Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Iniciam as operações do Samu em Santa Maria

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, o Samu, foi inaugurado em Santa Maria na última sexta-feira, 20 de maio. Agora, quatro ambulâncias prestam serviço à comunidade local.

                              

Depois de um ano de espera, os santa-marienses serão atendidos, em emergência, pelo Samu. O serviço já está operando com quatro ambulâncias novas. A Casa de Saúde é a responsável por administrar o atendimento de uma ambulância de suporte básico e outra de suporte avançado. Outras duas unidades de suporte básico irão operar a partir do Pronto Atendimento (PA) do bairro Patronato.

Os serviços de atendimento do Samu serão regulados por uma central médica 24 horas, instalada em Porto Alegre, através do telefone 192 (ligação gratuita). Segundo a médica responsável, Paula Martinez, os pacientes mais graves poderão ser encaminhados ao Hospital Universitário assim que haja um acerto com aquela instituição.

Qualquer pessoa poderá utilizar o serviço de atendimento de urgência sem custo algum. As ambulâncias que estão trabalhando em Santa Maria têm motorista, técnicos de enfermagem, enfermeiros e médicos, que estão aptos a transportar e iniciar imediatamente os serviços de primeiros socorros às vítimas. A equipe conta com 47 pessoas no total. Cada ambulância opera com no mínino dois profissionais.

 

Estavam presentes na cerimônia de inauguração o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, o secretário estadual de Obras, Luiz Carlos Busato, o secretário estadual de Saúde, Ciro Simoni, o secretário municipal de Saúde, José Haidar Farret, o prefeito Cezar Schirmer, entre outras autoridades locais.

 

 

 

“O serviço será avaliado a cada três meses. Um dos objetivos é verificar se haverá a necessidade de se colocar futuramente mais uma ambulância de suporte avançado em funcionamento no município e região”, explica Farret.

 Logo depois da inauguração do serviço do Samu, Alexandre Padilha visitou as obras da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) ainda em construção e que fica junto ao prédio do Hospital Casa de Saúde. A UPA terá capacidade para atendimento de até 450 pessoas por dia. A inauguração das novas instalações está prevista para agosto. A pedido de Farret, o ministro da Saúde já está convidado para a cerimônia no início do próximo semestre.

 

 

Fotos: Juliane Freitas (acadêmica de Jornalismo)

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, o Samu, foi inaugurado em Santa Maria na última sexta-feira, 20 de maio. Agora, quatro ambulâncias prestam serviço à comunidade local.

                              

Depois de um ano de espera, os santa-marienses serão atendidos, em emergência, pelo Samu. O serviço já está operando com quatro ambulâncias novas. A Casa de Saúde é a responsável por administrar o atendimento de uma ambulância de suporte básico e outra de suporte avançado. Outras duas unidades de suporte básico irão operar a partir do Pronto Atendimento (PA) do bairro Patronato.

Os serviços de atendimento do Samu serão regulados por uma central médica 24 horas, instalada em Porto Alegre, através do telefone 192 (ligação gratuita). Segundo a médica responsável, Paula Martinez, os pacientes mais graves poderão ser encaminhados ao Hospital Universitário assim que haja um acerto com aquela instituição.

Qualquer pessoa poderá utilizar o serviço de atendimento de urgência sem custo algum. As ambulâncias que estão trabalhando em Santa Maria têm motorista, técnicos de enfermagem, enfermeiros e médicos, que estão aptos a transportar e iniciar imediatamente os serviços de primeiros socorros às vítimas. A equipe conta com 47 pessoas no total. Cada ambulância opera com no mínino dois profissionais.

 

Estavam presentes na cerimônia de inauguração o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, o secretário estadual de Obras, Luiz Carlos Busato, o secretário estadual de Saúde, Ciro Simoni, o secretário municipal de Saúde, José Haidar Farret, o prefeito Cezar Schirmer, entre outras autoridades locais.

 

 

 

“O serviço será avaliado a cada três meses. Um dos objetivos é verificar se haverá a necessidade de se colocar futuramente mais uma ambulância de suporte avançado em funcionamento no município e região”, explica Farret.

 Logo depois da inauguração do serviço do Samu, Alexandre Padilha visitou as obras da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) ainda em construção e que fica junto ao prédio do Hospital Casa de Saúde. A UPA terá capacidade para atendimento de até 450 pessoas por dia. A inauguração das novas instalações está prevista para agosto. A pedido de Farret, o ministro da Saúde já está convidado para a cerimônia no início do próximo semestre.

 

 

Fotos: Juliane Freitas (acadêmica de Jornalismo)