Santa Maria, RS (ver mais >>)

Santa Maria, RS, Brazil

Familiares e amigos somam esforços

Pais e familiares aguardam os vestibulandos. Foto: Yuri Weber.

Candidatos de vários lugares do estado marcam presença  no vestibular de verão da Unifra. Eles chegam acompanhados de seus familiares  e com as melhores expectativas para o concurso. Este é o cenário na manhã desta terça-feira, 04, no conjunto III, na rua Silva Jardim, 1175.

Os pais dos candidatos demonstram nervosismo, da mesma forma que os filhos. É o que relatam Mario Muraro, de Lagoa Vermelha e Leda Rosane de Santa Maria, que também estão ansiosos e confiantes com o desempenho dos filhos.

As amigas Marlene Mouro e Rosa Maffini Nicoloso, de Silveira Martins, contam que o filho e a filha, respectivamente, estudaram juntos até o último ano do ensino médio e vieram juntos prestar o vestibular. Relataram que vieram ontem a instituição para saberem o local da prova e não correr o risco de passar por algum imprevisto.

Vanize Rutzen veio de Tapera, RS para dar apoio a filha Renata Rutzen, 17 anos, que está prestando vestibular para o arquitetura e urbanismo. Já Marlise Kohlhoff acompanha a filha de 17 anos que está realizando seu primeiro vestibular para o curso de Engenharia Quimica. “Vim de Dom Pedrito para participar deste momento importante de minha filha”, conta Marlise.

Vera Lúcia Rossini, conta que sua filha de 18 anos passou no vestibular da instituição no ano passado no curso de administração, mas por inseguranga, a filha não ingressou. Este ano, sua filha veio de Santa Flora prestar seu segundo vestibular, novamente para o curso de administração e promete que, se for aprovada, ingressará na Unifra.

Pai e filha vieram de júlio de Castilhos. Foto: Ana Grützmann

De Santa Rosa, Marlen Meinerz veio tranquilizar a filha de 18 anos, que presta seu segundo vestibular na Unifra, para o curso de psicologia.

José Mariano Garcez Pedroso , 50 anos, veio acompanhar a filha de 17 anos, Patrícia Penna Pedroso que pretende cursar Odontologia.  Ele conta que saíram cedo de Júlio de Castilhos para evitar atrasos.

 Por Rodrigo Gonçalves, Karine Kinzel e Tiéle Abreu, equipe ACS

LEIA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pais e familiares aguardam os vestibulandos. Foto: Yuri Weber.

Candidatos de vários lugares do estado marcam presença  no vestibular de verão da Unifra. Eles chegam acompanhados de seus familiares  e com as melhores expectativas para o concurso. Este é o cenário na manhã desta terça-feira, 04, no conjunto III, na rua Silva Jardim, 1175.

Os pais dos candidatos demonstram nervosismo, da mesma forma que os filhos. É o que relatam Mario Muraro, de Lagoa Vermelha e Leda Rosane de Santa Maria, que também estão ansiosos e confiantes com o desempenho dos filhos.

As amigas Marlene Mouro e Rosa Maffini Nicoloso, de Silveira Martins, contam que o filho e a filha, respectivamente, estudaram juntos até o último ano do ensino médio e vieram juntos prestar o vestibular. Relataram que vieram ontem a instituição para saberem o local da prova e não correr o risco de passar por algum imprevisto.

Vanize Rutzen veio de Tapera, RS para dar apoio a filha Renata Rutzen, 17 anos, que está prestando vestibular para o arquitetura e urbanismo. Já Marlise Kohlhoff acompanha a filha de 17 anos que está realizando seu primeiro vestibular para o curso de Engenharia Quimica. “Vim de Dom Pedrito para participar deste momento importante de minha filha”, conta Marlise.

Vera Lúcia Rossini, conta que sua filha de 18 anos passou no vestibular da instituição no ano passado no curso de administração, mas por inseguranga, a filha não ingressou. Este ano, sua filha veio de Santa Flora prestar seu segundo vestibular, novamente para o curso de administração e promete que, se for aprovada, ingressará na Unifra.

Pai e filha vieram de júlio de Castilhos. Foto: Ana Grützmann

De Santa Rosa, Marlen Meinerz veio tranquilizar a filha de 18 anos, que presta seu segundo vestibular na Unifra, para o curso de psicologia.

José Mariano Garcez Pedroso , 50 anos, veio acompanhar a filha de 17 anos, Patrícia Penna Pedroso que pretende cursar Odontologia.  Ele conta que saíram cedo de Júlio de Castilhos para evitar atrasos.

 Por Rodrigo Gonçalves, Karine Kinzel e Tiéle Abreu, equipe ACS