Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Temperaturas geladas que marcam apenas um dígito

Casaco, cachecol, manta, luva, pantufa, tudo isso vem acompanhando a estação mais odiada por uns e esperada por muitas pessoas. Nesse domingo, 21 de junho, às 2h45min chegou o inverno e, segundo meteorologistas, o frio vem com tudo. Hoje pela manhã, o termômetro marcava 6 graus, às 7h.

Dias gelados, cinzentos, cheios de cerração. Essas são algumas das características predominantes da estação. E são esses fatores que mobilizam o comércio de Santa Maria. São cafés, restaurantes, ambulantes, lojas de vestuário e de aquecedores que mantém a cidade mais aquecida.

O comércio informal é o que mais atrai os esquecidinhos e desprevenidos que saem de casa sem luvas, toucas, mas para Natieli da Rosa Dias, 18 anos é uma maravilha quando isso acontece porque ela vende, e muito.

Para aqueles que saem do trabalho ou apenas vão ao centro fazer um lanche, a melhor pedida para o inverno são as bebidas quentes – cafés, chocolate quente são os mais pedido nas cafeterias. Felipe Palmas Flores, 25 anos, atendente da Cafeteria Doce Café relata que com o frio as vendas aumentam em 30 a 40 por cento.

Claro que não é só de compras que se mantém o inverno. Há também pessoas que se mobilizam em prol daqueles que não podem se aquecer. A Campanha do Agasalho é realizada pelo estado e dirigida a todos os municípios ,que fazem a arrecadação.

InvernoExiste um grupo que também contribui, mas de uma forma diferente. Elas arrecadam quadradinhos tricotados ou novelos de lã para, assim, aquecer algumas crianças. É o Quadrado solidário, em que servidoras da Universidade Federal de Santa Maria disponibilizam um pouco do seu tempo para acalentar o próximo.

Com o frio, algumas pessoas que o odeiam às vezes ficam meio rabugentas. Como Tatiane Soares, 25 anos, doméstica “Eu odeio o inverno, por mais roupa que a gente coloca anda sempre encolhida, e de tanto se encolher chega a ficar com dores no corpo”, enfatiza a jovem rindo.

Há também aqueles que apreciam, e muito, a estação, pelas comidas e bebidas específicas para o clima, como o casal Luiz Augusto Silva, 40 anos, empresário, e Marlene Silva, 38 anos, dona de casa. “O melhor do inverno  é tu poder degustar um bom vinho, na beira da lareira e, claro, muito bem acompanhado”, comenta Luiz,. Já a esposa gosta da estação porque as roupas são mais bonitas, a comida é mais gostosa e clima frio, “é bom pra namorar”, completa ela.

invernoOs que esperaram ansiosos a estação, já podem aproveitá-la, mas aqueles que não gostam nem de lembrar que ela começou, ainda vão ter longos três meses à frente, em que as temperaturas tendem a marcar apenas um dígito no termômetro.

Se você ficou interessado em participar do Quadrado Solidário envie um email para espacoalternativo@gmail.com ou entre em contato pelo o telefone 3220-8826.

 

Fotos: Evandro Sturm (Laboratório de Fotografia e Memória)

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Casaco, cachecol, manta, luva, pantufa, tudo isso vem acompanhando a estação mais odiada por uns e esperada por muitas pessoas. Nesse domingo, 21 de junho, às 2h45min chegou o inverno e, segundo meteorologistas, o frio vem com tudo. Hoje pela manhã, o termômetro marcava 6 graus, às 7h.

Dias gelados, cinzentos, cheios de cerração. Essas são algumas das características predominantes da estação. E são esses fatores que mobilizam o comércio de Santa Maria. São cafés, restaurantes, ambulantes, lojas de vestuário e de aquecedores que mantém a cidade mais aquecida.

O comércio informal é o que mais atrai os esquecidinhos e desprevenidos que saem de casa sem luvas, toucas, mas para Natieli da Rosa Dias, 18 anos é uma maravilha quando isso acontece porque ela vende, e muito.

Para aqueles que saem do trabalho ou apenas vão ao centro fazer um lanche, a melhor pedida para o inverno são as bebidas quentes – cafés, chocolate quente são os mais pedido nas cafeterias. Felipe Palmas Flores, 25 anos, atendente da Cafeteria Doce Café relata que com o frio as vendas aumentam em 30 a 40 por cento.

Claro que não é só de compras que se mantém o inverno. Há também pessoas que se mobilizam em prol daqueles que não podem se aquecer. A Campanha do Agasalho é realizada pelo estado e dirigida a todos os municípios ,que fazem a arrecadação.

InvernoExiste um grupo que também contribui, mas de uma forma diferente. Elas arrecadam quadradinhos tricotados ou novelos de lã para, assim, aquecer algumas crianças. É o Quadrado solidário, em que servidoras da Universidade Federal de Santa Maria disponibilizam um pouco do seu tempo para acalentar o próximo.

Com o frio, algumas pessoas que o odeiam às vezes ficam meio rabugentas. Como Tatiane Soares, 25 anos, doméstica “Eu odeio o inverno, por mais roupa que a gente coloca anda sempre encolhida, e de tanto se encolher chega a ficar com dores no corpo”, enfatiza a jovem rindo.

Há também aqueles que apreciam, e muito, a estação, pelas comidas e bebidas específicas para o clima, como o casal Luiz Augusto Silva, 40 anos, empresário, e Marlene Silva, 38 anos, dona de casa. “O melhor do inverno  é tu poder degustar um bom vinho, na beira da lareira e, claro, muito bem acompanhado”, comenta Luiz,. Já a esposa gosta da estação porque as roupas são mais bonitas, a comida é mais gostosa e clima frio, “é bom pra namorar”, completa ela.

invernoOs que esperaram ansiosos a estação, já podem aproveitá-la, mas aqueles que não gostam nem de lembrar que ela começou, ainda vão ter longos três meses à frente, em que as temperaturas tendem a marcar apenas um dígito no termômetro.

Se você ficou interessado em participar do Quadrado Solidário envie um email para espacoalternativo@gmail.com ou entre em contato pelo o telefone 3220-8826.

 

Fotos: Evandro Sturm (Laboratório de Fotografia e Memória)