Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Eleições municipais: Jeferson Cavalheiro quer descentralização da área urbana

 

 O CANDIDATO DO PSTU


Jeferson Cavalheiro é candidato à Prefeitura de Santa Maria pelo PSTU.

Com um foco voltado para os trabalhadores em geral, o candidato do PSTU se lança como uma esperança de mudar a realidade e atender às necessidades dos menos favorecidos.

Não é de hoje que Santa Maria enfrenta um grave problema na área urbana. A questão da moradia e o avanço do setor imobiliário preocupam Jeferson, que defende uma ideia inovadora: a descentralização do setor urbano. Para ele, é preciso investir nos bairros mais afastados do centro, solucionando o problema da mobilidade urbana.

“Os moradores saem da Tancredo Neves e vão comprar no Calçadão, é necessário criar núcleos comerciais nessas comunidades” afirma o candidato, defendendo que assim o trânsito será reduzido e a aplicação dos serviços de mão-de-obra nos bairros atenderá os trabalhadores dessas áreas. “Vimos o dinheiro de nossos impostos serem aplicados somente no centro e a periferia é deixada de lado”, se referindo às obras de infraestrutura.

Coligar em nome da classe trabalhadora

 O Brasil vivencia um momento na política, em que a grande maioria dos partidos converge para o centro. Mas, para o PSTU, a ideia de coligação partidária visando o vale tudo eleitoral não é aceita pelos socialistas. “Hoje, os partidos não colocam o perfil ideológico e priorizam o maior espaço na TV”, afirma. “PT e PCdoB aumentaram seu leque de aliança se coligando com setores do capital para se eleger”, acrescenta Jeferson.

 Para o PSTU, a ideologia partidária tem de estar comprometida com a classe trabalhadora, defendendo o interesse da mesma. “Nós temos um critério quanto à questão do financiamento de campanha, não aceitamos dinheiro da burguesia”, diz o candidato sobre os benefícios que as empresas cobram, depois das doações feitas.

A troca de favores ou cargos em nome de alianças partidárias é condenada por Jeferson. “Nós coligamos com quem visa interesse nos trabalhadores, que defenda essa classe e não aceitamos dinheiro de empresas, pagamos um preço por isso, mas temos orgulho desse perfil” afirma.

 Educação na visão de um professor

 Quando as eleições se aproximam, assuntos chave como educação e saúde, norteiam os debates daqueles que desejam comandar a máquina pública. Para Jeferson, é preciso que seja investido 10% do PIB em educação. “É prioridade, pois nós, como educadores, sabemos das necessidades enfrentadas dentro de sala de aula”.

 Investir nos bairros e distritos

 Uma das propostas defendidas pelo candidato socialista é a descentralização do centro para os bairros. O investimento em infraestrutura nas comunidades periféricas da cidade é uma das propostas que mais se destacam em seu plano de governo.

Para Jeferson, é preciso maior atenção aos distritos de Santa Maria. “É preciso pavimentar as obras urbanas desses locais, atendendo s necessidades básicas, como postos de saúde, atendimento médico, transportes coletivos” defende.

O mesmo é proposto para os bairros, onde os trabalhadores são os maiores beneficiados com o projeto. “A maior parte não tem investimento em pavimentação, temos esgoto a céu aberto, difícil deslocamento e difícil acesso” alerta.

 A questão ambiental também é levantada pelo candidato. Os problemas causados pela falta de educação preventiva e corporativa são pontos a serem debatidos. “As áreas públicas têm de ser preservadas, é preciso investir em áreas verdes de lazer, pois a população carece muito”, afirma Jeferson, que se diz contrário à construção de condomínios como no Morro do Cechella.

Sobre a poluição dos veículos, a ideia é investir nos transportes coletivos. “É inviável toda população ter automóvel”.

 A Santa Maria que o PSTU quer

 Com visão social, buscando atender às necessidades das classes mais carentes da cidade, o candidato do PSTU defende uma Santa Maria com maiores investimentos públicos, onde todos tenham acesso ao emprego e condições de saúde e educação. “Temos como resolver esses problemas, mobilizando as pessoas e a prefeitura juntos nessa luta”.

 Para Jeferson hoje, em Santa Maria, quem dita as regras é o poder econômico que acaba excluindo os trabalhadores que não têm acesso a serviços básicos. “Vimos o transporte que fica cada vez mais elitizado devido às altas tarifas, à falta de empregos”, afirma. “É preciso inverter essa lógica em nossa cidade e não é num simples passe de mágica que vamos resolver todas as carências”.

 Oposição ao governo Tarso e Dilma

 O PSTU segue uma linha de oposição aos governos federal e estadual. O apoio que essas administrações recebem da burguesia é ressaltado pelo candidato socialista.

Para Jeferson, tanto Lula quanto Dilma, nada fizeram pela classe trabalhadora. “Eles seguem governando para as empresas, nada mudou”. Para mudar essa situação, ele crê na articulação em nível nacional junto a movimentos estudantis que empurrem os governos a investir mais e destinar verbas a serem aplicadas, principalmente, em saúde e educação. “É preciso uma grande mobilização com o povo para mudar a situação do nosso país”, alerta o candidato.

A corrupção também é tema de campanha. “Faz parte do sistema capitalista, porque em todos os setores do executivo, legislativo e judiciário têm essa mazela”, alerta. Jeferson defende que, para evitar tal processo, é preciso que os corruptos sejam presos e seus bens expropriados, devolvidos aos cofres públicos. “A corrupção está banalizada, porque a cada três meses surgem novos escândalos e ninguém sabe de nada”, diz.

Na eleição, o PSTU defende a denúncia de qualquer prática ilícita. “Nós, sendo eleitos, não vamos admitir corruptos no governo e isso se tem como impedir”, afirma o candidato.

 Para seguir a caminhada em defesa da classe trabalhadora, Jeferson tem referências políticas como Vera Guasso, Júlio Flores, Érico Correa e José Maria Almeida, principais figuras do partido. “São pessoas que estão sempre na luta cotidiana dos trabalhadores, têm princípios que nunca serão traídos e uma ideologia partidária”, destaca o candidato do PSTU à prefeitura de Santa Maria.

Texto e foto: Eliana de Linhares, Jéssica de Menezes, Luís Felipe Martins, Fernanda Ramos e Mateus Barreto 

Edição: Gilson Piber

Edição de web: Rosana Zucolo

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

 

 O CANDIDATO DO PSTU


Jeferson Cavalheiro é candidato à Prefeitura de Santa Maria pelo PSTU.

Com um foco voltado para os trabalhadores em geral, o candidato do PSTU se lança como uma esperança de mudar a realidade e atender às necessidades dos menos favorecidos.

Não é de hoje que Santa Maria enfrenta um grave problema na área urbana. A questão da moradia e o avanço do setor imobiliário preocupam Jeferson, que defende uma ideia inovadora: a descentralização do setor urbano. Para ele, é preciso investir nos bairros mais afastados do centro, solucionando o problema da mobilidade urbana.

“Os moradores saem da Tancredo Neves e vão comprar no Calçadão, é necessário criar núcleos comerciais nessas comunidades” afirma o candidato, defendendo que assim o trânsito será reduzido e a aplicação dos serviços de mão-de-obra nos bairros atenderá os trabalhadores dessas áreas. “Vimos o dinheiro de nossos impostos serem aplicados somente no centro e a periferia é deixada de lado”, se referindo às obras de infraestrutura.

Coligar em nome da classe trabalhadora

 O Brasil vivencia um momento na política, em que a grande maioria dos partidos converge para o centro. Mas, para o PSTU, a ideia de coligação partidária visando o vale tudo eleitoral não é aceita pelos socialistas. “Hoje, os partidos não colocam o perfil ideológico e priorizam o maior espaço na TV”, afirma. “PT e PCdoB aumentaram seu leque de aliança se coligando com setores do capital para se eleger”, acrescenta Jeferson.

 Para o PSTU, a ideologia partidária tem de estar comprometida com a classe trabalhadora, defendendo o interesse da mesma. “Nós temos um critério quanto à questão do financiamento de campanha, não aceitamos dinheiro da burguesia”, diz o candidato sobre os benefícios que as empresas cobram, depois das doações feitas.

A troca de favores ou cargos em nome de alianças partidárias é condenada por Jeferson. “Nós coligamos com quem visa interesse nos trabalhadores, que defenda essa classe e não aceitamos dinheiro de empresas, pagamos um preço por isso, mas temos orgulho desse perfil” afirma.

 Educação na visão de um professor

 Quando as eleições se aproximam, assuntos chave como educação e saúde, norteiam os debates daqueles que desejam comandar a máquina pública. Para Jeferson, é preciso que seja investido 10% do PIB em educação. “É prioridade, pois nós, como educadores, sabemos das necessidades enfrentadas dentro de sala de aula”.

 Investir nos bairros e distritos

 Uma das propostas defendidas pelo candidato socialista é a descentralização do centro para os bairros. O investimento em infraestrutura nas comunidades periféricas da cidade é uma das propostas que mais se destacam em seu plano de governo.

Para Jeferson, é preciso maior atenção aos distritos de Santa Maria. “É preciso pavimentar as obras urbanas desses locais, atendendo s necessidades básicas, como postos de saúde, atendimento médico, transportes coletivos” defende.

O mesmo é proposto para os bairros, onde os trabalhadores são os maiores beneficiados com o projeto. “A maior parte não tem investimento em pavimentação, temos esgoto a céu aberto, difícil deslocamento e difícil acesso” alerta.

 A questão ambiental também é levantada pelo candidato. Os problemas causados pela falta de educação preventiva e corporativa são pontos a serem debatidos. “As áreas públicas têm de ser preservadas, é preciso investir em áreas verdes de lazer, pois a população carece muito”, afirma Jeferson, que se diz contrário à construção de condomínios como no Morro do Cechella.

Sobre a poluição dos veículos, a ideia é investir nos transportes coletivos. “É inviável toda população ter automóvel”.

 A Santa Maria que o PSTU quer

 Com visão social, buscando atender às necessidades das classes mais carentes da cidade, o candidato do PSTU defende uma Santa Maria com maiores investimentos públicos, onde todos tenham acesso ao emprego e condições de saúde e educação. “Temos como resolver esses problemas, mobilizando as pessoas e a prefeitura juntos nessa luta”.

 Para Jeferson hoje, em Santa Maria, quem dita as regras é o poder econômico que acaba excluindo os trabalhadores que não têm acesso a serviços básicos. “Vimos o transporte que fica cada vez mais elitizado devido às altas tarifas, à falta de empregos”, afirma. “É preciso inverter essa lógica em nossa cidade e não é num simples passe de mágica que vamos resolver todas as carências”.

 Oposição ao governo Tarso e Dilma

 O PSTU segue uma linha de oposição aos governos federal e estadual. O apoio que essas administrações recebem da burguesia é ressaltado pelo candidato socialista.

Para Jeferson, tanto Lula quanto Dilma, nada fizeram pela classe trabalhadora. “Eles seguem governando para as empresas, nada mudou”. Para mudar essa situação, ele crê na articulação em nível nacional junto a movimentos estudantis que empurrem os governos a investir mais e destinar verbas a serem aplicadas, principalmente, em saúde e educação. “É preciso uma grande mobilização com o povo para mudar a situação do nosso país”, alerta o candidato.

A corrupção também é tema de campanha. “Faz parte do sistema capitalista, porque em todos os setores do executivo, legislativo e judiciário têm essa mazela”, alerta. Jeferson defende que, para evitar tal processo, é preciso que os corruptos sejam presos e seus bens expropriados, devolvidos aos cofres públicos. “A corrupção está banalizada, porque a cada três meses surgem novos escândalos e ninguém sabe de nada”, diz.

Na eleição, o PSTU defende a denúncia de qualquer prática ilícita. “Nós, sendo eleitos, não vamos admitir corruptos no governo e isso se tem como impedir”, afirma o candidato.

 Para seguir a caminhada em defesa da classe trabalhadora, Jeferson tem referências políticas como Vera Guasso, Júlio Flores, Érico Correa e José Maria Almeida, principais figuras do partido. “São pessoas que estão sempre na luta cotidiana dos trabalhadores, têm princípios que nunca serão traídos e uma ideologia partidária”, destaca o candidato do PSTU à prefeitura de Santa Maria.

Texto e foto: Eliana de Linhares, Jéssica de Menezes, Luís Felipe Martins, Fernanda Ramos e Mateus Barreto 

Edição: Gilson Piber

Edição de web: Rosana Zucolo