Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Gauchismo e prosa com “O Bairrista” em Santa Maria

Fenômeno na internet através de um discurso de forte exaltação local, Junior Maicá, mais conhecido como “O Bairrista”, proseou com os santamarienses na última sexta-feira, 28 de setembro.

O encontro reuniu fãs do escritor no Bar do Pingo, com o tema “A Visibilidade e as Influências da Cultura Gaúcha na Comunicação”. Uma programação especial, para que Júnior, contasse a sua história como o novo hit gaúcho e para que também autografasse seus livros.

Portoalegrense, gremista, gaúcho e bagual, segundo o que ele mesmo se denomina, Junior largou a faculdade de Ciências Contábeis na metade de 2010 e quando estava prestigiando um jogo do seu time do coração, teve a certeza que era sobre as tradições gaúchas e o bagualismo dos riograndeses que gostaria de falar.  “Fui assistir a um jogo do grêmio e quando vi que a torcida cantava com louvor e glória o hino do nosso Estado, não me restaram dúvidas de que era sobre essa paixão que eu gostaria de começar a tratar em meus textos”, acrescenta Maicá.

Toda essa vontade de escrever sobre gaúchos rendeu um perfil no Twitter (@O_Bairrista) no qual o bairrismo gaúcho virou sátira e  já rendeu milhares de notícias fictícias e muito bem humoradas. Depois de muitos acessos e seguidores, Maicá resolveu colocar em prática a sua ideia de montar um portal na internet e chega a ter um milhão de acessos por mês.

Com mais de 80 mil seguidores no Twitter e 100 mil likes na página do Facebook, diz nunca ter imaginado que isso poderia acontecer. “Fico lisonjeado de ver que tantas pessoas se identificam e curtem meu trabalho, que na verdade nem vejo como trabalho, isso é uma diversão, faço a qualquer momento, com um celular e um computador”, afirma.

O Bairrista debocha da visão épica que o gaúcho tem de si próprio, numa linha entre a verdade e a ironia. Segundo ele, a paixão carrega o desejo dos guascas pela independência. “Nosso País (Rio Grande do Sul para O Bairrista) merece ser destacado e desligado do resto do Brasil, ele é maravilhoso e a gauchada tem esse sonho, aqui é o paraíso”, ressalva.

Apesar de todas as brincadeiras, o assunto é levado a sério quando o escritor recebe mensagens dos fãs e dos conterrâneos que moram longe. Exemplificou com um e-mail que recebeu de um gaúcho que mora no Japão e pediu para que O Bairrista divulgasse o CTG que criou no Continente Asiático. “Emoção é pouco para o que sinto quando leio mensagens como esta”, complementa Maicá.

Os ouvintes ficaram felizes e orgulhosos por poderem prestigiar o bate-papo com o fenômeno da internet. “Vim de Brasília e estou a passeio por Santa Maria, mas minha amiga disse que esse encontro seria interessante e como gosto muito a cultura gaúcha, não pude perder a oportunidade” conta a Secretária Sabrina Felinto.

Além do site, O Bairristoa possui um programa na Rádio Gaúcha e pretende seguir com suas notícias até onde o público desejar conhecer mais sobre as peculiaridades do Rio Grande.

 

Por Laura Gross

 

 

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fenômeno na internet através de um discurso de forte exaltação local, Junior Maicá, mais conhecido como “O Bairrista”, proseou com os santamarienses na última sexta-feira, 28 de setembro.

O encontro reuniu fãs do escritor no Bar do Pingo, com o tema “A Visibilidade e as Influências da Cultura Gaúcha na Comunicação”. Uma programação especial, para que Júnior, contasse a sua história como o novo hit gaúcho e para que também autografasse seus livros.

Portoalegrense, gremista, gaúcho e bagual, segundo o que ele mesmo se denomina, Junior largou a faculdade de Ciências Contábeis na metade de 2010 e quando estava prestigiando um jogo do seu time do coração, teve a certeza que era sobre as tradições gaúchas e o bagualismo dos riograndeses que gostaria de falar.  “Fui assistir a um jogo do grêmio e quando vi que a torcida cantava com louvor e glória o hino do nosso Estado, não me restaram dúvidas de que era sobre essa paixão que eu gostaria de começar a tratar em meus textos”, acrescenta Maicá.

Toda essa vontade de escrever sobre gaúchos rendeu um perfil no Twitter (@O_Bairrista) no qual o bairrismo gaúcho virou sátira e  já rendeu milhares de notícias fictícias e muito bem humoradas. Depois de muitos acessos e seguidores, Maicá resolveu colocar em prática a sua ideia de montar um portal na internet e chega a ter um milhão de acessos por mês.

Com mais de 80 mil seguidores no Twitter e 100 mil likes na página do Facebook, diz nunca ter imaginado que isso poderia acontecer. “Fico lisonjeado de ver que tantas pessoas se identificam e curtem meu trabalho, que na verdade nem vejo como trabalho, isso é uma diversão, faço a qualquer momento, com um celular e um computador”, afirma.

O Bairrista debocha da visão épica que o gaúcho tem de si próprio, numa linha entre a verdade e a ironia. Segundo ele, a paixão carrega o desejo dos guascas pela independência. “Nosso País (Rio Grande do Sul para O Bairrista) merece ser destacado e desligado do resto do Brasil, ele é maravilhoso e a gauchada tem esse sonho, aqui é o paraíso”, ressalva.

Apesar de todas as brincadeiras, o assunto é levado a sério quando o escritor recebe mensagens dos fãs e dos conterrâneos que moram longe. Exemplificou com um e-mail que recebeu de um gaúcho que mora no Japão e pediu para que O Bairrista divulgasse o CTG que criou no Continente Asiático. “Emoção é pouco para o que sinto quando leio mensagens como esta”, complementa Maicá.

Os ouvintes ficaram felizes e orgulhosos por poderem prestigiar o bate-papo com o fenômeno da internet. “Vim de Brasília e estou a passeio por Santa Maria, mas minha amiga disse que esse encontro seria interessante e como gosto muito a cultura gaúcha, não pude perder a oportunidade” conta a Secretária Sabrina Felinto.

Além do site, O Bairristoa possui um programa na Rádio Gaúcha e pretende seguir com suas notícias até onde o público desejar conhecer mais sobre as peculiaridades do Rio Grande.

 

Por Laura Gross