Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Os diferentes campos de estágio no curso de Direito da Unifra

Professor e coordenador do Procon Santa Maria Vitor Hugo do Amaral Ferreira. Foto: Pedro Pellegrini (Laboratório de Fotografia e Memória)

O curso de Direito é um dos mais concorridos dentro das universidades do Rio Grande do Sul e do Brasil. Na Unifra, o curso se destaca por possuir grande diversidade de áreas de estágios dentro da faculdade, a exemplo do posto do Procon, a Defensoria Pública, o Juizado Especial Cível e Federal, a Defensoria Pública do Estado e da União.

Sendo esses órgãos do judiciário ou não, estão ligados à atividade jurídica que o aluno encontra dentro da Unifra, sem que o aluno precise ir até eles para realizar o estágio. A professora Francine Feversani, 30 anos, ressalta que além desses benefícios, a Unifra mantém convênios com diversas outras áreas, possibilitando que o acadêmico conheça diferentes áreas do Direito durante o curso.

Ela salienta que muitos procuram o Direito como uma segunda graduação, tanto para conciliá-lo com a atual profissão como para um conhecimento para a vida. O professor Vitor Hugo do Amaral Ferreira, 32 anos, diz ainda que a maioria dos alunos busca o concurso público, e essa maioria vira advogado. Ele explana que o Direito é separado em três grandes ramos: cível, penal e trabalhista. E o aluno acaba se identificando com um desses.

Ferreira compara o curso de Direito com a Medicina onde são ofertadas diversas áreas para atuar e depois especializar-se em uma delas: primeiro se é clínico geral e depois passa a ter alguma especialidade na área que pretende exercer. “O Direito não atua mais só no conflito, não necessita esperar surgir uma demanda que tenha um problema para que o advogado resolva. O novo perfil do advogado é resolver a causa de forma preventiva, antecipar futuros conflitos, evitando que eles possam acontecer”, esclarece Ferreira.

Por Tiéle Abreu

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Professor e coordenador do Procon Santa Maria Vitor Hugo do Amaral Ferreira. Foto: Pedro Pellegrini (Laboratório de Fotografia e Memória)

O curso de Direito é um dos mais concorridos dentro das universidades do Rio Grande do Sul e do Brasil. Na Unifra, o curso se destaca por possuir grande diversidade de áreas de estágios dentro da faculdade, a exemplo do posto do Procon, a Defensoria Pública, o Juizado Especial Cível e Federal, a Defensoria Pública do Estado e da União.

Sendo esses órgãos do judiciário ou não, estão ligados à atividade jurídica que o aluno encontra dentro da Unifra, sem que o aluno precise ir até eles para realizar o estágio. A professora Francine Feversani, 30 anos, ressalta que além desses benefícios, a Unifra mantém convênios com diversas outras áreas, possibilitando que o acadêmico conheça diferentes áreas do Direito durante o curso.

Ela salienta que muitos procuram o Direito como uma segunda graduação, tanto para conciliá-lo com a atual profissão como para um conhecimento para a vida. O professor Vitor Hugo do Amaral Ferreira, 32 anos, diz ainda que a maioria dos alunos busca o concurso público, e essa maioria vira advogado. Ele explana que o Direito é separado em três grandes ramos: cível, penal e trabalhista. E o aluno acaba se identificando com um desses.

Ferreira compara o curso de Direito com a Medicina onde são ofertadas diversas áreas para atuar e depois especializar-se em uma delas: primeiro se é clínico geral e depois passa a ter alguma especialidade na área que pretende exercer. “O Direito não atua mais só no conflito, não necessita esperar surgir uma demanda que tenha um problema para que o advogado resolva. O novo perfil do advogado é resolver a causa de forma preventiva, antecipar futuros conflitos, evitando que eles possam acontecer”, esclarece Ferreira.

Por Tiéle Abreu