Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Cidade conhece projeto de duplicação entre as BRs 158 e 287

travessias_pimenta_assessoria.jpgUma extensa programação marcou hoje o lançamento do projeto de Travessias Urbanas para Santa Maria.
O deputado federal Paulo Pimenta  e o diretor do
Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Hideraldo Caron participaram da assinatura de ordem de início da
revitalização da Avenida Roraima, que dá acesso ao campus da UFSM; da inauguração da Avenida do Exército, ligação do trevo do Boi Morto ao Centro de Instrução de Santa Maria (CISM); e de 
uma coletiva para imprensa no Restaurante Augusto, onde foi apresentado o
plano de travessias urbanas de Santa Maria.

 
Coletiva

 

travessias_reuniao2_mayara.jpgNesta sexta-feira, 8 de abril, a Câmara de Comércio, Indústria e
Serviço de Santa Maria (CACISM) e o deputado Paulo Pimenta, realizaram, no
restaurante Augusto, um encontro com o diretor do DNIT, Hideraldo Caron e
autoridades convidadas. Na reunião almoço, foi apresentado o projeto de
duplicação da travessia urbana de um trecho de 14,3km entre as BRs 158 e 287.

Na ocasião, o presidente da CACISM, Paulo Ceccim, agradeceu o
apoio político e da comunidade, representada em diversos segmentos, em ações que
buscavam recursos para a realização do projeto. Em especial, agradeceu ao
diretor do DNIT, que se mostrou comprometido pelo desenvolvimento de Santa
Maria.

O prefeito municipal, Cezar Schirmer também elogiou a atuação de
Hideraldo Caron na luta pela melhoria das vias de acesso ao município. Para
Schimer, Santa Maria vive um marco na sua história.

Já o deputado federal lembrou os caminhos percorridos para a
aquisição dos projetos sobre as rodovias e a obtenção dos recursos do Programa
de Aceleração ao Crescimento (PAC) para a execução das melhorias. “Em cinco
anos essa cidade dará um salto”, disse.

Caron iniciou sua explanação lembrando que o governo federal tjá
tem um planejamento de recursos para o Rio Grande do Sul de
2011 a 2014. Durante esse
tempo, serão disponibilizados R$ 7 bilhões para obras. Após o comentário, exibiu
um vídeo que apresentou as potencialidades de Santa Maria e o projeto de
duplicação das BR 158 e 287.

O Projeto de duplicação

A travessia do projeto inicia na intercessão do Trevo do
Castelinho até a ponte sobre o Arroio Taquara, sendo formada por segmentos das
rodovias federais das BRs 158 e 287.  A reformulação dessas áreas é considerada
de vital importância para a economia e segurança da população.

De acordo com Caron, a previsão é de concluir a fase de
detalhamento do projeto para, após, ter condições de licitar a obra. A licitação
é prevista para agosto ou setembro e o início das mudanças é para janeiro. A
estimativa do custo da obra é de R$ 270 milhões, com valor de implantação
previsto no PAC, e a duração é de
30 a 36 meses.

Estão planejadas diversas obras que somam 43,5km de extensões.
Destes, 14,3
km de duplicação de pista; 10,7km de ruas laterais e
18,5km em ramos de acesso. A área total a ser pavimentada será de 450 mil m² e
um volume total de terraplanagem de 2 milhões de m².

O projeto prevê a construção de 16 viadutos, três pontes com
extensão total de 2 mil m² e uma área total de 24mil m². Também serão
construídas três passagens inferiores, no bairro Urlândia e ruas Irmã Dulce e
Capitão Vasco da Cunha. Além de três passarelas, na vila Floresta e bairros São
João e Pinheiro Machado.

 

Conheça os
pontos centrais da obra:

 

INTERCESSÃO
DO CASTELINHO (entroncamento da BR 158 e a ERS 509): a implantação de viadutos
separará o intenso fluxo de trânsito voltado para Camobi, do fluxo da rodovia
federal.

 

ACESSO AO
BAIRRO CERRITO: o atual viaduto metálico será substituído por um novo em
concreto armado. Também serão implantados ramos laterais,  que facilitará o acesso ao bairro e a
 vila Floresta.

 

INTERCESSÃO
PARA CAMOBI (entroncamento das BRs 158 e 287): local que faz a ligação de Santa
Maria em direção à capital, região do Vale do Rio dos Sinos e  é acesso a estação rodoviária. O novo
viaduto para a duplicação será implantado à esquerda do atual, aproveitando os
ramos da intercessão já existente.

 

INTERCESSÃO
COM A AVENIDA DUQUE DE CAXIAS: os viadutos projetados na rodovia federal sobre
uma rótula alongada permitirão uma interconexão da avenida com a estrada Pedro
Parcianello e as ruas laterais.

 

INTERCESSÃO
DA UGLIONE: entroncamento rodoviário de acesso ao Porto de Rio Grande pela BR
392. Essa intercessão foi planejada em três níveis: uma elevação da BR 158 com
implantação de viadutos, uma rotatória no nível atual e, no nível inferior, uma
pista rebaixada, no estilo trincheira, para o tráfego da BR 392.

 

ACESSO AO
BAIRRO URLÂNDIA: está planejada uma passagem inferior para facilitar a passagem
entre os bairros Urlândia e Duque de Caxias. A passarela já existente será
reformada.

 

ACESSO AO
BAIRRO PATRONATO: está projetada um passagem inferior para facilitar o trânsito
na avenida Maurício Sirotski e da rua Irmã Dulce. Também será outro local para o
acesso entre a rodovia e centro urbano.

 

PONTE SOBRE
O ARROIO CADENA: a ponte é a maior do trecho, com
60 metros . Será construída uma nova
ponte à esquerda da que existe. Já a atual será reforçada e alargada.  

 

INTERCESSÃO
PARA ROSÁRIO DO SUL (entroncamento das BRs 158 e 287): serão implantados
viadutos sobre uma rotatória para separar o tráfego entre a BR
287, a
de acesso a avenida Walter Jobim e a BR 158.

 

CRUZAMENTO
DA RUA CAPITÃO VASCO DA CUNHA: está planejada uma passagem inferior para o
trânsito urbano sobre a rodovia federal. Ela interligará os bairros Juscelino
Kubitschek,
São João e Pinheiro Machado.

 

INTERCESSÃO
COM A AVENIDA ALCIDES ROTH: estão projetados viadutos sobre rotatória. Eles
facilitarão o acesso aos bairros Juscelino Kubitschek e
Pinheiro Machado. Já os ramos laterais possibilitarão o acesso ao centro e ao
Hospital Regional.

 

INTERCESSÃO
COM ACESSO AO BAIRRO TANCREDO NEVES: serão construídos viadutos na BR 287 sobre
uma rótula alongada. A obra vai tornar possível a interconexão entre da BR, os
bairros Tancredo Neves, Pinheiro Machado e Distrito Industrial.

 

RETORNO
OESTE: uma rotatória em nível permitirá o acesso ao Oeste e dos bairros Pinheiro
Machado e Tancredo Neves.

 

PONTE SOBRE
O ARROIO FERREIRA: a nova ponte será aplicada à esquerda da atual, que será
reforçada e alargada.

 

ACESSO A
BOCA DO MONTE E DA ULBRA: receberá uma rotatória em nível.

 

PONTE SOBRE
O ARROIO TAQUARA: é o final do projeto. A nova ponte será implantada à esquerda
da atual, com 24
metros .

 

 

 

Fotos: Assessoria de Imprensa / deputado Paulo Pimenta e Maiara Bersch / Assessoria de Comunicação CACISM

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

travessias_pimenta_assessoria.jpgUma extensa programação marcou hoje o lançamento do projeto de Travessias Urbanas para Santa Maria.
O deputado federal Paulo Pimenta  e o diretor do
Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Hideraldo Caron participaram da assinatura de ordem de início da
revitalização da Avenida Roraima, que dá acesso ao campus da UFSM; da inauguração da Avenida do Exército, ligação do trevo do Boi Morto ao Centro de Instrução de Santa Maria (CISM); e de 
uma coletiva para imprensa no Restaurante Augusto, onde foi apresentado o
plano de travessias urbanas de Santa Maria.

 
Coletiva

 

travessias_reuniao2_mayara.jpgNesta sexta-feira, 8 de abril, a Câmara de Comércio, Indústria e
Serviço de Santa Maria (CACISM) e o deputado Paulo Pimenta, realizaram, no
restaurante Augusto, um encontro com o diretor do DNIT, Hideraldo Caron e
autoridades convidadas. Na reunião almoço, foi apresentado o projeto de
duplicação da travessia urbana de um trecho de 14,3km entre as BRs 158 e 287.

Na ocasião, o presidente da CACISM, Paulo Ceccim, agradeceu o
apoio político e da comunidade, representada em diversos segmentos, em ações que
buscavam recursos para a realização do projeto. Em especial, agradeceu ao
diretor do DNIT, que se mostrou comprometido pelo desenvolvimento de Santa
Maria.

O prefeito municipal, Cezar Schirmer também elogiou a atuação de
Hideraldo Caron na luta pela melhoria das vias de acesso ao município. Para
Schimer, Santa Maria vive um marco na sua história.

Já o deputado federal lembrou os caminhos percorridos para a
aquisição dos projetos sobre as rodovias e a obtenção dos recursos do Programa
de Aceleração ao Crescimento (PAC) para a execução das melhorias. “Em cinco
anos essa cidade dará um salto”, disse.

Caron iniciou sua explanação lembrando que o governo federal tjá
tem um planejamento de recursos para o Rio Grande do Sul de
2011 a 2014. Durante esse
tempo, serão disponibilizados R$ 7 bilhões para obras. Após o comentário, exibiu
um vídeo que apresentou as potencialidades de Santa Maria e o projeto de
duplicação das BR 158 e 287.

O Projeto de duplicação

A travessia do projeto inicia na intercessão do Trevo do
Castelinho até a ponte sobre o Arroio Taquara, sendo formada por segmentos das
rodovias federais das BRs 158 e 287.  A reformulação dessas áreas é considerada
de vital importância para a economia e segurança da população.

De acordo com Caron, a previsão é de concluir a fase de
detalhamento do projeto para, após, ter condições de licitar a obra. A licitação
é prevista para agosto ou setembro e o início das mudanças é para janeiro. A
estimativa do custo da obra é de R$ 270 milhões, com valor de implantação
previsto no PAC, e a duração é de
30 a 36 meses.

Estão planejadas diversas obras que somam 43,5km de extensões.
Destes, 14,3
km de duplicação de pista; 10,7km de ruas laterais e
18,5km em ramos de acesso. A área total a ser pavimentada será de 450 mil m² e
um volume total de terraplanagem de 2 milhões de m².

O projeto prevê a construção de 16 viadutos, três pontes com
extensão total de 2 mil m² e uma área total de 24mil m². Também serão
construídas três passagens inferiores, no bairro Urlândia e ruas Irmã Dulce e
Capitão Vasco da Cunha. Além de três passarelas, na vila Floresta e bairros São
João e Pinheiro Machado.

 

Conheça os
pontos centrais da obra:

 

INTERCESSÃO
DO CASTELINHO (entroncamento da BR 158 e a ERS 509): a implantação de viadutos
separará o intenso fluxo de trânsito voltado para Camobi, do fluxo da rodovia
federal.

 

ACESSO AO
BAIRRO CERRITO: o atual viaduto metálico será substituído por um novo em
concreto armado. Também serão implantados ramos laterais,  que facilitará o acesso ao bairro e a
 vila Floresta.

 

INTERCESSÃO
PARA CAMOBI (entroncamento das BRs 158 e 287): local que faz a ligação de Santa
Maria em direção à capital, região do Vale do Rio dos Sinos e  é acesso a estação rodoviária. O novo
viaduto para a duplicação será implantado à esquerda do atual, aproveitando os
ramos da intercessão já existente.

 

INTERCESSÃO
COM A AVENIDA DUQUE DE CAXIAS: os viadutos projetados na rodovia federal sobre
uma rótula alongada permitirão uma interconexão da avenida com a estrada Pedro
Parcianello e as ruas laterais.

 

INTERCESSÃO
DA UGLIONE: entroncamento rodoviário de acesso ao Porto de Rio Grande pela BR
392. Essa intercessão foi planejada em três níveis: uma elevação da BR 158 com
implantação de viadutos, uma rotatória no nível atual e, no nível inferior, uma
pista rebaixada, no estilo trincheira, para o tráfego da BR 392.

 

ACESSO AO
BAIRRO URLÂNDIA: está planejada uma passagem inferior para facilitar a passagem
entre os bairros Urlândia e Duque de Caxias. A passarela já existente será
reformada.

 

ACESSO AO
BAIRRO PATRONATO: está projetada um passagem inferior para facilitar o trânsito
na avenida Maurício Sirotski e da rua Irmã Dulce. Também será outro local para o
acesso entre a rodovia e centro urbano.

 

PONTE SOBRE
O ARROIO CADENA: a ponte é a maior do trecho, com
60 metros . Será construída uma nova
ponte à esquerda da que existe. Já a atual será reforçada e alargada.  

 

INTERCESSÃO
PARA ROSÁRIO DO SUL (entroncamento das BRs 158 e 287): serão implantados
viadutos sobre uma rotatória para separar o tráfego entre a BR
287, a
de acesso a avenida Walter Jobim e a BR 158.

 

CRUZAMENTO
DA RUA CAPITÃO VASCO DA CUNHA: está planejada uma passagem inferior para o
trânsito urbano sobre a rodovia federal. Ela interligará os bairros Juscelino
Kubitschek,
São João e Pinheiro Machado.

 

INTERCESSÃO
COM A AVENIDA ALCIDES ROTH: estão projetados viadutos sobre rotatória. Eles
facilitarão o acesso aos bairros Juscelino Kubitschek e
Pinheiro Machado. Já os ramos laterais possibilitarão o acesso ao centro e ao
Hospital Regional.

 

INTERCESSÃO
COM ACESSO AO BAIRRO TANCREDO NEVES: serão construídos viadutos na BR 287 sobre
uma rótula alongada. A obra vai tornar possível a interconexão entre da BR, os
bairros Tancredo Neves, Pinheiro Machado e Distrito Industrial.

 

RETORNO
OESTE: uma rotatória em nível permitirá o acesso ao Oeste e dos bairros Pinheiro
Machado e Tancredo Neves.

 

PONTE SOBRE
O ARROIO FERREIRA: a nova ponte será aplicada à esquerda da atual, que será
reforçada e alargada.

 

ACESSO A
BOCA DO MONTE E DA ULBRA: receberá uma rotatória em nível.

 

PONTE SOBRE
O ARROIO TAQUARA: é o final do projeto. A nova ponte será implantada à esquerda
da atual, com 24
metros .

 

 

 

Fotos: Assessoria de Imprensa / deputado Paulo Pimenta e Maiara Bersch / Assessoria de Comunicação CACISM