Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

A construção civil em prol da sustentabilidade

As empresas da construção civil de Santa Maria estão aderindo a projetos sustentáveis. A conclusão é da pesquisa desenvolvida pela acadêmica Verônica Dalmolin Catellan, bolsista da PROBIC, orientada pela professora Greice de Bem Noro, do Centro Universitário Franciscano.

A investigação sobre  “A tomada de decisões em gerenciamento de projetos, alinhada aos preceitos da sustentabilidade na construção civil de Santa Maria”, foi desenvolvida  pelo fato da gestão de projetos estar ganhando grande dimensão e tendo uma evolução considerável em termos de projetos ambientais. E também pela grande importância que a sustentabilidade está tomando  na vida social. “Unindo os projetos de construção civil com a sustentabilidade, os resultados têm sido grandiosos”, enfatiza a acadêmica.

A construção civil é um dos principais impulsionadores da economia da cidade, tendo como foco a diversidade de estudantes que Santa Maria acolhe por causa da sua característica de cidade universitária. Porém, isto gera muitos impactos ambientais negativos. E a estudante junta esses dois fatores para desenvolver sua pesquisa e apresentar dados a favor da construção civil sustentável.

As pesquisadoras compararam cinco empresas através de pesquisas qualitativas e quantitativas com a aplicação de um questionário com 72 questões abertas e fechadas.

“ As empresas já estão começando os projetos sustentáveis pela separação e reutilização dos resíduos, a utilização do “pé de ferro” e não mais de madeira, o que dá um suporte maior à obra e controlando a utilização da água”, afirma.

A estudante acredita que o processo pode ser lento, mas que os projetos estão cada vez mais se encaminhando para o lado sustentável. Com projetos sustentáveis, o valor investido é maior, mas os benefícios e economias adquiridas a longo prazo são valorizados e cada vez mais procurado pelo consumidor.

A pesquisa foi apresentada durante o Salão de Iniciação Científica da Unifra.

Kárin Spezia e Michele Barros (acadêmicas do curso de Jornalismo/Unifra, especial para ACS.  Matéria produzida na disciplina de jornalismo especializado II)

 

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As empresas da construção civil de Santa Maria estão aderindo a projetos sustentáveis. A conclusão é da pesquisa desenvolvida pela acadêmica Verônica Dalmolin Catellan, bolsista da PROBIC, orientada pela professora Greice de Bem Noro, do Centro Universitário Franciscano.

A investigação sobre  “A tomada de decisões em gerenciamento de projetos, alinhada aos preceitos da sustentabilidade na construção civil de Santa Maria”, foi desenvolvida  pelo fato da gestão de projetos estar ganhando grande dimensão e tendo uma evolução considerável em termos de projetos ambientais. E também pela grande importância que a sustentabilidade está tomando  na vida social. “Unindo os projetos de construção civil com a sustentabilidade, os resultados têm sido grandiosos”, enfatiza a acadêmica.

A construção civil é um dos principais impulsionadores da economia da cidade, tendo como foco a diversidade de estudantes que Santa Maria acolhe por causa da sua característica de cidade universitária. Porém, isto gera muitos impactos ambientais negativos. E a estudante junta esses dois fatores para desenvolver sua pesquisa e apresentar dados a favor da construção civil sustentável.

As pesquisadoras compararam cinco empresas através de pesquisas qualitativas e quantitativas com a aplicação de um questionário com 72 questões abertas e fechadas.

“ As empresas já estão começando os projetos sustentáveis pela separação e reutilização dos resíduos, a utilização do “pé de ferro” e não mais de madeira, o que dá um suporte maior à obra e controlando a utilização da água”, afirma.

A estudante acredita que o processo pode ser lento, mas que os projetos estão cada vez mais se encaminhando para o lado sustentável. Com projetos sustentáveis, o valor investido é maior, mas os benefícios e economias adquiridas a longo prazo são valorizados e cada vez mais procurado pelo consumidor.

A pesquisa foi apresentada durante o Salão de Iniciação Científica da Unifra.

Kárin Spezia e Michele Barros (acadêmicas do curso de Jornalismo/Unifra, especial para ACS.  Matéria produzida na disciplina de jornalismo especializado II)