Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Feira do Livro “esquenta” comércio de alimentos

A Feira do Livro de Santa Maria acontece não só para vender livros, como se

Alimentação garante lucros na Feira.

imagina. Os comerciantes do ramo alimentício também fazem parte dos estandes da Feira. Os comerciantes de lanches com atividades na praça de alimentação estão entusiasmados com as vendas desse ano na feira. Muitos deles trabalham nas diversas feiras que ocorrem na cidade, mas a Feira do Livro é a que mais gera lucros.

A proprietária da banca Psiu Lanches, Otalice Souza Martins, 65 anos,  é confeiteira e trabalha há 17 anos na área da alimentação. Ela está há sete anos na Feira do Livro, e diz que movimento esse ano “está muito bom, melhor que nos anos anteriores”.

Movimento intenso na praça da alimentação da Feira do Livro. Foto: Mark Braunstein. Laboratório de Fotografia e Memória.

Um fato curioso veio do aposentado Vilmar Teixeira, 66 anos, que alega serum passatempo a iniciativa de montar um estande na Feira. O negócio começou por ser o que ele e a dona Maria Linhares, 60 anos, sua parceira de negócios, mais sabem fazer. Acabou dando certo. O passatempo ficou lucrativo e eles continuam a investir na Feira do Livro.

Por   Karine Kinzel

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

A Feira do Livro de Santa Maria acontece não só para vender livros, como se

Alimentação garante lucros na Feira.

imagina. Os comerciantes do ramo alimentício também fazem parte dos estandes da Feira. Os comerciantes de lanches com atividades na praça de alimentação estão entusiasmados com as vendas desse ano na feira. Muitos deles trabalham nas diversas feiras que ocorrem na cidade, mas a Feira do Livro é a que mais gera lucros.

A proprietária da banca Psiu Lanches, Otalice Souza Martins, 65 anos,  é confeiteira e trabalha há 17 anos na área da alimentação. Ela está há sete anos na Feira do Livro, e diz que movimento esse ano “está muito bom, melhor que nos anos anteriores”.

Movimento intenso na praça da alimentação da Feira do Livro. Foto: Mark Braunstein. Laboratório de Fotografia e Memória.

Um fato curioso veio do aposentado Vilmar Teixeira, 66 anos, que alega serum passatempo a iniciativa de montar um estande na Feira. O negócio começou por ser o que ele e a dona Maria Linhares, 60 anos, sua parceira de negócios, mais sabem fazer. Acabou dando certo. O passatempo ficou lucrativo e eles continuam a investir na Feira do Livro.

Por   Karine Kinzel