Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

2° turno das eleições está calmo em Santa Maria

eleicoes2010_segundoturno2_pedro.jpgEmbora hoje seja "dia das bruxas" não está sendo nenhum terror
para os santa-marienses votarem para escolher o presidente do país.

 

Pelo menos durante o período da manhã, a votação ocorreu de
maneira tranquila e a Policia Federal não registrou nenhuma ocorrência.

O administrador de
prédio Célio Amaro Fernandes disse que quem vota no Salão de Festas Sociedade Santa Thereza, da
Igreja  do Bomfim, com quatro seções, não precisa se preocupar porque o movimento
é calmo e deve continuar assim o dia todo.

Mas o administrador Marcelo Antonio Klein Eckert acredita
que o movimento aumente a partir do meio-dia no Ginásio Franciscão, do Colégio Sant’Anna.

 

eleicoes2010_justificativa_pedro.jpgNa escola Cicero Barreto a fila é só para quem justifica o
voto. No 1° turno teve fila de manhã no colégio, mas como há menos votos a digitar, a adminitradoroda Bibiana
Bortoluzzi disse que mesmo com grande movimento não irá formar fila. “Leva segundos para apertar os dois números e ir embora,
assim não está tendo fila neste segundo turno”, explica Bibiana.

 

Salas com zonas não identificadas

Mas na escola Marieta D’Ambrósio, os eleitores da 41ª zona eleitoral tiveram um pouco de dificuldade para localizar sua sala de votação. Ocorre que nesta escola também votam eleitores da 147ª zona e todas as salas estavam identificadas apenas com as seções desta zona. Eleitores da 41ª tiveram que perambular pelas salas à procura de quem pudesse encontrar seus nomes na listas. 

Outro contratempo esperava os eleitores do Marieta D’Ambrósio que foram de carro para votar: a escola fica ao lado do Centro Desportivo Municipal, onde ocorre desde ontem a FEISMA e não havia lugar para estacionar nas proximidads. O jeito foi dar muitas voltas  pelas ruas adjacentes até encontrar uma vaga.

A campanha eleitoral

Marisa Borin, que votou no colégio Cícero Barreto, diz que independente do que acontecesse
nesse segundo turno de  campanha
eleitoral, não mudaria seu voto.

A eleitora Mônica Rosa Zeni diz que na continuidade da
campanha deu para esclarecer algumas questões que ainda precisavam ser
esclarecidas, mas achou o clima pesado.

“Na cidade a visibilidade da campanha foi menor nesse
segundo turno”, diz Mônica Rosa.

 Alessandro Bernardi
disse que também notou que não houve tanta mobilização nesse turno. “É melhor, a cidade ficou mais limpa”, observa Alessandro.

 

Fotos: Pedro Porto (Laboratório de Fotografia e Memória)

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

eleicoes2010_segundoturno2_pedro.jpgEmbora hoje seja "dia das bruxas" não está sendo nenhum terror
para os santa-marienses votarem para escolher o presidente do país.

 

Pelo menos durante o período da manhã, a votação ocorreu de
maneira tranquila e a Policia Federal não registrou nenhuma ocorrência.

O administrador de
prédio Célio Amaro Fernandes disse que quem vota no Salão de Festas Sociedade Santa Thereza, da
Igreja  do Bomfim, com quatro seções, não precisa se preocupar porque o movimento
é calmo e deve continuar assim o dia todo.

Mas o administrador Marcelo Antonio Klein Eckert acredita
que o movimento aumente a partir do meio-dia no Ginásio Franciscão, do Colégio Sant’Anna.

 

eleicoes2010_justificativa_pedro.jpgNa escola Cicero Barreto a fila é só para quem justifica o
voto. No 1° turno teve fila de manhã no colégio, mas como há menos votos a digitar, a adminitradoroda Bibiana
Bortoluzzi disse que mesmo com grande movimento não irá formar fila. “Leva segundos para apertar os dois números e ir embora,
assim não está tendo fila neste segundo turno”, explica Bibiana.

 

Salas com zonas não identificadas

Mas na escola Marieta D’Ambrósio, os eleitores da 41ª zona eleitoral tiveram um pouco de dificuldade para localizar sua sala de votação. Ocorre que nesta escola também votam eleitores da 147ª zona e todas as salas estavam identificadas apenas com as seções desta zona. Eleitores da 41ª tiveram que perambular pelas salas à procura de quem pudesse encontrar seus nomes na listas. 

Outro contratempo esperava os eleitores do Marieta D’Ambrósio que foram de carro para votar: a escola fica ao lado do Centro Desportivo Municipal, onde ocorre desde ontem a FEISMA e não havia lugar para estacionar nas proximidads. O jeito foi dar muitas voltas  pelas ruas adjacentes até encontrar uma vaga.

A campanha eleitoral

Marisa Borin, que votou no colégio Cícero Barreto, diz que independente do que acontecesse
nesse segundo turno de  campanha
eleitoral, não mudaria seu voto.

A eleitora Mônica Rosa Zeni diz que na continuidade da
campanha deu para esclarecer algumas questões que ainda precisavam ser
esclarecidas, mas achou o clima pesado.

“Na cidade a visibilidade da campanha foi menor nesse
segundo turno”, diz Mônica Rosa.

 Alessandro Bernardi
disse que também notou que não houve tanta mobilização nesse turno. “É melhor, a cidade ficou mais limpa”, observa Alessandro.

 

Fotos: Pedro Porto (Laboratório de Fotografia e Memória)