Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Você está pronto para o futuro?

 Com essa interrogação um grupo de alunos da disciplina de Cibercultura, do curso de Jornalismo, provocava a curiosidade dos colegas antes da apresentação do trabalho. A disciplina ministrada pela professora Daniela Hinerasky aborda virtualização da realidade, a interatividade, as redes sociais e as tecnologias.

 

 

 

 

Música, fumaça, luzes e imagens criaram um ambiente que transportava as pessoas para dentro do vídeo. O grupo formado por Ingrid Lippman, Camila Compagnoni, Lucas Machado Souza e Guilherme Kalsing  propôs mostrar “uma arte digital como uma bienal, com interatividade e sensações”, como define Camila.

 

Imagens com o mundo nas mãos, a conexão com a era digital tanto de tecnologias como de ideias, ciberarte, cyborg, robôs, mostram o cibermundo. Uma realidade não tão distante. A proposta do trabalho é compreender o momento, como explica Daniela: “A cibercultura é aplicada no nosso dia-a-dia, no uso do cartão de crédito, as redes sociais, blogs, música eletrônica, os chips, são coisas que interferem no nosso cotidiano”.

 

A apresentação dos trabalhos encerrou as aulas da disciplina de uma forma positiva: “Eles estão empolgados e aprenderam que cibercultura não é só teoria, além de apresentarem os trabalhos de forma bem criativa”, resumiu orgulhosa a professora. (no centro da foto)

 

 

Confira o vídeo dos alunos:

 

 

Fotos: Gabriela Perufo (Laboratório de Fotografia e Memória)

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

 Com essa interrogação um grupo de alunos da disciplina de Cibercultura, do curso de Jornalismo, provocava a curiosidade dos colegas antes da apresentação do trabalho. A disciplina ministrada pela professora Daniela Hinerasky aborda virtualização da realidade, a interatividade, as redes sociais e as tecnologias.

 

 

 

 

Música, fumaça, luzes e imagens criaram um ambiente que transportava as pessoas para dentro do vídeo. O grupo formado por Ingrid Lippman, Camila Compagnoni, Lucas Machado Souza e Guilherme Kalsing  propôs mostrar “uma arte digital como uma bienal, com interatividade e sensações”, como define Camila.

 

Imagens com o mundo nas mãos, a conexão com a era digital tanto de tecnologias como de ideias, ciberarte, cyborg, robôs, mostram o cibermundo. Uma realidade não tão distante. A proposta do trabalho é compreender o momento, como explica Daniela: “A cibercultura é aplicada no nosso dia-a-dia, no uso do cartão de crédito, as redes sociais, blogs, música eletrônica, os chips, são coisas que interferem no nosso cotidiano”.

 

A apresentação dos trabalhos encerrou as aulas da disciplina de uma forma positiva: “Eles estão empolgados e aprenderam que cibercultura não é só teoria, além de apresentarem os trabalhos de forma bem criativa”, resumiu orgulhosa a professora. (no centro da foto)

 

 

Confira o vídeo dos alunos:

 

 

Fotos: Gabriela Perufo (Laboratório de Fotografia e Memória)