Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Assembleia vota hoje projeto que garante jornalistas diplomados nos poderes do Estado

Nesta quarta-feira, 17 de março de 2010, a Assembleia Legislativa vota o projeto de lei – PL 236/2009 – que determina a todos os poderes do
Estado que o provimento dos cargos de jornalista na esfera da administração pública estadual deverá observar
a exigência do diploma de formação superior específica.

A autoria é do
deputado Sandro Boka (PMDB). Na última
semana, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovou por
unanimidade o parecer favorável do deputado Fabiano Pereira (PT),
autorizando com isso que o projeto fosse levado a plenário.

De acordo com o presidente da Federação Nacional dos Jornalistas
(Fenaj), Sérgio Murilo de Andrade, o estado dá um passo à frente no
sentido de reconhecer os direitos dos jornalistas e garantir um serviço
público de qualidade. ‘‘Com certeza essa iniciativa vai contribuir para
fortalecer a luta para resgatar a exigência do diploma no Congresso
Nacional’’, declara. O mesmo projeto já foi aprovado nos estados do
Amazonas e Minas Gerais.

Para o presidente do Sindicato gaúcho, José Maria Rodrigues Nunes,
a aprovação do projeto significa o reconhecimento dos deputados na
qualidade da informação e estará ratificando a mesma posição dos
deputados e senadores que já aprovaram nas Comissões de Constituição e
Justiça das duas casas, a obrigatoriedade do diploma para o exercício
da profissão. ‘‘Aprovar este projeto é dizer sim à educação e à
informação de qualidade nos poderes do Estado’’, relata.

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nesta quarta-feira, 17 de março de 2010, a Assembleia Legislativa vota o projeto de lei – PL 236/2009 – que determina a todos os poderes do
Estado que o provimento dos cargos de jornalista na esfera da administração pública estadual deverá observar
a exigência do diploma de formação superior específica.

A autoria é do
deputado Sandro Boka (PMDB). Na última
semana, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovou por
unanimidade o parecer favorável do deputado Fabiano Pereira (PT),
autorizando com isso que o projeto fosse levado a plenário.

De acordo com o presidente da Federação Nacional dos Jornalistas
(Fenaj), Sérgio Murilo de Andrade, o estado dá um passo à frente no
sentido de reconhecer os direitos dos jornalistas e garantir um serviço
público de qualidade. ‘‘Com certeza essa iniciativa vai contribuir para
fortalecer a luta para resgatar a exigência do diploma no Congresso
Nacional’’, declara. O mesmo projeto já foi aprovado nos estados do
Amazonas e Minas Gerais.

Para o presidente do Sindicato gaúcho, José Maria Rodrigues Nunes,
a aprovação do projeto significa o reconhecimento dos deputados na
qualidade da informação e estará ratificando a mesma posição dos
deputados e senadores que já aprovaram nas Comissões de Constituição e
Justiça das duas casas, a obrigatoriedade do diploma para o exercício
da profissão. ‘‘Aprovar este projeto é dizer sim à educação e à
informação de qualidade nos poderes do Estado’’, relata.