Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Inpe apresenta taxa consolidada do desmatamento de 2011

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) concluiu o mapeamento e o cálculo da taxa de desmatamento na Amazônia Legal para o período agosto/2010 a julho/2011. O resultado final aponta a derrubada de 6.418 km2. O mapeamento e o cálculo são realizados no âmbito do Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal (Prodes).

Imagens dos satélites LANDSAT e CBERS do Inpe.

 

  O resultado final, obtido pela análise de 213 imagens do satélite Landsat 5/TM e DMC, computou o valor de 6.418 quilômetros quadrados (km2).

Esse valor representa a menor taxa de desmatamento registrada na Amazônia desde que o Inpe começou a medi-la, em 1988. O Prodes computa como desmatamento as áreas maiores que 6,25 hectares onde ocorreu remoção completa da cobertura florestal – o corte raso.

A taxa de desmatamento consolidada pelo Prodes 2011 indica uma redução de 8% em relação à taxa do período anterior (Prodes 2010), em que foram medidos 7.000 km2 de desmatamento. O valor da taxa consolidada ficou 3% acima do valor estimado em dezembro de 2011.

A redução na taxa de desmatamento na região confirma a tendência de que vem sendo observada desde 2005.  Confira os detalhes do levantamento  no site do Inpe.

Divulgação: Ascom do Inpe.

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) concluiu o mapeamento e o cálculo da taxa de desmatamento na Amazônia Legal para o período agosto/2010 a julho/2011. O resultado final aponta a derrubada de 6.418 km2. O mapeamento e o cálculo são realizados no âmbito do Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal (Prodes).

Imagens dos satélites LANDSAT e CBERS do Inpe.

 

  O resultado final, obtido pela análise de 213 imagens do satélite Landsat 5/TM e DMC, computou o valor de 6.418 quilômetros quadrados (km2).

Esse valor representa a menor taxa de desmatamento registrada na Amazônia desde que o Inpe começou a medi-la, em 1988. O Prodes computa como desmatamento as áreas maiores que 6,25 hectares onde ocorreu remoção completa da cobertura florestal – o corte raso.

A taxa de desmatamento consolidada pelo Prodes 2011 indica uma redução de 8% em relação à taxa do período anterior (Prodes 2010), em que foram medidos 7.000 km2 de desmatamento. O valor da taxa consolidada ficou 3% acima do valor estimado em dezembro de 2011.

A redução na taxa de desmatamento na região confirma a tendência de que vem sendo observada desde 2005.  Confira os detalhes do levantamento  no site do Inpe.

Divulgação: Ascom do Inpe.