Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Nem só de livros vive a Feira

Nem só de venda de livros vive a Feira do Livro de Santa Maria. Uma extensa programação cultural paralela proporciona aos públicos infantil e adulto durante as duas semanas do evento, oficinas, palestras, sessões de autógrafos, bate-papos com escritores famosos e apresentações teatrais e musicais. Confira alguns destes momentos da Feira de 2010:
 
 
 
 

Dois Cândidos circularam na Feira: um deles, o patrono do evento, Antônio Cândido Azambuja Ribeiro e seu livro publicado pela Lei do Livro da Câmara de Vereadores: A Face Oculta da Lua.

O outro, Candido Otto da Luz, lançou seu sexto livro sobre a história do futebol em Santa Maria: O Time dos Sonhos do Inter SM – Parte I . A obra permaneceu entre as mais vendidas da Feira, mesmo depois de 40 mil livros comercializados.

 

 
 
A Feira Infantil teve muitas atrações, inclusive para as crianças com deficiência visual. Muitas histórias contadas, muita música e a oportunidade de interagir com os escritores. Na foto, as crianças com a escritora Selma Feltrin, que já foi patronesse da Feira Infantil, no dia do lançamento do livrinho O Divã dos Sonhos, também publicado em braile.

 

 

 

Tinha livro adulto com jeito de livro de criança e que fez suceso entre os dois públicos. Foi o caso do Máucio e seu Penápolis – o mundo segundo as galinhas

 

 

 

 

Um dos destaques da programação da Feira foi o show de percussão do grupo Cuica. O projeto de inclusão social realizado em Camobi reúne meninos e meninas carentes através da formação musical.

 

 

 

 

A Feira também tem os mais diversos gêneros musicais: música nativa, blues, rock’n roll e MPB. Na foto, a apresentação do grupo Raízes

 

 

 

 

 

Teatro também integrou a programação cultural do Livro Livre, um dos projetos da Feira que aproxima o público leitor de seus escritores ou artistas preferidos. Aqui, o registro da apresentação do Balé da Cidade encenando poemas de Mário Quintana.

 

 

 

 

 Toda a movimentação na praça Saldanha Marinho durante as duas semanas de Feira do Livro de Santa Maria foi acompanhada pelos alunos de Comunicação Social – Jornalismo da Unifra: da disciplina de Assessoria de Imprensa, que fizeram o site da Feira; pelos alunos de Fotografia, que registaram os principais momentos; da Agência Central Sul e da disciplina de Jornalismo Especializado, que cobriram a Feira entrevistando escritores, atores e músicos; e da disciplina de Radiojornalismo, com a Rádio Feira ao vivo, na praça (foto).

 

 

 

 


Fotos: Gabriela Perufo, Maiara Bersch, Rômulo D’Avila, Eduardo Ramos (Laboratório de Fotografia e Memória) 

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nem só de venda de livros vive a Feira do Livro de Santa Maria. Uma extensa programação cultural paralela proporciona aos públicos infantil e adulto durante as duas semanas do evento, oficinas, palestras, sessões de autógrafos, bate-papos com escritores famosos e apresentações teatrais e musicais. Confira alguns destes momentos da Feira de 2010:
 
 
 
 

Dois Cândidos circularam na Feira: um deles, o patrono do evento, Antônio Cândido Azambuja Ribeiro e seu livro publicado pela Lei do Livro da Câmara de Vereadores: A Face Oculta da Lua.

O outro, Candido Otto da Luz, lançou seu sexto livro sobre a história do futebol em Santa Maria: O Time dos Sonhos do Inter SM – Parte I . A obra permaneceu entre as mais vendidas da Feira, mesmo depois de 40 mil livros comercializados.

 

 
 
A Feira Infantil teve muitas atrações, inclusive para as crianças com deficiência visual. Muitas histórias contadas, muita música e a oportunidade de interagir com os escritores. Na foto, as crianças com a escritora Selma Feltrin, que já foi patronesse da Feira Infantil, no dia do lançamento do livrinho O Divã dos Sonhos, também publicado em braile.

 

 

 

Tinha livro adulto com jeito de livro de criança e que fez suceso entre os dois públicos. Foi o caso do Máucio e seu Penápolis – o mundo segundo as galinhas

 

 

 

 

Um dos destaques da programação da Feira foi o show de percussão do grupo Cuica. O projeto de inclusão social realizado em Camobi reúne meninos e meninas carentes através da formação musical.

 

 

 

 

A Feira também tem os mais diversos gêneros musicais: música nativa, blues, rock’n roll e MPB. Na foto, a apresentação do grupo Raízes

 

 

 

 

 

Teatro também integrou a programação cultural do Livro Livre, um dos projetos da Feira que aproxima o público leitor de seus escritores ou artistas preferidos. Aqui, o registro da apresentação do Balé da Cidade encenando poemas de Mário Quintana.

 

 

 

 

 Toda a movimentação na praça Saldanha Marinho durante as duas semanas de Feira do Livro de Santa Maria foi acompanhada pelos alunos de Comunicação Social – Jornalismo da Unifra: da disciplina de Assessoria de Imprensa, que fizeram o site da Feira; pelos alunos de Fotografia, que registaram os principais momentos; da Agência Central Sul e da disciplina de Jornalismo Especializado, que cobriram a Feira entrevistando escritores, atores e músicos; e da disciplina de Radiojornalismo, com a Rádio Feira ao vivo, na praça (foto).

 

 

 

 


Fotos: Gabriela Perufo, Maiara Bersch, Rômulo D’Avila, Eduardo Ramos (Laboratório de Fotografia e Memória)