Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Visitantes da Multifeira aprendem Libras

feisma2010_libras_romulo.jpgAlunas do curso de Odontologia da Unifra e a professora
Camila Righi Medeiros Camillo ministraram oficina de Libras, nesta
quinta-feira, dia 4, no estande do Centro Universitário Franciscano, no
Pavilhão Inovação da FEISMA.

Normal
0

21

false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE

MicrosoftInternetExplorer4

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-qformat:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin-top:0cm;
mso-para-margin-right:0cm;
mso-para-margin-bottom:10.0pt;
mso-para-margin-left:0cm;
line-height:115%;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;
mso-fareast-theme-font:minor-fareast;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;
mso-bidi-font-family:”Times New Roman”;
mso-bidi-theme-font:minor-bidi;}

 

Na oficina, foi possível ensinar para os visitantes o
alfabeto manual, algumas dicas para se apresentar e se comunicar com as pessoas surdas.  A Língua Brasileira de
Sinais (Libras) começou a fazer parte do currículo dos cursos de Turismo,
Terapia Ocupacional, Física Médica, Letras, Geografia e História da instituição
desde o segundo semestre de 2010. Nos cursos de licenciaturas, Libras é uma
disciplina obrigatória; para os demais é optativa.

 

A professora acredita que a língua dos sinais ainda é pouco
conhecida, mas logo fará parte do currículo de todos os cursos da Unifra. Ela
ficou contente com o desempenho das crianças que participaram da oficina. “Elas
aprendem muito rápido”, comenta.

 

A estudante do curso de Odontologia, Duziene Denardini
Pereira, aderiu à disciplina para obter mais conhecimento sobre essa outra
maneira de se comunicar. “Apesar de não ter tantos participantes, foi muito
interessante a oficina”, conta.

 

 

Texto:
Letícia Poerschke de Almeida

Fotos:
Rômulo D’Ávila

Assessoria
de Imprensa – FEISMA Multifeira de Santa Maria

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

feisma2010_libras_romulo.jpgAlunas do curso de Odontologia da Unifra e a professora
Camila Righi Medeiros Camillo ministraram oficina de Libras, nesta
quinta-feira, dia 4, no estande do Centro Universitário Franciscano, no
Pavilhão Inovação da FEISMA.

Normal
0

21

false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE

MicrosoftInternetExplorer4

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-qformat:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin-top:0cm;
mso-para-margin-right:0cm;
mso-para-margin-bottom:10.0pt;
mso-para-margin-left:0cm;
line-height:115%;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;
mso-fareast-theme-font:minor-fareast;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;
mso-bidi-font-family:”Times New Roman”;
mso-bidi-theme-font:minor-bidi;}

 

Na oficina, foi possível ensinar para os visitantes o
alfabeto manual, algumas dicas para se apresentar e se comunicar com as pessoas surdas.  A Língua Brasileira de
Sinais (Libras) começou a fazer parte do currículo dos cursos de Turismo,
Terapia Ocupacional, Física Médica, Letras, Geografia e História da instituição
desde o segundo semestre de 2010. Nos cursos de licenciaturas, Libras é uma
disciplina obrigatória; para os demais é optativa.

 

A professora acredita que a língua dos sinais ainda é pouco
conhecida, mas logo fará parte do currículo de todos os cursos da Unifra. Ela
ficou contente com o desempenho das crianças que participaram da oficina. “Elas
aprendem muito rápido”, comenta.

 

A estudante do curso de Odontologia, Duziene Denardini
Pereira, aderiu à disciplina para obter mais conhecimento sobre essa outra
maneira de se comunicar. “Apesar de não ter tantos participantes, foi muito
interessante a oficina”, conta.

 

 

Texto:
Letícia Poerschke de Almeida

Fotos:
Rômulo D’Ávila

Assessoria
de Imprensa – FEISMA Multifeira de Santa Maria