Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Prefeitos da região discutem gerenciamento do lixo

Prefeitos
dos 33 municípios do Consórcio Intermunicipal da Região Centro
(CI/Centro) reuniram-se na Prefeitura em Santa Maria para discutir soluções
para
coleta e destino do lixo.

Normal
0

21

false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE

MicrosoftInternetExplorer4


/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-qformat:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;
mso-fareast-theme-font:minor-fareast;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;
mso-bidi-font-family:”Times New Roman”;
mso-bidi-theme-font:minor-bidi;}

O
prefeito Cesar Schirmer diz gastar em torno de R$ 10 milhões por ano com o
gerenciamento do lixo. Para ele, o lixo e o aterro sanitário são problemas
sérios e podem se transformar em ações judiciais.

Durante
a reunião, o consultor do Ministério do Meio Ambiente, Dan Moche Schneider,
especialista em gestão e manejo de resíduos sólidos, contextualizou sobre os
problemas do lixo no país e sua origem. Também apresentou tópicos sobre a Lei
de Saneamento e a recém sancionada Política Nacional de Resíduos Sólidos.

O
que diz a Política de Resíduos

A
nova política nacional prevê a ordem de prioridade da gestão: não geração,
redução, reutilização, reciclagem, tratamento dos resíduos sólidos e disposição
final ambientalmente adequada dos rejeitos. Proíbe os “lixões” a céu aberto e
incentiva a indústria da reciclagem, entre outras iniciativas.

“Os problemas em relação ao lixo no país e em
Santa Maria são parecidos, cada região tem sua peculiaridade. O obstáculo está
na gestão e no gerenciamento desses processos”, afirma Schneider.

A
exemplo das grandes cidades que sofrem com problemas ambientais, o prefeito de
Santiago, Júlio Cesar Vieira Ruivo, afirmou também ter dificuldades nessa
questão. 

A
massa de resíduos domiciliares e comerciais cresceu 49% esse ano e, no mesmo
período, a população cresceu 16%.  Os
números de resíduos destinados à compostagem e à coleta seletiva são mínimos,
informou o representante do Ministério.

O
evento reuniu secretários de governo e representantes dos municípios da região.

 

Fotos: Ana Rauber, Carlos Rauber e Bruno Mello (Laboratório de Fotografia e Memória)

 

 

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Prefeitos
dos 33 municípios do Consórcio Intermunicipal da Região Centro
(CI/Centro) reuniram-se na Prefeitura em Santa Maria para discutir soluções
para
coleta e destino do lixo.

Normal
0

21

false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE

MicrosoftInternetExplorer4


/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-qformat:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;
mso-fareast-theme-font:minor-fareast;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;
mso-bidi-font-family:”Times New Roman”;
mso-bidi-theme-font:minor-bidi;}

O
prefeito Cesar Schirmer diz gastar em torno de R$ 10 milhões por ano com o
gerenciamento do lixo. Para ele, o lixo e o aterro sanitário são problemas
sérios e podem se transformar em ações judiciais.

Durante
a reunião, o consultor do Ministério do Meio Ambiente, Dan Moche Schneider,
especialista em gestão e manejo de resíduos sólidos, contextualizou sobre os
problemas do lixo no país e sua origem. Também apresentou tópicos sobre a Lei
de Saneamento e a recém sancionada Política Nacional de Resíduos Sólidos.

O
que diz a Política de Resíduos

A
nova política nacional prevê a ordem de prioridade da gestão: não geração,
redução, reutilização, reciclagem, tratamento dos resíduos sólidos e disposição
final ambientalmente adequada dos rejeitos. Proíbe os “lixões” a céu aberto e
incentiva a indústria da reciclagem, entre outras iniciativas.

“Os problemas em relação ao lixo no país e em
Santa Maria são parecidos, cada região tem sua peculiaridade. O obstáculo está
na gestão e no gerenciamento desses processos”, afirma Schneider.

A
exemplo das grandes cidades que sofrem com problemas ambientais, o prefeito de
Santiago, Júlio Cesar Vieira Ruivo, afirmou também ter dificuldades nessa
questão. 

A
massa de resíduos domiciliares e comerciais cresceu 49% esse ano e, no mesmo
período, a população cresceu 16%.  Os
números de resíduos destinados à compostagem e à coleta seletiva são mínimos,
informou o representante do Ministério.

O
evento reuniu secretários de governo e representantes dos municípios da região.

 

Fotos: Ana Rauber, Carlos Rauber e Bruno Mello (Laboratório de Fotografia e Memória)