores, Werner Rempel.
A
escolha da data faz homenagem ao centenário do mais antigo registro
cinematográfico do RS, pertencente à cidade de Santa Maria. Capturadas
pelo alemão Eduardo Hirtz e descobertas pelo pesquisador e professor
de cinema Glênio Póvoas, as imagens em movimento mais antigas do estado
retratavam festas da igreja matriz, em 5 de dezembro de 1909.

O tema do festival deste ano, “da película ao pixel”,
recebeu elogios do homenageado nacional, Silvio Tendler: “Com isso não
se é mais escravo da produção. Hoje em dia se é escravo das ideias”.

Tendler,
renomado documentarista, produtor de filmes que resgatam a mémoria
social brasileira como “Jango” e “Anos JK”, refere-se ao tema aludindo às
expansões que hoje o cinema ganhou: “O cinema é uma arma importante na
contagem e reprodução das histórias. Na época, fazer cinema era muito
difícil. Hoje você faz cinema com o telefone celular”.

Após
receber o trófeu Vento Norte das mãos do prefeito municipal, o cineasta
parabenizou o SMCV, seus organizadores e se despediu
emocionado: “Porque sozinho ninguém produz.. O cineclubismo é a colmeia
dos cineastas do futuro”.

 

 

Fotos: Evandro Sturm e Maiara Bersch (laboratório de Fotografia e Memória)