Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

A “revitalização” derruba mais uma árvore

av_rio_branco_pinheiro1_fernanda_ramos.jpgVocê lembra qual era a paisagem do centro de Santa Maria até o último sábado? É bom lembrar, porque ela não é mais a mesma. Em mais uma de suas investidas contra as árvores antigas da Rio  Branco, a Prefeitura de Santa Maria derrubou a que era o marco inicial da avenida: o primeiro pinheiro, que ficava na esquina das ruas Venâncio Aires com a Rio Branco, em frente à Praça Saldanha Marinho.
 

Normal
0
21

false
false
false

MicrosoftInternetExplorer4

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:10.0pt;
font-family:”Times New Roman”;
mso-ansi-language:#0400;
mso-fareast-language:#0400;
mso-bidi-language:#0400;}

av_rio_branco_pinheiro4_fernanda_ramos.jpgMesmo que já se soubesse da autorização para o corte da árvore no
projeto que há mais de um ano modifica a paisagem urbana da mais
antiga avenida da cidade, a liberação dos tapumes no começo da obra dava a esperança de que a intenção de derrubar aquela árvore
tivesse sido engavetada. Engano. Neste final de semana, o pinheiro veio abaixo, deixando à mostra que seu tronco estava absolutamente saudável e não representava riscos, como comprovam as fotos.

 

A Agência Central Sul procurou durante a tarde desta segunda-feira
conversar com o secretário de Proteção av_rio_branco_pinheiro5_fernanda_ramos.jpgAmbiental  do município, Luiz Alberto Carvalho Júnior, para
ouvir a explicação para o fato. A assessoria da Prefeitura informou que ele estava em reunião e até o momento da edição desta matéria, não havia retornado as questões encaminhadas pela reportagem.

 

Enquanto isto, fomos conversar com quem trabalha próximo ao local e perguntar: Você concorda com a retirada do pinheiro da avenida?

 

av_rio_branco_pinheiro_joao_carlos_fernanda_ramos.jpg“Olha não poderia ter tirado, quantos anos fazia que já
estava ali, olha o tamanho que era, o pessoal parava na sombra, no verão, e
agora? Vamos ter que percorrer mais uns metros para poder chegar numa
sombrinha.  Eles tiraram toda a sombra
que tinha aqui.  Acho que tem coisas que
não deviam ser feitas. Tinha muitas árvores que derrubaram que não poderiam, o
pau-brasil, mesmo, tá morrendo, olha o jeito que tá. Era para estar bem
verdinha  já tá amarelando, secando.  Não sabemos o que eles pretendem
fazer,  eles não falam nada, nunca
comentaram nada, eles chegam, fecham a rua e pegam a serra e começam a cortar.
Foi por volta de umas 6 horas da manhã de domingo”.

 João Carlos Trindade,
41, taxista 

 
 

av_rio_branco_pinheiro_jose_augusto_fernanda_ramos.jpgav_rio_branco_fernanda_ramos.jpg“Isso aí que fizeram
não foi bom. Todo mundo se aproveitava dela, tinha um banco para todo mundo
sentar. As que eles deveriam tirar eles não tiraram, deixaram aí,  e aí tiraram as árvores que
não deviam tirar. Essas árvores aqui, por exemplo,  por que tu acha que está com aqueles ferros apoiando? Porque eles arrancaram a
raiz em roda delas.  Vai ficar uns dois,
três anos com esse ferro para não  cair,
tu entendeu ? Eles simplesmente não falaram com ninguém, eles chegam e
arrancam”.

 José Augusto Charão
Palma, 64, taxista

 

 

av_rio_branco_pinheiro2_fernanda_ramos.jpg“A principio não, porque a árvore vinha a favorecer a
população, principalmente a praça, mas já que tiraram eu não sei por que, por
qual motivo?  Eu não concordei nem com
corte do pinheiro e as outras árvores que eram centenárias, acho que deixou um
vazio na avenida pra quem conhece há tempo. Não concordo com essa repaginação
porque foge um pouco do que era a avenida, as árvores davam um algo a mais na
avenida. Agora só concreto. A intenção até pode ser boa, mas não tá ficando
legal!”

 Lisandro Ferreira
Moraes, 33, atendente de farmácia 

 

av_rio_branco_pinheiro3_fernanda_ramos.jpg“A árvore que está há tanto tempo ali normalmente a gente
acha ruim a retirada, mas só porque era uma árvore bonita e pelo tempo de
existência. Mas a visão que a gente tem agora ficou bem melhor, ficou bem mais
limpa a frente aqui. A gente até trabalhou ontem,  estava aqui na hora da retirada. Foram poucos
que falaram contra  a retirada da árvore
dali. Daí eu não sei, assim,  se era uma
árvore que poderia ser retirada,  tem
pessoas que comentaram  que era uma
árvore que não poderia ser  tirada dali.
Como o prefeito autorizou?" 

Denise Medeiros, 29, atendente de caixa 

 

Fotos: Fernanda Ramos (Laboratório de Fotografia e Memória)

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

av_rio_branco_pinheiro1_fernanda_ramos.jpgVocê lembra qual era a paisagem do centro de Santa Maria até o último sábado? É bom lembrar, porque ela não é mais a mesma. Em mais uma de suas investidas contra as árvores antigas da Rio  Branco, a Prefeitura de Santa Maria derrubou a que era o marco inicial da avenida: o primeiro pinheiro, que ficava na esquina das ruas Venâncio Aires com a Rio Branco, em frente à Praça Saldanha Marinho.
 

Normal
0
21

false
false
false

MicrosoftInternetExplorer4

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:10.0pt;
font-family:”Times New Roman”;
mso-ansi-language:#0400;
mso-fareast-language:#0400;
mso-bidi-language:#0400;}

av_rio_branco_pinheiro4_fernanda_ramos.jpgMesmo que já se soubesse da autorização para o corte da árvore no
projeto que há mais de um ano modifica a paisagem urbana da mais
antiga avenida da cidade, a liberação dos tapumes no começo da obra dava a esperança de que a intenção de derrubar aquela árvore
tivesse sido engavetada. Engano. Neste final de semana, o pinheiro veio abaixo, deixando à mostra que seu tronco estava absolutamente saudável e não representava riscos, como comprovam as fotos.

 

A Agência Central Sul procurou durante a tarde desta segunda-feira
conversar com o secretário de Proteção av_rio_branco_pinheiro5_fernanda_ramos.jpgAmbiental  do município, Luiz Alberto Carvalho Júnior, para
ouvir a explicação para o fato. A assessoria da Prefeitura informou que ele estava em reunião e até o momento da edição desta matéria, não havia retornado as questões encaminhadas pela reportagem.

 

Enquanto isto, fomos conversar com quem trabalha próximo ao local e perguntar: Você concorda com a retirada do pinheiro da avenida?

 

av_rio_branco_pinheiro_joao_carlos_fernanda_ramos.jpg“Olha não poderia ter tirado, quantos anos fazia que já
estava ali, olha o tamanho que era, o pessoal parava na sombra, no verão, e
agora? Vamos ter que percorrer mais uns metros para poder chegar numa
sombrinha.  Eles tiraram toda a sombra
que tinha aqui.  Acho que tem coisas que
não deviam ser feitas. Tinha muitas árvores que derrubaram que não poderiam, o
pau-brasil, mesmo, tá morrendo, olha o jeito que tá. Era para estar bem
verdinha  já tá amarelando, secando.  Não sabemos o que eles pretendem
fazer,  eles não falam nada, nunca
comentaram nada, eles chegam, fecham a rua e pegam a serra e começam a cortar.
Foi por volta de umas 6 horas da manhã de domingo”.

 João Carlos Trindade,
41, taxista 

 
 

av_rio_branco_pinheiro_jose_augusto_fernanda_ramos.jpgav_rio_branco_fernanda_ramos.jpg“Isso aí que fizeram
não foi bom. Todo mundo se aproveitava dela, tinha um banco para todo mundo
sentar. As que eles deveriam tirar eles não tiraram, deixaram aí,  e aí tiraram as árvores que
não deviam tirar. Essas árvores aqui, por exemplo,  por que tu acha que está com aqueles ferros apoiando? Porque eles arrancaram a
raiz em roda delas.  Vai ficar uns dois,
três anos com esse ferro para não  cair,
tu entendeu ? Eles simplesmente não falaram com ninguém, eles chegam e
arrancam”.

 José Augusto Charão
Palma, 64, taxista

 

 

av_rio_branco_pinheiro2_fernanda_ramos.jpg“A principio não, porque a árvore vinha a favorecer a
população, principalmente a praça, mas já que tiraram eu não sei por que, por
qual motivo?  Eu não concordei nem com
corte do pinheiro e as outras árvores que eram centenárias, acho que deixou um
vazio na avenida pra quem conhece há tempo. Não concordo com essa repaginação
porque foge um pouco do que era a avenida, as árvores davam um algo a mais na
avenida. Agora só concreto. A intenção até pode ser boa, mas não tá ficando
legal!”

 Lisandro Ferreira
Moraes, 33, atendente de farmácia 

 

av_rio_branco_pinheiro3_fernanda_ramos.jpg“A árvore que está há tanto tempo ali normalmente a gente
acha ruim a retirada, mas só porque era uma árvore bonita e pelo tempo de
existência. Mas a visão que a gente tem agora ficou bem melhor, ficou bem mais
limpa a frente aqui. A gente até trabalhou ontem,  estava aqui na hora da retirada. Foram poucos
que falaram contra  a retirada da árvore
dali. Daí eu não sei, assim,  se era uma
árvore que poderia ser retirada,  tem
pessoas que comentaram  que era uma
árvore que não poderia ser  tirada dali.
Como o prefeito autorizou?" 

Denise Medeiros, 29, atendente de caixa 

 

Fotos: Fernanda Ramos (Laboratório de Fotografia e Memória)