Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

O observador dos observadores

O monitor Gabriel Prado na exposição. Foto: Ana Carolina Grützmann. Laboratório de Fotografia e Memória

A Exposição “Marafonas e Caramelos” que está na Sala Angelita Stefani, no conjunto III da Unifra, tem recebido desde o dia 18 de outubro, alunos, professores, artistas plásticos e vários visitantes interessados em arte. Eles passam pelo local, observam, avaliam as obras e deixam sua assinatura no livro-registro. Um nome, porém, está presente neste diário desde o primeiro dia de exposição. Identificado pelo crachá, ele é Gabriel Cervi Prado, um observador dos observadores.

Sim, o estudante de Publicidade e Propaganda de 24 anos, monitor da professora responsável pela exposição, Ceres Zago, está lá todos os dias para receber os visitantes. Além de esbanjar cordialidade e simpatia, dá explicações e faz o que considera mais interessante: admirar o olhar deslumbrado ou inerte de cada pessoa que chega e se depara com as obras.

A obra preferida do Observador. Foto:Ana Carolina Grützmann.

Para o estudante, a  oportunidade de zelar a exposição da artista plástica Sandra Knackfuss permite consumir cultura e estabelecer uma proximidade diferenciada com a as artes: “Me admiro de observar as pessoas que gostam de arte e a reação delas. Dá pra perceber quem realmente entende, inclusive presenciei artistas que se emocionaram ao entrarem na sala”, destaca. A obra preferida de Gabriel, na exposição é a Ciranda de Marafonas. Segundo o acadêmico,  a harmonia dos elementos remete à alegria e união.

A exposição vai até o dia 08 de novembro, das 14h às 18h. Entrada gratuita.

Por Pâmela Matge

 

 

LER TAMBÉM SOBRE A EXPOSIÇÃO:As pessoas estão precisando de ternura


LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

O monitor Gabriel Prado na exposição. Foto: Ana Carolina Grützmann. Laboratório de Fotografia e Memória

A Exposição “Marafonas e Caramelos” que está na Sala Angelita Stefani, no conjunto III da Unifra, tem recebido desde o dia 18 de outubro, alunos, professores, artistas plásticos e vários visitantes interessados em arte. Eles passam pelo local, observam, avaliam as obras e deixam sua assinatura no livro-registro. Um nome, porém, está presente neste diário desde o primeiro dia de exposição. Identificado pelo crachá, ele é Gabriel Cervi Prado, um observador dos observadores.

Sim, o estudante de Publicidade e Propaganda de 24 anos, monitor da professora responsável pela exposição, Ceres Zago, está lá todos os dias para receber os visitantes. Além de esbanjar cordialidade e simpatia, dá explicações e faz o que considera mais interessante: admirar o olhar deslumbrado ou inerte de cada pessoa que chega e se depara com as obras.

A obra preferida do Observador. Foto:Ana Carolina Grützmann.

Para o estudante, a  oportunidade de zelar a exposição da artista plástica Sandra Knackfuss permite consumir cultura e estabelecer uma proximidade diferenciada com a as artes: “Me admiro de observar as pessoas que gostam de arte e a reação delas. Dá pra perceber quem realmente entende, inclusive presenciei artistas que se emocionaram ao entrarem na sala”, destaca. A obra preferida de Gabriel, na exposição é a Ciranda de Marafonas. Segundo o acadêmico,  a harmonia dos elementos remete à alegria e união.

A exposição vai até o dia 08 de novembro, das 14h às 18h. Entrada gratuita.

Por Pâmela Matge

 

 

LER TAMBÉM SOBRE A EXPOSIÇÃO:As pessoas estão precisando de ternura